Há mais de 45 anos, a AMD lidera as inovações em tecnologias de computação de alta, performance, gráficos e visualização, as bases para jogos, plataformas imersivas e datacenters. Centenas de milhões de consumidores, empresas líderes e instalações de pesquisa de ponta no mundo, todos dependem da tecnologia AMD diariamente para melhorar as formas como vivemos, trabalhamos e nos divertimos.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter e fique por dentro de todas as notícias! «

Novidades sobre a Tecnologia Radeon FreeSync™ 2:

A AMD anunciou a tecnologia Radeon FreeSync™ 2, o próximo passo para entregar taxas de quadros mais suaves e integridade de pixels avançada para gamers, com disponibilidade para consumidores planejada para sair no primeiro semestre de 2017.

Monitores com FreeSync™ 2 terão baixa latência, pixels com alto brilho, excelentes níveis de preto, e uma alta gama de cores para mostrar conteúdo HDR. Além disso, todos os monitores com FreeSync™ 2 terão suporte para compensação de baixa taxa de quadros (LFC). Com essa tecnologia, os jogadores podem aproveitar uma experiência HDR plug-and-play completa, sem precisar ajustar o software do monitor.

“Os jogadores falaram e eles fizeram do FreeSync™ a maior escolha definitiva de padrão da indústria para jogar com imagens suaves e sem engasgos” disse Scott Herkelman, vice-presidente e gerente geral de jogos. “A tecnologia Radeon FreeSync™ 2 é a primeira do tipo a combinar suporte HDR com tecnologia de taxa de atualização dinâmicas, e o faz de uma maneira simples com plug-and-play que melhora a qualidade de jogo automaticamente quando o conteúdo correto está presente. ”

Atualmente, formatos HDR foram desenhados primariamente para conteúdo em filme para televisão com mapeamento de tom feito pelo monitor, o que geralmente leva à uma latência maior do que aceitável para jogos no PC. A nova API da AMD para FreeSync™ 2 oferece uma alternativa de baixa latência que muda a carga de trabalho para o pipeline da GPU Radeon™, permitindo ao jogo mapear o tom diretamente para o display a luminosidade, contraste e espaço de cor alvo.

FreeSync™ e FreeSync 2 irão coexistir para oferecer uma variedade de displays avançados para gamers. Todas as GPUs Radeon™ compatíveis com Freesync™ irão suportar a tecnologia FreeSync™ 2, incluindo a série Radeon™ RX de GPUs baseadas na arquitetura Polaris que também suporta DisplayPort HBR3 e permite resoluções UltraHD acima de 60Hz.

Vega: Nova arquitetura gráfica da AMD para cargas de trabalho virtualmente ilimitadas

A AMD mostrou hoje detalhes da sua próxima arquitetura para GPU, Vega. A arquitetura Vega garante novas possibilidades em PC gaming, design professional e machine intelligence. O subsistema revolucionário de memória da arquitetura Vega permite que a GPU enderece enormes conjuntos de dados espalhados em um mix de tipos de memória. O controlador de cache com alta largura de banda nas GPUs Vega podem acessar o cache de memórias on-package e off-package de uma maneira flexível e programável usando movimentos de dados finos.

“É incrível ver GPUs sendo usadas para resolver problemas de dados em escala gigabyte em jogos até problemas de escala exabyte em machine intelligence. Desenhamos a arquitetura Vega para construir sobre essa habilidade, com flexibilidade para endereçar uma gama extraordinária de problemas que GPUs irão resolver não apenas hoje, mas também daqui 5 anos. Nosso cache com alta largura de banda é o pivô da disrupção que tem potencial de impactar todo o Mercado de GPU”, disse Raja Koduri, vice-presidente sênior e arquiteto chefe da empresa.

Destaques dos avanços da arquitetura Vega incluem:

– A arquitetura de memória para GPU mais avançada do mundo: A arquitetura Vega permite uma nova hierarquia de memória para GPUs. Essa mudança radical vem na forma de um novo controlador e cache de alta largura de banda. O cache usa a tecnologia de ponta HBM2 que é capaz de transferir terabytes de dados a cada Segundo, dobrando a largura de banda por pino em relação a geração anterior da tecnologia HBM.

– Pipeline de geometria de próxima geração:  A próxima geração de pipeline de geometria da Vega permite ao programador extrair uma eficiência incrível ao processar essa geometria complexa, enquanto também entrega mais de 200% da taxa de transferência por clock em comparação a arquiteturas Radeon anteriores. Também possui balanceamento de carga melhorado com distribuidor de cargas de trabalho inteligente para entregar performance consistente.

– Engine de computação de próxima geração: No centro da arquitetura Vega está um novo motor computacional de próxima geração, construído com unidades computacionais flexíveis que podem processar nativamente operações 8-bit, 16-bit, 32-bit ou 64-bit em cada ciclo do clock.  Essas unidades de computação são otimizadas para atingir frequências significativamente mais altas que gerações anteriores e seu suporte de diferentes tipos de dados tornam a arquitetura muito versátil em cargas de trabalho.

