» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Cuidado com os Spoilers!

A série está ficando cada vez mais intrigante, e ainda bem que eles conseguiram manter nesse novo episódio, o mesmo nível anterior, e se nos próximos capítulos forem melhorando ou pelo menos mantendo esse nível, talvez possamos ter a melhor série baseada em personagens da DC já feita. Mas também isso não é algo realmente difícil de se fazer, comparando com as séries já produzidas sobre os personagens da editoria, principalmente os feitos pela emissora CW.

Mas enfim, em relação a este capitulo. Enquanto no anterior não tivemos a participação de dois membros da equipe em favor da apresentação dos novos personagens, neste já temos a participação de todos os membros da equipe. E de fato eles tiveram uma grande evolução em comparação com o primeiro capitulo do show, bem, pelo menos a maioria.

A personagem Kory Anders, interpretada por Anna Diop, retorna aqui ainda em busca de respostas sobre quem ela é, já que ela está sofrendo de uma terrível amnésia. Mas é realmente estranho e totalmente inexplicável como ela achou a Rachel Roth (Teagan Croft) na casa onde ela e o Dick Grayson (Brenton Thwaites) estavam se refugiando. Parece que todos agora sabiam onde eles estavam, e os roteiristas não fazem questão de explicar ou pelo menos mostrar algo que levasse a isso.

Mas tirando isso, a Kory Anders no restante do episódio se mostrou uma personagem bem mais decente daquela apresentada no episódio piloto. A relação dela com a Rachel é realmente bem construída, e muito bem feita. Elas se compreendem e entendem a situação que cada uma está passando. Tanto que a Kory não quer deixar de ajudar a Rachel por nada, e com isso, a Rachel vê nela, uma nova protetora e guardiã, alguém com quem possa realmente contar.

Ainda tivemos aqui mais repostas sobre o que a Rachel é. Por todas as pistas levantadas nesse episódio, sabemos que ela é a filha de algum demônio realmente poderoso, e que ele precisa dela para poder chegar ao mundo dos humanos. Tem uma parte quando a Rachel e a Kory chegam a um convento de freiras, que aliás poderia ser mais explorada e aprofundando. Que uma Freira pede a Rachel para que ela olhe para pintura, e pergunta se ela consegue ver um homem emergindo das chamas nesse retrato. A resposta dela é bem vaga, mas isso já nos dá uma ideia do que surgirá em breve na série.

Em relação ao Dick Grayson neste episódio, tivemos aqui flashbacks bem intrigantes sobre o seu passado, mais especificamente quando ele foi adotado por Bruce Wayne. De primeira, eles parecem ser bem inúteis para o desenrolar do episódio. Mas então, vemos essa parte da vida do Dick foi mostrada para ressaltar a ligação que ele e a Rachel possuem. Quando eles estão sozinhos e perdidos, eles se tornam violentos e cometem vários erros. Mas quando guiados por alguém, como o Bruce Wayne no caso do Dick, eles são fortes e focados. Foi bom ver o quanto o Dick se espelha na Rachel, e estes flashbacks fizeram um bom trabalho quanto a isso.

Porém, durante os flashbacks são mostrada cena do Dick saindo da mansão do Bruce, usando as suas habilidades de acrobata, mas ao invés de usarem dubles ou pelo menos alguns efeitos práticos para mostrem isso. Não, eles resolvem trocar o Dick por um boneco inteiramente feito de computação gráfico totalmente perceptível e horroroso. Nem tentaram esconder o quanto o CGI desta cena estava terrível.

O personagem Gar Logan, interpretado por Ryan Potter, ainda continua sendo deixado de escanteio inexplicavelmente. Parece que os roteiristas não sabem mesmo o que fazer com o personagem ou como ele pode ajudar em todo o desenrolar da história. É realmente lamentável isso, mas esperemos que isso mude nos próximos capítulos.

O 3º episódio de Titans continua no mesmo nível estabelecido no episódio anterior, o que realmente é bom e bem promissor. Os personagens realmente estão melhorando e sendo mais desenvolvidos ao passo que a trama vai andando. Vamos torcer agora para que a série não desça o nível nos próximos capítulos.

Titans – 01×03: Origens (Titans – 01×03: Origins, 2018 – EUA)

Criado por: Greg Berlanti, Akiva Goldsman, Geoff Johns
Direção: Kevin Rodney Sullivan
Roteiro: Richard Hatem, Geoff Johns
Elenco: Brenton Thwaites, Teagan Croft, Anna Diop, Ryan Potter, Meagen Fay, Alan Ritchson, Minka Kelly, Lindsey Gort, Jeff Clarke, Melody Johnson, Jeni Ross, Logan Thompson
Emissora: DC Universe
Gênero:  Ação, Aventura
Duração: 45 minutos

Comente!