Denunciado por sua ex-namorada e preso em 2015, Mark Salling, que interpretou Noah ‘Puck’ Puckerman, no seriado Glee, declarou-se culpado de possuir cerca de cinquenta mil imagens e seiscentos vídeos de pornografia infantil em seu computador. O material mostra estupros e assédios sofridos por crianças, algumas das quais contavam apenas com três anos de idade.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Ao declarar sua culpa, o ator espera um acordo que reduza sua sentença, que seria a máxima de vinte anos, para quatro a sete anos. Após sua soltura, ele viveria vinte anos de liberdade condicional, além de ser registrado como criminoso sexual.

Fora isso, ele deverá passar por um programa de tratamento, não ter qualquer contato com qualquer um abaixo de dezoito anos, permanecer distante de locais com crianças e deverá pagar cinquenta mil dólares de indenização para cada vítima.

De acordo com o Daily Mail, Salling disse ao juiz responsável que está deprimido e sofrendo os efeitos colaterais da medicação contra sua doença. Seu advogado, Michael Proctor disse que “Mark está focado em aceitar responsabilidade pelos seus atos e irá tentar reparar os danos de sua conduta”.

O veredito do juiz responsável pelo caso será divulgado no dia 7 de março de 2018.

 

Comente!