Mais uma matéria descrevendo abusos sexuais do produtor Harvey Weinstein foram reveladas através de uma reportagem do The New Yorker. Nele, três mulheres acusam o produtor de tê-las estuprado, descrevendo em detalhes os atos de Harvey.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter e fique por dentro de todas as notícias! «

As atrizes Asia Argento e Lucia Evans, além de uma terceira mulher que preferiu permanecer anônima, descreveram os momentos que Harvey as abusou. Argento diz que Harvey fez sexo oral nela em 1997, enquanto Evans foi forçada a fazer o ato no produtor em 2004.

“Eu disse, várias e várias vezes, ‘Eu não quero fazer isso, pare, não,’ Eu tentei fugir, mas talvez não tenha tentado o suficiente. Não queria chutá-lo nem lutar contra ele. Ele é grande. Ele me dominou. No final eu meio que desisti”, disse Evans. 

Harvey atacou a atriz Asia Argento depois de convidá-la para um evento da produtora Miramax no Hôtel du Cap-Eden-Roc. Porém, ao chegar no local, a atriz percebeu que não havia festa nenhuma e o convite era uma armação do produtor, que a esperava em um quarto reservado. Harvey então pediu para a atriz fazer massagem nele, levando assim ao abuso sexual. A atriz não tinha como fugir da situação.

As duas disseram que por conta de não conseguirem se desvencilhar do ataque do produtor se sentem culpadas do traumatizante ato. “O fato de ser uma vítima é que eu me sinto responsável”, disse Argento. “Porque se eu fosse uma mulher forte, eu teria chutado ele nas bolas e fugido. Mas não fiz. E então me senti responsável “.

Harvey foi acusado de décadas de abusos sexuais em atrizes e modelos na semana passada, levando a demissão do produtor no domingo pela sua empresa, a Weinstein Company. Ele atualmente é investigado pela agência de advocacia Debevoise & Plimpton.

Comente!