E o cinema mais uma vez perde um criador de sonhos de gerações. 

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Mais conhecido popularmente por ter dirigido o primeiro filme Rocky da clássica franquia e da trilogia Karatê Kid, o diretor faleceu recentemente aos 81 anos. 

A morte foi anunciada por Anthony, seu filho mais velho, relatando que seu pai havia sofrendo de um câncer pancreatico que fora a principal causa.

Avildsen foi marcado pela sua carreira por ser conhecido pelo autor de história dos “underdogs”, os derrotados e desgarrados da sociedade que lutaram para se provarem o contrário. 

Marca essa registrada tanto em Rocky quanto Karatê Kid, mas também em algumas de suas pérolas esquecidas como o ótimo Sonhos do Passado sobre a história de um homem que queimou sua companhia pelo dinheiro do seguro, e o filme deu o Oscar de melhor ator à Jack Lemmon.

Ou o excelente Joe – Das Drogas à Morte estrelando Peter Boyle interpretando um trabalhador de fábrica racista e iconoclasta em uma exploração de hippies e assassinatos, onde abordou as culturas em mudança do país mostrando sua vertente mais sócio-política. Que puderam ser vistas em Estranhos Vizinhos de 1981 que lidou com as excentricidades da vida suburbana ou Meu Mestre, Minha Vida estrelando Morgan Freeman como um diretor de escola tentando afastar e ajudar estudantes do mundo da violência e drogas.

Não perdemos só um diretor de um clássico, perdemos também um tão excelente cineasta que deu vida à extraordinários e complexos personagens. 

E só vai deixar saudades e alguns ótimos filmes para nós!

Comente!