– Motor avançado de pixel: O novo motor de pixel Vega usa o Draw Stream Binning Rasterizer, desenhado para melhorar performance e eficiência energética. Ele permite um “fetch once, shade once” de pixels por meio do uso de uma cesta de cache no chip e seleção rápida de pixels invisíveis em uma cena final. O motor de pixel da Vega é agora um cliente embarcado do cache L2, permitindo uma redução da sobrecarga para cargas de trabalho gráficas que executam frequentemente operações read-after-write.

AMD mostra ecossistema de alta performance pronto para Ryzen

A AMD anunciou 16 placas mãe AM4 de ponta com alta performance de cinco fabricantes. Além disso, a AMD exibe designs de PC de “performance extrema” baseados em processadores Ryzen de 17 integradores de Sistema líderes globais além de designs de coolers inovadores de terceiros. A AMD também espera designs baseados em Ryzen de todos os principais OEMs globais de PC, com mais informações sobre os sistemas a serem reveladas no lançamento.

“2017 será um ano inesquecível para a AMD, seus parceiros de tecnologia e a indústria de PCs como um todo, e estamos emocionados em iniciar a CES mostrando uma gama de placas mãe de alta performance e designs de PC de nossos parceiros OEM para os quais o futuro é o Ryzen”, disse Jim Anderson, vice-presidente sênior e gerente geral. “A AMD e nossos parceiros estão comprometidos a apoiar entusiastas, gamers e criadores com a nova geração de inovação computacional e escolha por meio de placas mãe baseadas em processadores AMD Ryzen, PCs personalizados, e coolers construídos para suportar estes sistemas impressionantes”.

Novas placa mãe e Chipsets

AMD e seus parceiros estrearam hoje uma gama de novas placas mãe da ASRock, Asus, Biostar, Gigabyte, e MSI, todas construídas sobre dois chipsets de desktop para processadores AMD Ryzen: o X370 e X300. Placas mãe baseadas no chipset X370 são desenhadas para aqueles que precisam de mais performance, funções de ponta e conectividade I/O superior de seus PCs incluindo suporte para overclocking e dual graphics. Para usuários que buscam performance em tamanhos mais compactos, o chipset X300 também possui o socket AM4 pronto para AMD Ryzen enquanto uso o tamanho mini-ITX ideal para PCs pequenos. Ambos os chipsets aproveitam completamente as inovadoras funções tecnológicas de:

– Memória Dual-channel DDR4

– NVMe

– Dispositivos M.2 SATA

– USB 3.1 Gen 1 e Gen 2

– Capacidade PCIe® 3.0

Chipsets AM4 tem lanes dedicadas para USB, graphics e dados, provendo uma experiência computacional poderosa, escalável e confiável e trazendo benefícios de tecnologias prontas para o future. Placas mãe demonstradas na CES 2017 incluem:

– ASRock X370 Taichi, ASRock X370 Gaming K4, ASRock AB350 Gaming K4 & ASRock A320M Pro4

– Asus B350M-C

– Biostar X370GT7, Biostar X350GT5 & Biostar X350GT3

– Gigabyte GA-AX370-Gaming K5, Gigabyte GA-AX370-Gaming 5, Gigabyte AB350-Gaming 3 & Gigabyte A320M-HD3

– MSI A320M Pro-VD, MSI X370 Xpower Gaming Titanium, MSI B350 Tomahawk & MSI B350M Mortar

PCs baseados em processadores AMD Ryzen

A AMD e renomados construtores de PCs personalizados como a Cyberpower, Maingear e Origin, entre outros, apresentaram uma gama de “PCs dos sonhos” baseados em processadores AMD Ryzen de alta performance.  De exóticos sistemas personalizados com water cooling, até soluções mais práticas e refinadas, uma miríada de PCs incorporando processadores AMD Ryzen estão em exposição na CES incluindo:

– Caseking

– CSL – Computer

– CyberPower PC

– Cybertron PC

– Icoda (Korea)

– IBUYPOWER

– iPason Wuhan

– Komplett

– LDLC

– Maingear

– Mayn Wuhan

– Medion AG

– Mindfactory

– Oldi (Russia)

– Origin PC

– Overclockers UK

– PC Specialist

Novas soluções térmicas 3rd Party

A AMD está trabalhando com 15 fabricantes líderes de coolers de CPU para processadores AM4. Para air-cooling ultra silencioso, Noctua oferecerá o NH-D15 e sua contraparte mais fina o NH-U12S. A EKWB, em adição, o suporte AM4 para suas soluções personalizadas de water cooling.

PCs baseados em processadores AMD Ryzen, placas mãe AM4, e soluções de refrigeração compatíveis tem previsão de disponibilidade para o primeiro trimestre de 2017.

Comente!