Max Landis, roteirista conhecido por filmes como Poder Sem Limites, American Ultra e a série da Netflix Dirk Gently’s Holistic Detective Agency, fez uma teoria um tanto inusitada sobre a cantora Carly Rae Jepsen.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Max entrou de cabeça nas letras escritas pela cantora após refletir sobre a música mais famosa dela, Call Me Maybe. Assim, ele foi atrás de todas as músicas lançadas por Carly – seja em álbuns, B-Sides, Covers, etc – para descobrir um padrão de temas em comum.

Temas raramente vistos em músicas pop do estilo musical de Carly, que levam a narrativas extremamente específicas em todas as composições, como paixões platônicas pelo amigo do sexo masculino levando a rejeição pelo eu lírico do sexo feminino, no caso, a própria Carly.

O roteirista desenvolveu uma dissertação em formato de um site dividido em várias seções chamado A Scar No One Else Can See, com mais de 150 páginas no total, analisando música por música e desenvolvendo a teoria de Max.

Você pode ver a introdução feita para o site no vídeo abaixo. Confira o site completo (em inglês) no link.

O pior de tudo é que a teoria é tão bem escrita e embasada que é difícil negar que há realmente um padrão nas músicas escritas pela cantora. Algo definitivamente raro no mundo da música pop.

Comente abaixo o que você achou da teoria de Max!

Comente!