» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Pelo visto Titans será de fato uma série de altos e baixos, os dois capítulos anteriores mantiveram um bom nível que esperávamos que se mantivesse nos próximos capítulos, mas infelizmente isso não aconteceu. E acabamos por ter o primeiro episódio totalmente filler da série, e nesse momento, não há mais dúvidas que mais episódios como este devem surgir a qualquer momento. Mas, ainda sim, o episódio anda traz algumas coisas realmente boas, principalmente se tratando da introdução da Patrulha do Destino.

A Patrulha do destino surgiu nos quadrinhos na década de 60, como um grupo de exilados pela humanidade, por suas características peculiares, algo que o roteiro escrito por Geoff Johns traz muito bem. E é bom ver que a série está trazendo personagens mais antigos e esquecidos da DC Comics paras suas séries. Os personagens do grupo são realmente bem carismáticos e muito interessantes, talvez até mais que os próprios Titans.

O que evidencia ainda mais como a série continua martelando no tema sobre ser uma história sobre personagens marginalizados e exilados da sociedade. Mas que consegue ser bem escrito e interessante de acompanhar para ver onde tudo isso vai levar ao menos. Afinal, todos devem ter ficado curiosos para saberem mais sobre a história de cada membro da Patrulha, principalmente em relação ao Garfield Logan (Ryan Potter), que finalmente teve uma aparição decente na série.

Enquanto nos outros capítulos tínhamos apenas aparições bem rápidas dele, agora finalmente tivemos muito mais além disso, já que ele é praticamente o destaque deste capitulo. O personagem além de ter se juntado a jornada da Rachel Roth (Teagan Croft), ainda teve a sua origem estabelecida aqui logo no início do episódio. Entretanto, a computação gráfica usada em suas transformações, assim como quando ele está transformado completamente em um Tigre, é realmente muito porca e mal renderizada. 

O seu relacionamento com a Rachel também é bem explorado, e todas as cenas deles juntos são muito boas, principalmente se tratando das discussões que eles tem quanto ambos são perigosos e poderosos. A atuação do Ryan Potter no papel não está nada ruim mesmo, a Teagan Croft ainda mostra ser bem aquém, porém não chega realmente a incomodar.

No entanto, o episódio realmente não avança em nada na trama. É apenas usado para estabelecer mais um grupo de heróis neste universo que o serviço de streaming da DC está construindo e também para finalmente deixarem de colocar o Garfield Logan de escanteio. Tanto que a única função do Dick Grayson (Brenton Thwaites) e da Kory Ander (Anna Diop) durante todo o episódio é apenas de encontrar a Rachel, nada mais além disso. Aliás, é impressionante como esqueceram até do Hank e da Dawn nesse episódio, esperamos que nos próximos eles voltem a aparecer ou pelo menos serem mencionados para sabermos como anda a situação médica onde a Dawn se encontra.

Por mais que tenha sido muito interessante conhecer os membros da Patrulha do Destino e sentir a dor e ver os problemas pelo qual cada um deles passa. Séria realmente melhor eles terem continuado com todo o mistério místico que envolve a Rachel e o culto que quer tanto pegar ela. Aliás, outros personagens que foram totalmente esquecidos neste episódio foi a infame Família Atômica, que no capítulo anterior já haviam feito um novo contrato para caçar e capturar a Rachel.

O quarto episódio de Titans é complemente inútil para a história principal da série. Mas pelo menos nos dá um vislumbre do que podemos esperar na vindoura série da Patrulha do Destino e também nos apresenta corretamente ao personagem interpretado por Ryan Potter. E ainda devo acrescentar que, essa equipe surgiu primeiro nos quadrinhos que os X-Mens, e sim, serviram de “inspiração” para a criação do famoso grupo da Marvel. 

Titans – 01×04: Patrulha do Destino (Titans – 01×04: Doom Patrol, 2018 – EUA)

Criado por: Greg Berlanti, Akiva Goldsman, Geoff Johns
Direção: John Fawcett
Roteiro: Geoff Johns
Elenco: Brenton Thwaites, Teagan Croft, Anna Diop, Ryan Potter, April Bowlby, Bruno Bichir, Jake Michaels, Matt Bomer, Brendan Fraser
Emissora: DC Universe
Gênero:  Ação, Aventura
Duração: 45 minutos

Comente!