Informações técnicas

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter e fique por dentro de todas as notícias! «

Distribuição: Sony
Duração: 116 min
Discos: 1
Embalagem: Amaray
Luva: Não
Preço: R$ 39,90

Vídeo

Razão de aspecto: 2.39:1
Resolução: 480i
Codec: MPEG-2

Áudio

Inglês: Dolby Digital 5.1 
Português: Dolby Digital 5.1 
Espanhol: Dolby Digital 5.1 

Análise

O Filme

★ ★

Quem acompanha o site sabe como amei A Chegada, uma obra-prima para um ano tão ingrato com o cinema como foi 2016. A ficção científica de Dennis Villeneuve é um retrato de como é possível abordar temas tão complexos como tempo e morte a partir de uma história de invasão alienígena. O capricho estético é apenas uma benesse, perto do enredo tão intrigante e magnético. A dra. Louise Banks já entrou na lista das personagens mais interessantes proporcionadas pelo gênero. É sempre muito gratificante falar desse filme que ao abordar conflitos de linguagem, em todas as suas falhas e belezas, consegue se tornar um dos maiores elogios da gramática visual da História do Cinema. Entenda mais na nossa extensa crítica que garanto a vocês que vale muito a leitura.

Xenolinguística: Para Compreender A Chegada (30 minutos)

Algo que já precisa ser destacado imediatamente é o tratamento dos extras desse DVD e do Blu-ray (que possui mais extras do que na versão que analisamos). A Chegada recebe minidocumentários para abordar em detalhes aspectos da produção. Logo, temos muito material de bastidores conveniente ao assunto tratado, além de entrevistas diversas com o diretor, roteirista, autor do conto original, figurinista, designers de produção e fotógrafo somente nesse primeiro extra.

Então há uma boa estrutura, como se fosse um curta metragem, para elaborar um verdadeiro estudo sobre o filme. Villeneuve aborda elementos bastante interessantes, principalmente no design das criaturas. Ele e Heisserer explicam que gostariam de fazer um sci-fi extremamente original. E, apesar de não citar outros filmes, deixam a entender que conseguiram criar um marco para a ficção científica no cinema (o que concordo).

Detalhes de efeitos práticos, de como a fotografia fora totalmente incorporada aos cenários, sobre detalhes do quão feio o figurino precisava ser, entre outros elementos sempre muito interessantes colocados em pauta. O único defeito, talvez, seja condicionar muitas áreas para um extra que, apesar de longo, não consegue fazer justiça para a maioria delas.

Assinaturas Acústicas: O Design de Som (14 minutos)

★ ★

Um extra fabuloso com os principais responsáveis pelo Som vencedor do Oscar. 14 minutos inteiros dedicados a entregar uma ótima experiência sobre mixagem e edição sonora. Como A Chegada tem muito espaço para a criatividade, é cativante escutar como os dois editores principais caçaram sons naturais para misturá-los inteiramente até resultar no dialeto dos alienígenas que possuem, inclusive, diferenças tonais para cada um deles.

Muitas linhas de diálogos também são trabalhadas para conferir o aspecto eletrônico, já que muitas das conversas são através de televisores, telefones, rádios. O árduo trabalho para modular a voz não seguiu o caminho padrão que seria aplicar um filtro qualquer, mas foram regravadas a partir da reprodução dos equipamentos utilizados. O extra também conta com material valioso dos bastidores do filme, além de algumas opiniões muito bacanas de Villeneuve para o setor de som.

Conclusão

Mesmo com o DVD não recebendo todos os extensos extras presentes no blu-ray (o qual evidentemente recomendamos), ainda é uma compra muito válida. A presença desses extras engrandece o lançamento de um filme que considero obrigatório na coleção de qualquer cinéfilo. Um lançamento satisfatório perto das limitações da mídia.

Agradecemos a Sony Pictures pela cópia cedida para a análise.

Comente!