» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter e fique por dentro de todas as notícias! «

Jeph Loeb e Tim Sale podemos dizer com certeza, é uma das melhores duplas das historias das Hqs. Suas histórias, maioria com cunho mais dramáticos e mais reflexivos  são marcantes. A dupla começou a fazer fama trabalhando para a DC. Na editora, a dupla fez grandes trabalhos como por exemplo Batman – O Logo Dia das Bruxas e Superman, As 4 estações.

O sucesso dos dois atraiu os olhos da concorrente da DC, Marvel Comics. Na casa das ideias, a dupla fez sucesso com a famosa trilogia das cores, que contam com as historias Demolidor Amarelo, Homem Aranha Azul e Hulk Cinza. Nessas histórias, os dois voltavam no tempo, ao início da carreira desses personagens quando suas bases foram definidas pelo grande Stan Lee, só que dessa vez com um cunho mais emocional, e trazendo a visão dos heróis sobre os fatos ocorridos.

A primeira história da trilogia foi Demolidor Amarelo. Na trama, Matt Murdock decide escrever uma carta para sua amada Karen Page, assassinada uns 2 anos antes no arco Diabo da Guarda, primeira história do Vol 2 do demônio de Hells Kitchen, escrita por Kevin Smith. O conteúdo de carta é focado principalmente no que o levou a ser tornar o Demolidor, e os seus sentimentos ao conhecer Karen e como ela mudou sua vida.

Loeb nos faz viajar no tempo, voltamos aos anos 60, ao momento em que o personagem foi definido por Stan Lee. Primeiro vemos de novo a morte do pai de Matt, Jack ” Batalhador” Murdock, algo que seria díficil não relembrar, visto que esse foi o estopim para que o Demolidor nascesse. Alias, nessa história vemos como nasceu o primeiro uniforme do personagem, que ele usou nas primeiras 7 edições do seu vol 1. O uniforme amarelo foi costurado a partir do roupão que o pai de Matt lhe deu após a sua última luta, o que dá um certo tom lírico a escolha.

Depois disso, vemos o avanço de sua carreira como advogado ao lado de Foggy como advogados, inclusive, tendo o Quarteto Fantastico como seus primeiros clientes. A dupla percebe que o escritório necessita de uma secretária, e Foggy faz varias entrevistas, uma mais desastrosa que a outra. Então chega ao escritório a personagem que seria uma das mais marcantes da historia do Demolidor, Karen Page.

Além de ser uma personagem muito importante na mitologia do Demonio de Hells Kitchen, Karen é o grande centro da HQ. A idéia da carta foi o jeito que Matt arrumou de lidar com a dor da perda de sua amada. Para manter a lembrança de Page viva, Matt relembra de fatos importantes do inicio das suas duas identidades. O fato do próprio Murdock ser o narrador da história, acrescente em muito a trama e dá o tom sentimental, visto que agora podemos ver tudo sob a ótica de Matt, e como ele via os fatos que estavam acontecendo.

Loeb sabe muito bem coordenar a história, e não deixa que ela se perca em nenhum momento. Junto com a carga emocional, temos também muita ação, visto que estamos falando de um dos melhores lutadores de arte marcial do universo marvel. E também serve para deixar a coisa interessante para quem lê. Mas não da pra negar que é o drama que sustenta tudo. Demolidor Amarelo não é apenas uma homenagem a Karen Page. É a história de Matt tentando afastar a culpa que sentia pela morte do seu pai e pela morte de sua amada. Murdock, por meio dos flashbacks, tenta se perdoar pelos traumas em sua vida, e se manter forte a partir daquilo que sempre foi uma grande característica sua, que é o senso de justiça e a vontade de fazer o bem. Por isso foi escolhido a cor amarela para dar nome a história. Não apenas porque foi a cor do primeiro uniforme, mas porque representa o medo e a dor do personagem, em relação ao seu passado.

Os desenhos de Tim Sale são realmente impecáveis, e ajudam e muito na hora de reviver o passado. Sale conseguiu de uma maneira muito bem feita fazer uma arte que lembrava e muito o ínicio do personagem nos anos 60. O trabalho do colorista Matt Hollingsworth é também bastante competente. O uso de uma variada paleta de cores relembra muito bem a época mais inocente dos quadrinhos, onde heróis eram heróis, e vilões eram vilões.

Demolidor Amarelo é uma belíssima história, que mistura muito bem aventura e romance. É uma trama que deixa ainda mais evidente porque Matt Murdock é um dos heróis mais complexos e mais interessantes das histórias em quadrinhos.

NOME: Demolidor Amarelo
EDITORA:Marvel Comics
ESCRITOR: Jeph Loeb
DESENHO: Tim Sale
COLORISTA: Matt Hoollingsworth

Comente!