Já faz parte do calendário cultural brasileiro e de São Paulo assistir aos filmes da Mostra Internacional de São Paulo. Como ocorre em toda edição há uma vasta programação e sempre com ótimos filmes de qualidade, são tantos títulos que o cinéfilo se perde em saber quais assistir. A seguir uma lista com os principais nomes a serem conferidos na 42ª edição do evento. 

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Podres de Ricos

Podres de Ricos é uma produção dirigida por Jon M. Chu (Truque de Mestre: O 2º Ato) e terá sessões na Mostra de SP antes mesmo da estreia em novembro. Filme liderou a bilheteria americana levando com que os produtores logo se apresassem e confirmassem uma sequência. Na trama, Rachel Chu (Constance Wu) vai para Singapura conhecer a família de seu namorado, eis que ela descobre que ele não era quem aparentava ser, sendo herdeiro de uma família rica e muito conhecida. Comédia de primeira e com uma história simples, bem construída e com uma mensagem interessante. 

Culpa

Possivelmente um dos filmes mais intrigantes e surpreendentes que compõem a 42ª Mostra.  Gustav Möller cria um thriller de dar inveja a muitos blockbusters do gênero ao criar uma atmosfera de suspense que intriga o telespectador e faz com que o mesmo se insira na trama, ficando no lugar do atendente da emergência que precisa ajudar uma moça que foi sequestrada. O filme todo se passa na sala de atendimento telefônico da emergência e com o tempo vamos descobrindo o que realmente é tudo aquilo que está ocorrendo. 

3 Faces

Jafar Panahi (Táxi Teerã) dirige e protagoniza esta produção que tem como foco central mostrar como é a vida provinciana ao norte de seu pais, em que as tradições são muito fortes e ditam a vida cotidiana das pessoas. Em muitas de suas produções, Jafar nos trouxe histórias em que o foco eram as mulheres, como em Fora de Jogo em que mostra um grupo de mulheres que tentam entrar em um campo de futebol. 3 Faces é um relato humano e bastante atual e que dialoga com questões do mundo moderno.

Guerra Fria

Uma das produções mais belas dessa mostra traz um romance que tem como pano de fundo a União Soviética governada com mão de ferro de Stalin. Ambientado a partir do período do pós-guerra em que a URSS vivia a Guerra Fria. O foco está na paixão entre os protagonistas que vai se seguindo através do tempo, enquanto o tempo passa a jornada dos dois em ficar juntos se torna mais complicada. Sensível, lindo e vibrante Guerra Fria é uma das grandes apostas da Mostra de SP.

The Man Who Killed Don Quixote

Com mais de quinze anos de desenvolvimento finalmente Terry Gilliam (Os 12 Macacos) tirou do papel sua produção adaptada da obra de Miguel de Cervantes. Produção faz um relato da obra Don Quixote e é contada no estilo de uma fábula apresentando Sancho e Don Quixote em várias aventuras, contra moinhos de ventos e inimigos que encontram pelo caminho.

Em Chamas

Pré-indicado ao Oscar pela Coréia do Sul é uma produção intrigante que dialoga sobre a solidão. A direção fica a cargo de Lee Chang-dong que já havia feito um belo trabalho em Poesia e aqui volta a nos agraciar com sua bela direção. O elenco conta com a presença do ator Steven Yeun que até pouco tempo atrás integrava a série de zumbis Walking Dead.

A Casa Que Jack Construiu

Após um hiato de cinco anos o diretor Lars Von Trier retorna com uma história que não é para quem tem estômago fraco. A Casa Que Jack Construiu tem indicação de idade para 18 anos e conta a história de Jack (Matt Dillon), um serial killer cruel e sádico. Filme é um dos mais aguardados pelos fãs do diretor que poderão assisti-lo em primeira mão no evento.

Operação Overlord

Inicialmente Operação Overlord havia sido pensado para estar inserido no universo de Cloverfield, mas mudaram de ideia e ao que parece não terá nada a ver com a histórias dos monstros alienígenas. É uma produção esperada pelos fãs de  J. J. Abrams que é o produtor do longa, e que apresenta um terror com monstros usando a guerra como cenário para o nascimento desses seres

A Favorita

Ambientado na Inglaterra do século XVII, o drama A Favorita conta com um elenco de peso, com Rachel Weisz como a Duquesa de Marlborough, Emma Stone interpretando a criada Abigail e Olivia Colman no papel da Rainha Ana. É um longa que certamente estará no Oscar 2019 em algumas categorias e que só irá estrear em janeiro de 2019. É uma grande chance para quem não quer aguardar a chegada aos cinemas.

Infiltrado na Klan

Entre as produções mais relevantes e mais aguardadas pelo público da Mostra está certamente o filme Infiltrado na Klan de Spike Lee. Trama mostra como dois policiais se infiltraram na organização Klu Klux Klan, sendo que o policial que começou a se infiltrar era um policial negro. Produção é adaptada do livro de Ron Stallworth e traz uma análise profunda e atual sobre a cultura do ódio.

Menção:

Roma – Irá fechar a Mostra Internacional de Cinema

Comente!