Assim como ontem, dois dos estúdios major tiveram sua oportunidade de brilhar com seus painéis exclusivos da Comic Con Experience, evento sediado na cidade de São Paulo que só termina no domingo.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

No cronograma do evento, o painel da Sony Pictures seria uma das primeiras e principais atrações do auditório Cinemark, salão que sedia os eventos mais importantes da feira. E a distribuidora estava mais que preparada para realizar um grande evento de quase duas horas.

Quero ser Milla Jovovich

A primeira parte foi dedicada aos convidados especiais do dia: Milla Jovovich e Paul W. S. Anderson, protagonista e diretor dos filmes da franquia Resident Evil que vieram promover o lançamento do último filme da saga que deve estrear no fim de janeiro de 2017. Já nos minutos iniciais apresentaram um clipe exclusivo.

“No começo da cena, Alice aparentemente está sendo rastreada por um satélite. Dirigindo um carro em uma estrada, ela se mostra preocupada com o tempo, visto uma olhada frequente em seu relógio de pulso que está em contagem regressiva. De repente passa por uma armadilha que destrói os pneus do carro fazendo-a bater logo em seguida. Porém a heroína não se deixa abater, mesmo com um machucado na perna, e segue seu rumo a “Recon City”, o local em que se passa o primeiro filme, ou seja, a origem do vírus que começou tudo. Andando pela estrada, Alice se depara com uma moto da Umbrela Corporation, praticamente nova, o que obviamente era e acaba se concretizando em uma emboscada quando um soldado surge de uma caixa ao lado da moto e assusta Alice, a fazendo pisar em uma armadilha de urso que a inça no ar, de ponta cabeça. Mais soldados surgem e então começam a espanca-la, porém ela brinca em relação as bancadas e em seguida revida em uma sequencia de ação eletrizante, ainda de ponta cabeça. Após matar todos ela continua seu caminho e temos o final da cena.”.

Dessa vez o escolhido do dia para conduzir as entrevistas tanto com Milla e Paul foi Érico Borgo que cumpriu bem a proposta de fazer as perguntas básicas e pertinentes que esclarecem as dúvidas mais comuns dos fãs. Milla e Paul falaram sobre a grandiosidade da saga e sobre os mais de dez anos que a franquia foi produzida, contando até mesmo com maiores intervalos entre cada lançamento para que pudessem desenvolver melhor toda a obra como produto bem finalizado.

Logo depois Érico Borgo começou a entrevistar Milla e Paul, primeiro perguntando a Mila sobre as dificuldades de reviver a personagem depois de tantos anos. Milla diz que não fica mais fácil, pois além da idade ela já deu luz a seus dois filhos, o que admite que dificulta um pouco, porém não a faz desistir de nada.

Paul ainda confirma que os eventos desse filme se passam logo após o final do ultimo filme. Veremos Alice indo até o que ele chama de “Nest” (ninho), que é a base no qual o primeiro filme se passa para acabar de vez com a infecção global, ou não, pois é claro que ele não vai falar a resolução do filme. Devido a localidade, Paul ainda fala que o filme vai voltar para as suas raízes. Segundo ele será muito mais claustrofóbico, por se passar a maioria de sua duração dentro da base. E quando indagados sobre o orçamento do filme, que é o maior da franquia, Mila diz que o amor pela história e personagens continua o mesmo, já Paul fala sobre as inovações técnicas e também a adição de vários monstros não antes vistos nos filmes, apenas nos jogos.

Quando indagados por Borgo sobre Alice ter uma vida comum os dois foram bem firmes em suas respostas. Mila falou que Alice é uma guerreira até o final e jamais veria ela sossegada, com Paul concordando com ela.

