Dia: 23 de novembro de 2017

Lista | 10 cinebiografias de pintores

O mais importante que um artista tem a oferecer é– ou, pelo menos, deveria ser – sua obra. No mundo da pintura, porém, tratando-se de um universo com bem menos holofotes que o do cinema e da cultura de massa, a biografia dos artistas pode ficar bem obscura. Ainda bem que as cinebiografias estão aí. Entre algumas mais quadradas e outras mais experimentais, assistir os longas a seguir é essencial para quem quer assistir a uma boa mistura entre as artes.   Moulin Rouge (1952, John Huston) Cronista da belle époque, atento às contradições do mundo moderno e da vida urbana, Henri Toulouse-Lautrec é o biografado em Moulin Rouge. Nas diversas noites agitadas pelos tradicionais cabarés franceses, o filme se debruça sobre as paixões do pintor, sua boemia e sua obra a partir da produção de um cartaz que ele faz para o Moulin Rouge. Inspirado no romance de Pierre La Mure.   Sede de Viver (1956, Vincente Minnelli e George Cukor) A tortura e o aprisionamento de um dos maiores pintores do século XX, grande nome do expressionismo, Vincent Van Gogh é encenado brilhantemente por Kirk Douglas, sob a direção de Vincente Minnelli e George Cukor. Inspirado no romance de Irving Stone – mesmo autor de Agonia e Êxtase, sobre Michelangelo –, o filme retrata as obsessões do pintor, seus relacionamentos tumultuosos e o apoio do irmão Theo, que...

Read More

Pin It on Pinterest