Spoilers!

Similarmente ao que ocorreu em O Despertar da Força, Os Últimos Jedi deixou muitas dúvidas sobre o que ocorreu em seu desfecho. Por que e como Luke morreu? Qual a conexão entre Rey e Kylo? O que aquele menino olhando para as estrelas no fim do filme quer dizer?

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Este artigo busca jogar uma luz sobre tais questões, com explicações pautadas no que descobrimos ao longo dos filmes e outros materiais do universo expandido de Star Wars. Se ainda assim algo não ter ficado claro, não hesite em comentar abaixo, nos dizendo o que gostariam que expliquemos.

Com isso fora do caminho, vamos aos três finais de Os Últimos Jedi.

Quem é o menino no final do filme?

A mensagem final de Os Últimos Jedi é de que, apesar da Primeira Ordem reinar na galáxia, a esperança foi recobrada – a Rebelião renasceu e os Jedi sobrevivem através de Rey. O menino que vemos ao término da obra reforça esse ponto, demonstrando um garoto sensitivo à Força e que acredita nos ideais da Resistência.

Como já foi apresentado antes (especialmente na trilogia prelúdio), os sensitivos à Força são identificados e escolhidos pelos Jedi para se tornarem padawans. O simples fato de um ser mostrado tão em evidência dá indícios de que a Ordem irá renascer. Além disso, sua postura, observando as estrelas remete ao olhar de Luke para o pôr do sol duplo em Tattooine, antes dele entrar em sua jornada em Uma Nova Esperança.

Vale lembrar que uma nova trilogia, comandada por Rian Johnson (diretor de Os Últimos Jedi) foi confirmada pela Disney e podemos acabar vendo histórias focadas nesses jovens trilhando o caminho da Força. Resta esperar para saber se esse menino em específico terá um papel relevante no futuro, mas, por enquanto, ele representa uma nova esperança.

A conexão de Rey e Kylo Ren

Aqui entraremos mais ainda no território da especulação.

De acordo com Snoke, foi ele quem criou o elo entre Rey e Kylo, permitindo que ambos dialogassem e se enxergassem através da Força. Todas as visões que ambos enxergam, portanto, foram parte das maquinações do Supremo Líder, que visava atrair Rey para sua própria nave.

No entanto, próximo do fim, vemos os dois compartilhando mais uma dessas visões, mesmo depois da morte de Snoke – o que pode gerar algumas teorias sobre o porquê dessa conexão não ter sido desfeita quando o Supremo Líder da Primeira Ordem foi assassinado.

A primeira delas, e mais óbvia, é que Snoke apenas criou a conexão, a partir daí ela permanece mesmo sem sua intervenção, precisando ser ativamente desfeita por alguém. Isso claro poderá ser um grande estorvo para os dois, visto que nenhum deles, aparentemente, entende muito bem como isso funciona.

Outra possibilidade é que Snoke mentiu e não foi o responsável por essa conexão da Força. Com isso, mais teorias surgem, uma delas sendo a de que tal vínculo foi estabelecido em O Despertar da Força, graças aos muitos encontros entre Rey e Ben Solo. Por outro lado, é possível que eles sejam familiares de alguma forma, o que significaria que Kylo mentiu quando disse que os pais de Rey eram ninguém. Claro que isso gera o problema de Han e Leia não saberem quem ela é.

Por fim, a última possível teoria é que Snoke ainda está vivo. Considerando que Darth Maul sobreviveu ao mesmo ferimento, isso é inteiramente possível. Além disso, não seria algo inédito em Star Wars ver um ser capaz de trocar de corpo – isso é bem recorrente no universo expandido (Legends) e a Disney poderia muito bem utilizar tal conceito.

Se tivéssemos de apostar, contudo, seria na primeira teoria.

A morte de Luke

Chegamos, enfim, ao ponto que mais gerou dúvidas no filme: a morte de Luke Skywalker. Em uma sequência bastante simples, que mostra o pôr do sol com dois sóis, o início e final da jornada do fazendeiro que aprendeu os caminhos da Força se encerra. Meditando sobre a pedra na ilha de Ahch-To, após utilizar a Força para aparecer na batalha de Crait, Luke desaparece.

Durante as interações entre Rey e Luke na ilha, descobrimos que o Skywalker foi até lá para morrer, ele largou o manto do Jedi de lado e se tornou um eremita, exilado em um planeta desconhecido, não muito diferente do que Yoda fizera após os eventos de A Vingança dos Sith. Luke, porém, é convencido de que deve agir e chega a ganhar tempo para que a Resistência fuja da primeira ordem – por que, então, ele acabou morrendo no fim?

Quando descobrimos que sua presença em Crait era mera ilusão, vemos o mestre Jedi suado e claramente cansado, demonstrando o esforço que ele teve de fazer para criar sua ilusão em um local tão distante. Sua morte, portanto, pode ter sido consequência disso, do gasto de energia provocado por essa atividade. Isso, contudo, entraria em conflito com a própria essência da Força: ela é gerada por todos os seres vivos e não é uma energia interna do Jedi – ele apenas a manipula, portanto é um recurso inesgotável, pautado na conexão do indivíduo com ela. Admitir que ele pode morrer por isso, significa que ele faz uso da Força dentro de si, indo de encontro com o que ele próprio disse durante o filme. Luke, portanto, não pode ter morrido de exaustão.

Chegamos, pois, ao verdadeiro motivo de sua morte: ele cumpriu sua missão. Sim, exatamente isso, ele passou o bastão para Rey, que há de reviver a Ordem Jedi, tanto pelos seus conhecimentos sobre a Força, quanto pelo que ainda tem de aprender, visto que levou consigo os textos sagrados que estavam na árvore em Ahch-To (eles podem ser vistos, no final do filme, dentro da Millenium Falcon).

Luke enxerga que o futuro dos Jedi está na nova geração e que deve abrir espaço para eles, similarmente ao que Obi-Wan e Yoda fizeram – ambos também desapareceram, deixando o futuro nas mãos de Luke, durante a trilogia original. Claro que isso não quer dizer que nunca mais veremos o mestre Skywalker, afinal, ele ainda pode aparecer sob forma de fantasma da Força.

Naturalmente que essa visão sobre a nova geração dialoga com a própria essência dessa nova trilogia, além de nos levar de volta ao ponto inicial, sobre o menino olhando para as estrelas.

O Último Jedi morreu, agora Rey é a última Jedi.

Comente!