Ridley Scott é responsável por alguns dos melhores filmes de ficção científica de todos os tempos, com Alien – O Oitavo Passageiro emergindo como seu melhor trabalho ao lado de Blade Runner – O Caçador de Androides. E depois de entregar seu thriller para as mãos de uma variedade de diretores para spin-offs e continuações subsequentes, Ridley deveria fazer seu triunfante retorno para a franquia espacial com o criticado Prometheus. Logo após fazer um sucesso moderado de bilheteria, ele, pois, deveria alcançar um sucesso grandioso com Alien: Covenant, mas as coisas não foram muito bem como o planejado.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Em uma recente entrevista para o site Entertainment Weekly, Scott falou um pouco mais sobre seus planos para recuperar a atmosfera e a magia do Alien original, principalmente divagando sobre o que está disposto a fazer e qual direção pretende seguir.

“Nós vamos fazer outro sim”, o diretor/produtor declarou. “Creio que o que precisamos fazer é gradualmente se afastar de toda a coisa alienígena. As pessoas dizem, ‘Você precisa de mais aliens, você precisa de mais sangue, mais corpos explodindo’, então coloquei bastante disso em Covenant e deu até certo. Mas acho que, se tentarmos de novo, é preciso procurar outra solução que seja mais interessante.”

“Não são as cenas com o xenomorfo que as pessoas não gostam. Essas são inegavelmente as melhores partes do filme”, ele acrescentou, quando questionado sobre o criticismo que os últimos dois filmes da franquia receberam. “O que irrita é toda a baboseira sem-sentido e existencial que vem com isso”.

Ao que tudo indica, Scott ainda parece confiante em relação aos próximos filmes da franquia. Enquanto os detalhes de produções futuras são mantidos sob segredo, o diretor trará seu próximo trabalho, Todo o Dinheiro do Mundo, para os cinemas estadunidenses no dia 22 de dezembro desse ano, com data de estreia marcada em janeiro no Brasil. Além disso, ele entrou recentemente como produtor executivo do longa Blade Runner 2049, continuação direta da obra de 1982.

Comente!