Contém spoilers

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Um dos maiores problemas envolvendo a introdução de Han Solo no primeiro Star Wars é sua tentativa de mostrar a velocidade da Millennium Falcon, claro que ele estava apenas tentando se vangloriar quando disse que a nave fez a corrida de Kessel em menos de 12 parsecs – o que ele (e George Lucas) não levaram em consideração é que parsec é uma medida de espaço e não de tempo, o que levantou muitas sobrancelhas ao longo dos anos, inclusive a de Ben Kenobi.

Agora, com Han Solo: Uma História Star Wars, essa pequena inconsistência foi explicada e, de fato, passou a fazer sentido!

Quando tentam escapar de Kessel no novo spin-off, Lando diz que é impossível percorrer esse trajeto em menos de vinte parsecs – é um caminho perigoso e a única rota segura é a com essa distância. Basta pensar na corrida de Kessel como se fosse um grande labirinto, no qual existem muitas saídas, mas somente uma é conhecida. No entanto, Han e sua equipe precisam entregar o combustível bruto antes que ele exploda, forçando-o a pegar um pequeno atalho, se aproximando da bocarra (Maw) mais do que deveriam. Com isso, Solo consegue sair dali em menos que 12 parsecs (arredondando para baixo).

Portanto, Han Solo: Uma História Star Wars finalmente fez as palavras de Han no primeiro Star Wars fazerem sentido.

Leia nossa crítica do filme.

Comente!