» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Distribuição: Sony
Duração: 110 min
Discos: 1
Embalagem: Amaray
Luva: Não
Preço: 49,90

Vídeo

Razão de aspecto: 2.39:1
Resolução: 1080p
Codec: MPEG-4 AVC (24.92 Mbps)

Áudio

Inglês: DTS-HD Master Audio 5.1
Espanhol: Dolby Digital 5.1 (448 kbps)
Português: Dolby Digital 5.1 (640 kbps)

 

 

 

ANÁLISE

O Filme

★ ★ ★ ★ ½

Basicamente, imaginem se La La Land fosse um filme de perseguição de carros. Com uma condução mais segura e amadurecida, Em Ritmo de Fuga é um dos melhores filmes de Edgar Wright, que cada vez mais se firma como uma das vozes mais vibrantes e originais do cinema contemporâneo. Com uma combinação explosiva de ação e música, perseguições de carro insanas e um trabalho de mixagem de som fora do comum, esse é o tipo de filme que o cinema americano precisa cada vez mais. Crítica

Comentário em áudio com Edgar Wright

★ ★ ★ ★ ★

Edgar Wright é um dos film geeks mais interessantes e divertidos de se acompanhar, e sua paixão por cinema fica bem clara nesta excelente faixa de comentários. O diretor e roteirista fala sobre o processo de criação do filme, desde as origens da ideia, seu estudo sobre o cinema de ação americano e as influências musicais, e o diretor detalhe diversas referências imperdíveis. Um deleite de comentário, e repleto de histórias incríveis sobre a produção; pessoalmente, gosto da anedota sobre Wright de fato querer ter usado máscaras de Halloween durante a sequência de assalto, mas uma complicação com direito de imagem acabou levando à brilhante piada com Austion Powers. Felizmente, legendado em português.

Comentário em Áudio com Edgar Wright e Bill Pope

★ ★ ★ ★ ★

Mais uma faixa de comentários, e agora uma que é ainda mais técnica do que a anterior. Edgar Wright junta-se com o diretor de fotografia Bill Pope, e ambos discutem sobre algumas das tomadas mais memoráveis e técnicas de execução para Em Ritmo de Fuga. Desde o trabalho em cenas mais complexas, como as de perseguição de carro, até algo mais “simples” como um ajuste de foco digital para disfarçar uma tomada contínua, rendem ótimos comentários da dupla. Uma pequena aula de cinema e, assim como seu antecessor, está devidamente legendado em português.

Cenas Estendidas e Excluídas

★ ★ ★ ★

Compondo 20 minutos de apresentação, o material inédito de Em Ritmo de Fuga não traz nenhuma sequência inteiramente nova, mas aposta em trechos estendidos de algumas cenas principais. Em grande maioria, temos sequências alternativas, com mudanças notáveis na trilha sonora e alguns cortes, como a dança na cozinha de Baby ou um momento mais intenso com Bats, quando a dupla vê um carro policial na rua. O grande destaque, porém, é o duelo de carros com Brighton Rock, que ganha um valioso momento estendido quando Doc faz uma última confissão a Baby, e também quando o protagonista tenta sincronizar a canção do Queen em seu carro com o de Buddy – aliás, até diria que essa versão estendida é superior ao do corte final.

Por Trás das Câmeras

★ ★ ★ ★

Dividido em 6 partes e estendendo-se por 45 minutos, temos aqui o grande making de Em Ritmo de Fuga. Não é o tipo de featurette mais aprofundado ou detalhado, sempre trazendo narração em off das entrevistas com elenco e equipe, mas aqui e ali somos apresentados a ótimos materiais de bastidores; desde ensaio dos atores, treinamento das cenas de ação e aulas de direção (com carros) para Ansel Egort. E, a cereja no topo do bolo, é fantástico ver na prática a decisão de manter um montador no set, já oferecendo um corte inicial das complicadas sequências sincronizadas.

Seleção de Animatics

★ ★ ★ ★ ★

Isso é espetacular. Aqui, temos um seleção de alguns animatics das sequências mais complicadas do filme, apresentando storyboards animados via computação e montados em sequência, de forma a ajudar o diretor, fotógrafo e toda a equipe a pré-visualizar uma cena antes de sua gravação. Temos aqui todas as principais cenas de ação do filme, e a sequência de Tequila tem o bônus de trazer um ensaio com dublês no lugar dos desenhos. Sensacional.

Ensaios e Pré-Produção

★ ★ ★ ★

Um pequeno acervo de vídeos da pré-produção, incluindo testes de cabelo e maquiagem de Ansel Egort, sua fita de audição que o traz cantando “Easy”, do Commodores, na íntegra e um sensacional ensaio do plano sequência dos créditos de abertura, quando Baby passeia pelas ruas enquanto sai para comprar café. Esta última é um belo exemplo do trabalho de preparação e pré-visualização na criação de uma sequência tão complicada. Só faltou um ensaio de diálogos com o elenco, visto que temos vislumbres disso no featurette Por Trás das Câmeras.

Mint Royale – Videoclipe da música “Blue Song”

★ ★ ★ ★

Referência para os fortes! Quem acompanha a carreira de Edgar Wright, sabe que o cineasta britânico já teve uma passagem pelos videoclipes musicais. E no vídeo da canção “Blue Song”, do grupo Mint Royale, havia o nascimento de Baby Driver, visto que o curta-metragem acompanha um piloto de fuga que canta e dança dentro de um carro enquanto espera seus comparsas realizarem um roubo. Muito boa a lembrança desse vídeo, e vale apontar a pequena participação de Nick Frost.

Galeria Completa de Storyboards

★ ★ ★ ★ ★

Isso é extremamente raro: temos não apenas algumas sequências, mas o FILME INTEIRO disponível em storyboards em uma galeria épica, trazendo ainda dados como número de cena e anotações de montagem. Se você é fã de cinema, neste ponto você já deve estar conquistado pelos extras. 

Material Promocional e Mais

★ ★ ★ ★ ★

Absolutamente todos os trailers e comerciais de TV de divulgação do filme. Sempre uma maravilha quando o material completo está disponível.

Trailers

Aqui, trailers de outros lançamentos da Sony, incluindo Homem-Aranha: De Volta ao Lar, Vida e A Torre Negra.

Conclusão

O material extra de Em Ritmo de Fuga é realmente formidável. Toda a paixão de Edgar Wright pelos processos do filmmaking transparece bem, seja pelos ótimos comentários em áudio, seja pelo olhar bem satisfatório aos bastidores das filmagens e os diferentes processos de criação, com um cuidado bem especial ao material de pré-produção. Um tratamento à altura para um dos grandes filmes do ano.

Comente!