Game of Thrones é uma série marcada não apenas pela ótima trama em que todos personagens estão envolvidos, nem pelas cenas de nudez ou de violência, mas também pelas excelentes cenas de lutas e batalhas. Digamos que esse é o diferencial da série, enquanto outras optam por focar em batalhas menos produzidas e de menor impacto aqui encontramos duelos de alta qualidade envolvendo grandes personagens da história. Às vezes, o final desses confrontos quase sempre não são tão felizes para o lado que torcemos. Aqui listamos os principais embates envolvendo Lannisters, Starks, Targaryens entre outros. 

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

10. Ned Stark Vs. Jaime Lannister

1ª Temporada – Episódio 5

Se há uma luta em Game of Thrones em que nunca saberemos quem se saiu vencedor, essa batalha é entre Ned Stark e Jaime Lannister que ocorreu na 1ª temporada, especificamente no episódio 5. Jaime foi em busca de seu irmão que havia sido preso por Ned e para isso comete o crime de matar os guardas do conselheiro do Rei e aí que acontece o tão famoso duelo entre os dois. Ned é um homem honrado e Jaime desde o início da série se mostrou um canastrão que cometia crimes para defender a família. Essa luta entre Ned e Jaime ficou famosa justamente por não sabermos quem saiu vencedor do embate, nem no livro, nem na série. Ned não era tão habilidoso com a espada e Jaime era um garoto prodígio de Westeros. O melhor a ser feito foi mesmo dar por empatada a disputa com Ned sendo ferido por um dos guardas que acompanhavam Jaime. 

9. Euron Greyjoy vs. Yara e Theon Greyjoy 

7ª Temporada – Episódio 2

Essa já é uma batalha da nova temporada (7ª) e foi relativamente rápida, mas marcante. Foi praticamente uma batalha de família, mas muito estratégica para a Rainha Cersei Lannister que pretendia frear o avanço da tropa dos irmãos Yara e Theon Greyjoy que viajavam a mando de Daenerys Targaryen. Usando tática pirata, Euron dizimou a frota de navios dos irmãos em questão de segundos e não obteve resistência alguma. Foi uma bela cena que lembrou em alguns momentos cenas das batalhas da série Black Sails

8.  Stannis Baratheon vs. Ramsay Bolton

5ª Temporada – Episódio 10

A 5ª temporada nos trouxe outro ótimo confronto estratégico para a série, envolvendo Stannis Baratheon que tenta conquistar o Norte e assim ganhar força para tirar Cersei do poder e conquistar a coroa que ele achava ser sua por direito. Episódio ganhou o nome de Mother’s Mercy e foi dirigido por David Nutter, a questão apresentada é que Stannis estava com um exército debilitado pela fome e pelo frio e muitos haviam morrido pelo caminho, assim ficou fácil para Ramsay cercar seu exército. Stannis é um ótimo líder militar, mas será que seria um grande rei? Sua ambição o deixou cego e acreditou piamente no Deus do Fogo de que venceria. É uma cena rápida em comparação a outras batalhas, mas marcou pelo jeito que tudo foi mostrado, o exército inimigo o cercando e o derrubando. 

7Batalha de Castle Black

4ª Temporada – Episódio 9

Chegando próximo do término da quarta temporada e dirigido pelo experiente Neil Marshall (batalha de Blackwater) vemos o confronto entre Jon Snow contra os selvagens que ele tanto defendeu nos episódios seguintes. Na época, Jon Snow ainda não era o líder da patrulha da noite, nem havia sido proclamado senhor do norte. Ele era braço direito de Ser Alliser Thorne e juntos lutaram para frear o avanço inimigo além da muralha. Foi um confronto rápido, mas muito importante para a história por impulsionar novos personagens e dar mais vida a tramas seguintes que seriam importantes para a série. 

