A E3 2017 finalmente acabou, deixando muitos jogadores com um gostinho de quero mais de jogos esperados para os próximos anos. Apesar da Nintendo surpreender com Metroid Prime 4 e a Ubisoft explodir nossas cabeças com o incrível anúncio de Beyond Good & Evil 2, reunimos em uma lista os principais desaparecidos do evento e onde podemos encontrá-los em um futuro (não tão) distante.

Menções Honrosas:

Antes de começar não podemos esquecer de alguns títulos que imaginávamos que estariam na feira em nossas previsões mas acabaram não aparecendo. Confira a lista dos M.I.A. que, apesar de não constarem no nosso Top 10, fizeram muita falta:

Dreams
Bloodborne 2 (ou qualquer projeto que a From Software esteja trabalhando)
Shenmue 3
Starfield (ou novo RPG da Bethesda Studios)
Shadow of the Tomb Raider
Borderlands 3
Novo jogo da Rocksteady (Batman?) 
Vingadores da Square Enix
Shin Megami Tensei para Switch
No More Heroes 3
Dragon Quest XI (confirmação de lançamento para o Ocidente)
Mini-SNES
Virtual Console para o Switch
Super Smash Bros. 4 para Switch
Novo jogo da Retro Studios
Phantom Dust
Halo 6

10- Star Wars da Visceral

Apesar da EA ter focado boa parte de sua conferência em um título baseado em Star Wars com Battlefront II, sentimos falta dos outros projetos inspirados na franquia que a empresa já tinha confirmado que estava desenvolvendo. O principal deles é com certeza o projeto capitaneado por Amy Hennig, criadora de Uncharted, junto com a equipe da Visceral Studios. Mesmo recebendo um pequeno teaser na E3 do ano passado, parece que a EA decidiu guardar o projeto para o futuro. Porém, o que mais preocupa é que o jogo deveria sair ano que vem. Será que eles guardaram para não entrar em conflito com Battlefront II ou o jogo vai precisar mais tempo antes de ser mostrado novamente?

9- The Elder Scrolls VI

Muitos já diziam que seria difícil a Bethesda anunciar qualquer coisa sobre o novo jogo da série The Elder Scrolls. E isso se mostrou um fato, especialmente vendo que Skyrim, o jogo anterior da franquia e com quase 7 anos de idade, ainda oferece tantas possibilidades de dinhei…quero dizer, de oportunidades tecnológicas, como o port para os óculos VR e o Nintendo Switch. O jeito agora é aguardar novidades do estúdio para o ano que vem, seja The Elder Scrolls VI ou algo completamente novo que o estúdio de Todd Howard esteja planejando.

8- Cyberpunk 2077

Sim, a CD Projekt Red já tinha confirmado que não veríamos nada de novo deste ambicioso projeto, mas mesmo assim é um pouco decepcionante não recebermos nenhuma informação nova de Cyberpunk 2077, um dos jogos mais aguardados após o enorme sucesso de The Witcher 3. Como a produtora disse anteriormente, 2017 é o ano do Gwent, o jogo de cartas da franquia de Geralt, então esperamos que até a E3 do ano que vem possamos ver algo de novo do RPG.

7- Final Fantasy VII Remake

Com as recentes notícias que o desenvolvimento do aguardado remake de Final Fantasy VII tinha sido transferido para os estúdios internos da Square Enix (antes desenvolvido em parceria com o estúdio CyberConnect2), é difícil dizer o que esperar de novidades deste título a partir de agora. Especialmente quando falamos da empresa mestre em anunciar jogos de forma prematura, levando os fãs aguardar quase uma década para o lançamento de seus jogos. Juntando isso ao fato que até Kingdom Hearts 3, um projeto com mais tempo de desenvolvimento, também teve uma participação tímida na feira, se resumindo a apenas um pequeno trailer de gameplay mostrado em um evento fora da E3, podemos esperar uns bons anos até termos em mãos o jogo de Cloud e companhia.

6- Novo Jogo da Sucker Punch

Sim, a conferência da Sony deixou a desejar em termos de anúncios. Enquanto muitos esperavam algo novo de Bloodborne ou de suas parceiras third-party como a Capcom, o estúdio first-party que definitivamente fez mais falta foi a Sucker Punch, criadora de inFamous e Sly Cooper. Sem nem sinal do que podemos esperar do estúdio (anteriormente cotado como os desenvolvedores do jogo do Spider-Man, antes do anúncio oficial de que era a Insomniac por trás do projeto) fica a dúvida se veremos um título novo ou uma continuação de suas franquias. Shuhei Yoshida, presidente da Sony Worldwide Studios, já revelou que jogou algumas vezes o novo projeto do estúdio, dizendo que será revelado quando for a hora certa. Esperamos que essa hora chegue o mais rápido possível. Quem sabe na Playstation Experience em dezembro deste ano…