Questionado sobre como Anderson via o desenrolar de sua carreira e também dos filmes RE que sempre cresceram em orçamento e produção conforme novos filmes eram anunciados, o diretor refletiu e disse que fez o melhor possível para entregar a experiência épica e definitiva com O Capítulo Final. Confirmou que este é o filme com os melhores efeitos visuais e as cenas de ação mais intensas de toda a saga para acabar tudo em alto estilo possibilitados pela evolução tecnológica e do orçamento convidativo. Lembrou que o filme contará com diversas criaturas novas e que o roteiro se concentrará em fechar todas as pontas soltas, além de explicar finalmente quem é Alice.

re6

Então o restante da entrevista se concentrou na simpática Milla Jovovich que nitidamente estava se divertindo um monte com a gritaria do público. Em um momento raro do bate papo, questões ideológicas voltaram ao painel. Quando questionada sobre como sua estética feminina fugia do padrão de heroínas de games sempre voluptuosas e do que pensava sobre essa abordagem da indústria ao retratar mulheres, Milla respondeu que geralmente ambos os sexos são retratados de modo excessivamente cartunescos nos jogos ou até em animes.

Disse que ficava feliz por saber que Alice, sua personagem na franquia, consegue representar tantas mulheres diferentes mostrando que não se trata somente da aparência. De seu orgulho em retratar diferentes tipos de mulheres. Lembrou e foi lembrada que a franquia de filmes foi uma das primeiras a retomar o protagonismo feminino em filmes. Disso, Jovovich contou sobre seu amor a respeito do crescimento da personagem nas obras e tanto de mulheres que se identificam com ela. “As mulheres são fortes. Sinto orgulho de Alice ser forte como tantas mulheres no mundo. “, concluiu. Ela também destacou que a franquia também foi responsável em trazer os zumbis de volta à “vida” nos cinemas e conferir a roupagem moderna utilizada até hoje por outras obras.

Anderson encerrou a sessão de perguntas relembrando que sempre quis fazer uma trilogia RE em 3D e que O Capítulo Final é o clímax disso tudo. Entretanto, ele fugiu da questão quando perguntaram se ele tem planos de continuar trabalhando com filmes Resident Evil. Apenas disse que o sexto filme é final elegante que todos os fãs esperam.

Espaço, selva e teias

Logo depois do casal sair do palco, tivemos a oportunidade de ver diversos conteúdos exclusivos do line up dos lançamentos programados para o ano que vem pelo estúdio. Com direito a recado do Chris Pratt, conferimos um trailer estendido da ficção Passageiros que estreia na primeira semana de 2017. Nele, pudemos conferir como o personagem de Pratt tenta conquistar Jennifer Lawrence antes da situação da nave que eles vivem ficar crítica, os forçando diretamente para a ação.

Então foram exibidos os trailers já divulgados de Trainspotting 2, Os Smurfs e a Vila Perdida e Vida, ficção científica programa para o começo de 2018. Os trailers estão logo abaixo.

Após os trailers já conhecidos, tivemos conteúdo exclusivo com Dwayne Johnson e Kevin Hart respondendo perguntas de fãs sobre a produção de Jumanji 2. Em um vídeo bem-humorado, os atores discutiram as dificuldades de gravar em locações repletas de selvas exuberantes, além de comentarem sobre o terrível medo de Hart sobre centopeias que mordem. Também revelaram que o filme tem uma ótima conexão com a obra original e que deve surpreender diversos espectadores.

Já no fim do painel, tivemos o tão aguardado material inédito de Homem-Aranha: De Volta ao Lar. Com direito a mensagem de Tom Holland, foi exibido um clipe de pouco mais de quarenta segundos mostrando uma breve cena do longa, toda captada em visão subjetiva. Vemos Parker discutir com Happy, interpretado por Jon Favreau, questionando sobre os presentes de Stark. Happy então aponta que há algo excelente dentro de uma caixa tecnológica.

Assim que ele se aproxima, há um corte que revela o uniforme novo do herói para o filme confirmando todas as suspeitas dos fãs. se trata do, considerado por muitos, a melhor versão do uniforme do cabeça-de-teia: inspirado no design de Steve Ditko com as teias conectando os braços e  torso do herói.

Spider-Man Shooting Web

Spider-Man Shooting Web

Sob muita gritaria e aplausos, foi concluído o bom painel da Sony que deveu apenas uma ênfase maior em conteúdo exclusivo em vez de exibir trailers que já possuem mais de 2 meses que foram lançados na rede. Porém, era só o começo do dia e o melhor estava por vir!

Texto feito em colaboração com Daniel Sodré.

Comente!