Apesar de ser muito improvável que a CW mate um de seus heróis de maior sucesso na televisão, a adição do personagem Monitor no episódio crossover deste ano do Arrowverso pode indicar que o fim esteja próximo para o Flash.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Como há o Monitor, também existe o Anti-Monitor, personagem que mata Barry Allen na saga Crise nas Infinitas Terras.

Na série do Flash, logo no primeiro episódio, é indicado que o Flash desapareceria em 2024 (como lê uma chamada em jornal na série) e o showrunner já disse que o crossover irá lidar com isso de alguma forma. Entretanto, é bem provável que o Flash morto seja Wally West ao contrário de Barry Allen.

Segundo o Hollywood Reporter, a missão dos heróis será deter John Deegan (Jeremy Davies), um médico do Asilo Arkham de Gotham, que pode ser até mais louco que os pacientes tratados por ele. As maquinações do vilão levarão Arqueiro Verde (Stephen Amell), The Flash (Grant Gustin) e Supergirl (Melissa Benoist) para a cidade do Batman.

O novo crossover também trará de volta o Superman (Tyler Hoechlin) e vai introduzir os personagens Lois Lane (Bitsie Tulloch), repórter e namorada de Clark Kent (a versão civil do Superman), a heroína Batwoman, que será interpretada por Ruby Rose, e Nora Fries (Cassandra Jean Amell), a esposa do Sr. Frio.

Os episódios crossover do Arrowverse começarão em 9 de dezembro nos EUA em The Flash, continuando no dia seguinte em Arrow e sendo concluído no dia 11 de dezembro em Supergirl. Legends of Tomorrow ficará de fora do encontro entre as séries desta vez.