5- Death Stranding

They played us like a damn fiddle! Outro jogo confirmado que não estaria no evento, porém, como incontáveis vezes, é difícil de acreditar nas palavras de seu criador, Hideo Kojima, após décadas de quebras de expectativas através de seus anúncios e jogos (lembram de MGS 2 e do misterioso anúncio de MGS V: Phantom Pain?). Mas dessa vez, infelizmente, era verdade. Com alguns rumores de que veríamos mais um trailer apresentando a personagem feminina principal do jogo (com especulações apontando para Scarlett Johansson ou Emma Stone), agora a dúvida fica se Death Stranding sumirá por um bom tempo antes de voltar aos holofotes das conferências da Sony ou poderemos esperar novidades ainda este ano, com a conferência da empresa na Tokyo Game Show ou na PSX em dezembro. 

4- Resident Evil 2 Remake (ou Onimusha, Devil May Cry 5, Mega Man, etc)

Após o anúncio surpresa e a recepção extremamente positiva de Resident Evil VII: biohazard, esperávamos que a Capcom poderia nos surpreender mais uma vez trazendo mais informações sobre o remake de Resident Evil 2 ou de suas incontáveis franquias dormentes. Apesar de já ter sido confirmado em desenvolvimento no ano passado, o jogo sumiu do radar e não teve nenhuma novidade até hoje. Aliás, tirando a agradável surpresa de Monster Hunter World e a (criticada) demo de Marvel Vs Capcom Infinite, a empresa mostrou quase nada do que os fãs esperavam. Um novo Devil May Cry? Não. Um novo Onimusha? Nem sinal. Um novo Mega Man? Hahahahah. Apesar disso, ainda temos esperanças de que a empresa vai anunciar algo bacana nos próximos meses. Ano passado ela anunciou MvC:I na PSX, então porque não repetir as surpresas no evento?

3- Splinter Cell

Após tantos anos de expectativas e decepções esperando alguma informação, quase choramos com o surpreendente anúncio de Beyond Good & Evil 2 no final da conferência da Ubisoft. Mas isso não tira o fato de que estávamos esperando um outro retorno pela empresa. No fim, não houve sinal de Sam Fisher e seus icônicos óculos de visão noturna. A dúvida fica se a empresa ainda está planejando um retorno ou a franquia não vai ver a luz do dia por um bom tempo. Yves Guillemot, CEO da companhia, disse para os fãs não se preocuparem pois eles não esqueceram da franquia, falando que a empresa já anda muito ocupada com outros títulos baseados no universo Tom Clancy (The Division, Rainbow Six: Siege e Ghost Recon: Wildlands, por exemplo). Agora é esperar o final da conferência da empresa para o próximo ano. Enquanto isso, BEYOND GOOD & EVIL 2 existe!

2- Red Dead Redemption 2

Era difícil acreditar que a empresa mostraria as caras na E3 após anos sem se importar com o evento, mas com os rumores de que a empresa estaria na conferência da Sony, junto com notícias especulando sobre um possível Bully 2 (que aliás, foi tudo uma brincadeira criada pelo site que “vazou” o jogo), a Rockstar nunca fez tanta falta como este ano, especialmente após vermos uma Microsoft necessitada de mostrar gráficos incríveis no 4K, que seriam muito bem exemplificados com algum gameplay do novo Red Dead Redemption. Porém, com o recente anúncio de que o jogo tinha sido adiado para o ano que vem mostra que o estúdio se importa em polir ao máximo seus projetos e evitar fiascos como Mass Effect: Andromeda, mostrando apenas quando estiver realmente pronto. Sem pressa, Rockstar, nós confiamos em vocês!

1- The Last of Us Part 2

Apesar de diversos títulos terem pulado a conferência da Sony este ano, talvez o mais aguardado pelos gamers é a continuação de The Last of Us. Após o anúncio na PSX do ano passado, o jogo não deu mais sinais de vida, com o diretor Neil Druckmann dizendo que o jogo está bem no início de seu desenvolvimento. Outros fatores levaram o game a ficar ausente do evento, como o foco da Naughty Dog em mostrar Uncharted: Lost Legacy, o último suspiro da franquia após o incrível Uncharted 4, e dar ênfase de que o título não é apenas um DLC do título anterior, tendo uma boa duração e uma história completamente à parte das aventuras de Nathan Drake em Libertalia. Outra questão envolve outros jogos como Days Gone e God of War, títulos que claramente seguem um estilo muito parecido com TLoU, o que causaria uma certa fadiga no público se fossem mostrados um atrás do outro. É possível que o título esteja muitos anos longe de sair, porém, nossas esperanças ainda recaem para alguma novidade na PSX deste ano, o que faria sentido já que o título foi anunciado lá. E com Lost Legacy fora da jogada e Days Gone provavelmente sem muitas novidades para o evento, é possível vermos mais uma vez Ellie daqui a apenas alguns meses.

 

E você, sentiu falta de algum outro jogo? Comente abaixo!

Comente!