Dessa vez batizado como Briefing de 2017, a conferência da E3 da Microsoft para o Xbox foi, digamos, boa. Sem mais delongas, aprendendo com o show que a Sony deu no ano passado, Phil Spencer subiu ao palco para tirar o elefante da sala. Em um vídeo conceito, finalmente conhecemos o nome oficial do Project Scorpio: Xbox One X.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Isso oferece um alívio para muitos consumidores e frustração para outros. Ainda não houve a quebra de geração que muita gente aguarda. O One X é apenas um parrudo console de meio-ciclo que chega para tirar essa geração do atraso em relação a conteúdo 4K, HDR e sistemas sonoros como o Dolby Atmos. O console então chegará no dia 7 de novembro desse ano, mês tradicional para receber novos consoles e os jogos mais expressivos da temporada – isso ocorre para todos disputarem as vendas no Natal com uma boa parcela de descontos.

Talvez o único inimigo do X seja seu preço: 499 dólares no lançamento, sem opções diversas com tamanhos diferenciados de HDs internos. O console virá na cor padrão: preto.

Esclarecido isso, o filão de games começaram a ser anunciados um atrás do outro, sem parar. O anúncio de Forza Motorsport 7 promete trazer o game mais impecável de driving sim já visto até agora, contando com mais de 700 veículos à escolha do jogador. Esse é o carro-chefe do Xbox para esse ano.

Tanto que logo após, Spencer subiu novamente para falar o que veríamos a seguir: o anúncio de 42 jogos sendo 22 exclusivos para as plataformas Microsoft.

Os Exclusivos que não empolgam

O começo do line up foi fortíssimo com um ótimo trailer de gameplay anunciando o novo capítulo da franquia Metro: Metro Exodus. O game deve sair para PS4 também, em 2018.

Já a Ubisoft finalmente tomou vergonha na cara e divulgou dois trailers: um cinematográfico e outro de gameplay para confirmar a existência do game mais vazado da década – Assassin’s Creed Origins. O game se passará no Egito Antigo, em um extravagante mapa aberto, contando a história do assassino Bayek, irmão fundador da Irmandade dos Assassinos. Felizmente, o game sairá em breve: 27 de outubro de 2017. Particularmente, boto fé nesse novo AC.

Um novo game de luta 2D de Dragon Ball também foi anunciado com Dragon Ball Fighter Z

Então houve uma pequena bateria de vídeos jogos novos como Black Desert, um MMORPG que já existe no PC há um tempo:

Outros anúncios mostraram trailers breves de jogos que basicamente não dizem muita coisa sobre do que se tratam como The Last Night, Battlegrounds, Deep Rock Galactic, The Artful Escape, The Darwin Project, Code Vein e Tacoma. Os vídeos estão todos listados abaixo e, boa parte desses títulos é exclusiva da MS. O problema é, não sabemos nada do que se trata e pelos trailers, não desperta a menor vontade de jogar. Muitos desses serão os jogos que vão acompanhar o X no dia de seu lançamento. Ah, no meio disso tudo também anunciaram um pack de texturas para Minecraft – vai rodar lisinho em 4K.

Depois dessa leva inteira de trailers que arrancaram pouco ou nenhum aplauso, os jogos ganharam mais consistência (ainda que com trailers razoáveis como no caso de State of Decay 2 e o anúncio Life is Strange: Before the Storm que será lançado em 31 de agosto separado por 3 episódios).

Finalmente para animar um pouco o clima, Sea of Thieves ressurge das sombras em um divertidíssimo gameplay, além de ganhar um espaço de lançamento para o começo de 2018. O vídeo mostra mais da jogabilidade, gráficos mais carismáticos e interessantes, além de uma boa dublagem.

Também houve o anúncio de um game que será lançado muito em breve (29 de setembro), um exclusivo de plataforma que bebe na fonte de Crash Bandicoot e Sonic. Trata-se de Super Lucky’s Tale, um joguinho carismático, mas que precisa de mais consistência e originalidade para provar

Já o promissor Cuphead retornou em um breve vídeo somente trazendo sua data de lançamento: 29 de setembro desse ano. O segundo carro chefe da Microsoft a dominar a noite foi Crackdown 3 em outro trailer inexpressivo com diversas imagens de destruição e caos – uma abordagem bastante juvenil da companhia para vender um game destinado para jovens adultos. Ao menos o vídeo começa bem-humorado com a presença de Terry Crews. O game será lançado junto com o Xbox One X no dia 7 de novembro.

Já na tradição tivemos um vídeo Mix com diversos títulos já lançados e também dos que darão as caras no console em breve. Os games são Osiris, Raider, Unruly Heroes, Path of Exile, Battlerite, Surviving Mars, Fable Fortune, Observer, Robocraft Infinity, Dunk Lord, Minion Master, Brawlout, Ooblets, Dark and Light, Strange Brigade, Riverbond, Hello Neighbor, Shift e Conan Exiles.

Após o mix, a Microsft tirou o pé do acelerador mostrando poucos títulos novos, mas revelando um gameplay novíssimo de Shadow of War que exibe novamente o sistema Nemesis de conversão de aliados.

Depois, os dois exclusivos novos que realmente chamaram a atenção foram Ashen, um game misterioso que parece ser de aventura de arqueologia e Ori and the Will of the Wisps, sequência do aclamado Ori and the Blind Forest. Os dois trailers são espetaculares e envolvem bastante. Tudo segue programado para 2018.

Novamente Spencer surge no palco para encerrar a cerimônia, mas com dois bons ótimos anúncios. O primeiro deles é que a retrocompatilidade do Xbox One agora abrangerá títulos do Xbox original. O jogo anunciado para ilustrar a felicidade dos games foi Crimson Skies que também receberá melhorias de resolução e jogabilidade para o lançamento do programa no final desse ano.

Enfim, como o grand finale de uma cerimônia razoável, a EA cumpre sua promessa em revelar de modo apropriado Anthem para o mundo, o novo jogo do time principal da Bioware que será lançado em 2018. E realmente, é algo para ficar embasbacado. Um mundo sandbox imenso, uma mitologia incrível na história promissora, armas em exoesqueletos chamados javalins, florestas densas e ricas e clima dinâmico. Sensacional! Agora é aguardar pelas próximas surpresas da E3 2017!

Comente!