Em virtude de uma série de conflitos no set, o diretor Bryan Singer foi demitido pela Fox, segundo o THR.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Recentemente, Singer deixou de comparecer ao set, o que, aparentemente, foi apenas uma das muitas ocasiões nas quais isso aconteceu – muitas vezes o diretor foi substituído pelo diretor de fotografia, Thomas Newton Sigel. Inúmeras brigas ocorreram entre ele e Rami Malek, ator principal, que interpreta Freddie Mercury na cinebiografia.

Além disso, Tom Hollander, que interpreta Jim Beach, gerente do Queen, parece ter se demitido brevemente do filme em razão do comportamento de Singer, mas acabou retornando.

O longa gira em torno da criação da banda na década de 1970, durante a qual Mercury se juntou a Brian MayRoger Taylor, até a icônica performance da banda em 1985 durante a Live Aid. A luta do cantor com a AIDS não será o foco principal do filme. Juntando-se a Malek, o elenco também é formado por Joseph Mazzello, Allen Leech, Ben HardyGwilym Lee.

A obra tem previsão de estreia para o final de 2018 em cinemas brasileiros.

Comente!