Pelo visto pode ter treta mas não tem treta! 

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Depois que Kevin Feige falou que a rivalidade entre os estúdios da Marvel Studios e a DC Entertainment, que lidam com os universos compartilhados de cada editora no cinema, não passava de um mito criado pela mídia, parece que não é bem assim. 

Pode mesmo não haver rivalidade com falta de respeito ou troca pejorativa de atitudes, mas Chris Heamsworth mostra um tipo diferente de rivalidade que sim existe entre os estúdios.

O ator durante uma participação no evento Supernova, na Austrália, ele revelou que todos os atores do MCU possuem uma cláusula em seus contratos: Estão proibidos de aparecerem em qualquer produção da DC, mesmo após sua contribuição ser encerrada, como Chris Evans, que estará se despedindo em Vingadores 4, e possivelmente outros atores. 

O ator chegou inclusive a utilizar a palavra ”ilegal” quando foi questionado pelo público ao falar sobre a pesada restrição na cláusula. 

Mas aparentemente, tal proibição não se estende para os outros estúdios, como a Fox e sua produção dos filmes do Universo X-Men e que terá Josh Brolin, o ator de Thanos no universo Marvel, como o personagem Cable no vindouro Deadpool 2.

Talvez tal cláusula seja importante também para manter as aparências da marca e não deixar os seus atores já tão bem marcados como os importantes heróis e virem a ser confundidos caso façam filmes na DC com personagens da outra editora. 

De qualquer forma, a Marvel é mesmo extremamente rígida quanto a isso, e não veremos mesmo qualquer um de seus bem conhecidos atores lá irem trabalhar na DC, sua “rival”.

Comente!