» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

 

Distribuição: Sony
Duração: 164 min
Discos: 2
Embalagem: Steelbook
Luva: Não
Preço: 99,90

Vídeo

Razão de aspecto: 2.39:1

Resolução: 1080p
Codec: MPEG-4 AVC (20.30 Mbps)

Áudio

Inglês: Dolby Atmos 5.1
Espanhol: Dolby Digital 5.1 (448 kbps)
Português: Dolby Digital 5.1 (640 kbps)

Análise

DISCO 01

O Filme

 ½

Denis Villeneuve e o time dos sonhos entregaram uma obra perfeita para ser vista nos cinemas, e que mantém sua força no ótimo transfer para Blu-ray. O ritmo é lento quando comparado aos filmes contemporâneos, mas como discutimos, os roteiristas sabem tornar cada cena um verdadeiro festival de relevância. São forças diversas que tornam Blade Runner 2049 uma obra magnífica que parece estar destinada a sofrer muitas das dores históricas que seu antecessor sofreu. Mas, pelo menos, já é possível afirmar a pergunta que tantos estão fazendo: certamente há algo em Blade Runner 2049. Aquele algo que acaba consolidando clássicos no decorrer da História. Crítica

Blade Runner 101

★ ★ ½

Como podemos esperar pelo nome, trata-se de um extra que explica o universo do filme. É totalmente redundante quando o espectador já tenha assistido ao longa antes e o formato não ajuda em nada já que somente usam imagens do filme e algumas entrevistas com figuras importantes da produção. São seis partes em featurettes de pouco mais de um minuto, incluindo Blade Runners, The Replicant Revolution, The Rise of Wallace Corp, Welcome to 2049, Jois e Within the Skies: Spinners, Pilotfish and Barracudas.

Os Curtas de Blade Runner 2049

 

Uma adição muito valiosa ao material extra do blu-ray. Aqui temos os três curtas divulgados pela Sony como uma introdução ao novo filme: Nexus Dawn, No Escape e Black Out. Ele conecta a linha do tempo do original com o 2049. Imprescindível assistir.

Desenhando o Universo de Blade Runner 2049

 ★ ★

Finalmente temos um material adicional de primeira classe. Uma pena que seja realmente o único extra do blu-ray que seja sobre os bastidores e processo de produção do longa. Temos entrevistas impagáveis com Ridley Scott bancando o cidadão mais honesto do mundo ao responder as reclamações do original, além de oferecer seu insight sobre a nova obra. Como o extra é focado na estética do filme, temos imagens muito valiosas dos esquemas de luz que Deakins montou para a soberba fotografia do filme, além de entrevistas com a sua opinião sobre o trabalho. Villeneuve nos conta sobre a tremenda ênfase dada para os efeitos práticos e da construção de cenários, além da gravação em locações reais em Budapeste para definir uma unidade lógica e cheia de textura para o longa. Há ponderações sobre o figurino de figurantes, as mudanças climáticas dentro do universo, da publicidade invasiva e até mesmo da construção de cenários. Realmente impecável.

DISCO 02

Ser Humano

★ ★

Aqui, temos um perfil de todos os principais personagens de 2049, com Denis Villeneuve comentando sobre suas escolhas de elenco, com uma busca global pelos EUA, Europa e América Central. Temos Ryan Gosling, Ana de Armas, Harrison Ford, Sylvia Hoeks, Mackenzie Davis, Robin Wright, Jared Leto e Carla Juri comentando sobre seus respectivos personagens, além de insights de Villeneuve, dos produtores e roteiristas. Muito bem conceituado, e particularmente gostei de saber mais sobre a replicante Luv, com Hoeks explicando as motivações e psique do braço-direito do misterioso Wallace.

As Lutas do Futuro: A Ação em Blade Runner 2049

★ ½

Sendo uma continuação lançada em 2017, era de se esperar que um novo Blade Runner teria mais cenas de ação. Aqui, Villeneuve e os coreógrafos de luta concentram-se nos principais combates físicos do filme, com destaque para a luta de K contra o Sapper Morton de Dave Bautista, o encontro com Deckard no cassino em Las Vegas e a espetacular luta final com Luv na Seawall. Cada sequência revela uma abordagem diferente, com boas imagens de bastidores e treinamento dos atores, mas também peca pela curta duração. E antes que alguém pergunte: sim, temos footage de Harrison Ford atingindo Ryan Goslin por engano.

Dois se Tornam Um

★ ½

Uma das mais bizarras e memoráveis cenas de 2017 é aquela onde K faz sexo com sua namorada holográfica Joi, com a IA utilizando o corpo de uma prostituta como “avatar” a fim de manter o contato físico com seu amado. É uma baita cena, e aqui vemos Villeneuve e o elenco comentando sobre seu significado e a complicada execução durante as gravações, que requeriu um trabalho sofisticado de efeitos visuais e muita, muita repetição das atrizes. Pena que o extra é tão curto, onde seus 5 minutos nem arranham a superfície de tudo o esforço. Mas vale pra ver Villeneuve orgulhoso e atestando ser uma das melhores cenas que já fez em sua carreira.

Vestido a Pele: A Moda em Blade Runner 2049

Centrado no figurino futurista de 2049, Renée April discute suas escolhas e criações para a moda deste novo Blade Runner, e seus principais personagens. Obviamente, o caso absurdamente estiloso e badass que o K de Gosling traja durante todo o filme é um dos grandes destaques, e não me surpreende nem um pouco saber que todas as pessoas do set pediram um igual para April. Além disso, acho fascinante como April explora uma moda que concilia estilo com sobrevivência, com a toxicidade do ar sendo refletida em máscaras de gás estilizadas.

Conclusão

Com um material extra bem eficiente, o lançamento em home video de Blade Runner 2049 oferece um bom panorama da construção e desenvolvimento dessa continuação aparentemente impossível. Claro, não é o tratamento minucioso e detalhado que o longa realmente merecia, ainda mais se compararmos o nível das edições do filme original, mas há conteúdo o suficiente para conhecer mais sobre os bastidores do projeto e algumas questões técnicas. E, nem de longe menos importante, o filme de Denis Villeneuve é excelente, e a edição em steelbook está linda de morrer.

Comente!