A nova iteração da saga Assassin’s Creed já será lançada amanhã, no dia 2, para aqueles compraram as versões mais caras do game, porém o lançamento oficial é dia 5. Assassin’s Creed Odyssey trará novidades expressivas para a franquia, seguindo a reformulação iniciada em Origins no ano passado. Prometendo partir do stealth para um game totalmente RPG, a Ubisoft permitiu que regras básicas da franquia fossem quebradas pela primeira vez na história.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Por isso, separei dez das características mais interessantes que todos os jogadores precisam saber antes de comprar Assassin’s Creed Odyssey – apesar de ser um título que certamente deve merecer o seu suado dinheiro conforme as análises já publicadas no exterior.

Criaturas Mitológicas

Já em Origins era possível combater algumas forças sobrenaturais e mitológicas pertencentes à cultura politeísta do fim do Egito Antigo. Agora, com Odyssey nos levando para um período histórico anterior ao game de 2017 explorando a fundo a mitologia grega, a Ubi vai oferecer a chance do jogador confrontar as criaturas monstruosas mais temíveis da mitologia envolvida. Confrontos contra a Medusa, o Minotauro de Creta e ciclopes diversos, além de outras criaturas, já estão confirmados no game.

RPG Na Veia

Como dito anteriormente, a Ubisoft encaminhou a saga totalmente para o RPG, gênero com qual flertava há anos! Agora, o jogador poderá escolher o gênero do personagem entre Kassandra ou Alexios, os dois heróis disponíveis. Além disso, agora será possível explorar maiores interações com NPCs através da opção da árvore de diálogos, conhecendo mais de suas histórias antes de embarcar em missões. A maior novidade, além dessas, também é a opção de romance, permitindo que o protagonista namore algum dos personagens disponíveis para esse nível de interação ao longo do jogo.

Finais Múltiplos

Se agora Assassin’s Creed é um RPG, obrigatoriamente teríamos que ter finais alternativos baseados nas escolhas do jogador durante a jornada. As escolhas que o jogador fará terão impacto na narrativa, mas não alterarão o resultado da História como o vencedor da Guerra do Peloponeso. As escolhas importantes que os jogadores farão afetarão somente o destino final do protagonista e de alguns personagens.

A Guerra e o Épico

Como sabemos, a Ubisoft não que repetir o mesmo erro de Assassin’s Creed III no qual o jogador participa da Revolução Americana, mas com batalhas de pequena escala. Agora em Odyssey, estaremos completamente imersos na Guerra do Peloponeso na qual o jogador se aliará para um dos lados. Nesses segmentos de batalhas, veremos cem NPCs de cada lado guerreando entre si. Uma escala nunca vista antes em um game da série.

Clima Dinâmico

Uma das novidades de Odyssey também será a implementação do clima dinâmico que vai além das mudanças entre dias e noites. Agora podemos esperar tempestades muito fortes que podem afetar completamente a jogabilidade da exploração e batalhas navais que serão um foco do game, afinal teremos diversas ilhas para explorar no mapa, aliás, falando nisso…

Maior Mapa da Saga

A Ubisoft sempre está empenhada em trazer mais conteúdo a cada nova edição da franquia. Em Odyssey haverá muita coisa espalhada no maior mapa da saga disponível até então. Apesar de haver muito foco na exploração naval e a ênfase no oceano, teremos 162 km² disponíveis para a exploração – algo em torno de 62% maior que o mapa de Origins. Enquanto tínhamos desertos imensos no game anterior, teremos muita água por aqui também.

Recrutamento

Em Odyssey poderemos recrutar marujos e soldados para fazerem parte da tripulação do navio que o jogador controlará. Diversos elementos de aprimoração como havia em Black Flag estarão disponíveis no game também. Todos os inimigos que você encontrar podem ser recrutados para sua equipe e alguns deles podem até mesmo oferecer algumas missões.

Quests Secundárias

Em Origins, vimos que a Ubisoft tinha mergulhado nos ensinamentos da CD Projekt Red com The Witcher 3, melhorando a narrativa das quests secundárias para motivar o jogador a completa-las. Em Odyssey esse conceito é expandido, oferecendo grande variedade de histórias, personagens e objetivos para completar e como teremos o poder de escolha, teremos desfechos diferentes em algumas delas.

Procurado

Já que em Odyssey, o credo dos assassinos não é formado, não há regras para impedir que o jogador mate civis e cause baderna e caos por onde anda. Logo, caso haja muito dano colateral intencional, rapidamente o protagonista será caçado por caçadores de recompensas e mercenários poderosos oferecendo desafios únicos ao longo da jornada.

Muita História

O foco narrativo de Odyssey também será muito mais intenso. Durante toda a saga, é comum termos diversas cutscenes elaboradas, entretanto nesse novo game, o jogador se deparará com mais de 30 horas de cutscenes ao longo do game entre a missão principal e as secundárias. Certamente esse será um jogo que vai consumir bastante do seu tempo.

Assassin’s Creed Odyssey chega em 5 de outubro para Xbox One, PS4 e PC.