6Batalha de Blackwater

2ª Temporada – Episódio 9

Stannis Baratheon estava cego pelo poder e queria de todas as formas se tornar o rei dos cincos reinos, tanto que com uma frota colossal tentou invadir Westeros pelo mar, mas foi pego de surpresa com o uso do fogo vivo que acabou por devastar toda sua frota. O que torna essa cena grandiosa foi o efeito empregado nela, por ser de noite o verde do fogo tornou tudo um grande espetáculo fúnebre e uma batalha que estava perdida foi contornada com o uso de uma arma que há muito estava escondida no reino. Cena foi muito bem avaliada pela crítica especializada e recebeu dois prêmios Emmy.

5. Cerco de Meereen

4ª Temporada – Episódio 3

Dragões em cena sempre chamaram a atenção ainda mais quando liderados por Daenerys Targaryen. Ao cerco à Meereen, ela utilizou um exército de mais de 50 mil homens entre soldados e ex-escravos soltos das cidades escravocratas de Yunkai e Astapor, além de seus dragões. Os líderes fecharam a cidade e decidiram como tática queimar provisões para que o exército da Mãe dos Dragões morresse de fome, já que sua alimentação já era escassa quando chegou ali. Ao cair da noite, alguns homens entraram escondidos na cidade e conseguiram abrir os portões dela para que seu exército pudesse entrar. O que se viu a seguir foi um cenário de caos já que além do exército invadir Meereen também contou com a revolta dos escravos que mataram brutalmente muitos dos líderes de lá. É uma cena épica que colocou de um lado um grande exército contra uma grande fortaleza que era a Grande Pirâmide, mas nada fica impune ao julgamento de uma Targaryen

4. Batalha de Hardhome

5ª Temporada – Episódio 8

A batalha de Hardhome é um dos principais momentos da 5ª temporada de Game of Thrones por inserir no campo de batalha os White Walkers (popularmente chamados de caminhantes brancos). Como sempre é dito “o inverno está chegando” e com ele veio o exército dos white walkers que se confrontaram com o povo livre que reside além da muralha. Jon Snow estava os escoltando diretamente para a muralha quando foram atacados e tiveram que sair dali correndo, não antes de muitos serem mortos e irem se transformando. Os efeitos especiais empregados nessa cena foram essenciais para dar o ar realista que foi obtido. A região inteira e os White Walkers foram criados por computação gráfica de última geração. 

3. A Montanha e a Víbora

4ª Temporada – Episódio 8

Esse duelo entrou para a história das séries e provavelmente tem um dos finais mais chocantes de todos. Oberyn Martell (também conhecido como a Víbora Vermelha) era um personagem carismático e diferente do que estávamos acostumados a ver em Game of Thrones. Seu fim foi tão chocante que causou revolta em muitos, pois foi muito inesperado e pegou a todos de surpresa, depois disso ficou difícil ter certeza de qualquer outro personagem iria sobreviver. Fora que a luta contra o Montanha não foi nada fácil, o irmão do Cão é um brutamontes duro na queda. O erro de Oberyn foi o excesso de confiança, e assim se foi um dos melhores personagens de GOT. 

2. Daenerys Targaryen vs. Jaime Lannister

7ª Temporada – Episódio 4

A sétima temporada de Game Of Thrones não está decepcionando. No quarto episódio tivemos uma das batalhas mais intensas da série e nela pudemos acompanhar Daenerys Targaryen em ação. Jaime e sua tropa descansavam depois do saque feito ao Jardim de Cima, onde Olenna Tyrell a pouco havia sido morta. Eis que aparece a cavalaria Dothraki pegando a todos de supetão e para piorar Daenerys chega com seu dragão queimando a todos. O que se viu a seguir foi muita destruição e o exército de Jaime sendo reduzido a cinzas (literalmente). Essa é uma batalha importante para a série já que Daenerys deu um passo decisivo para tentar ocupar o trono que seria seu por direito, além de trazer consequências para Cersei que sofreu uma dura derrota no campo de batalha. A questão que ficou nesse confronto é: Se Daenerys tinha um dragão que dizimava a todos com grande velocidade porque usou o exército bárbaro para atacar? De longe se podia ouvir a tropa chegando fazendo com que os soldados de Jaime ficasse de prontidão. Se a mãe dos dragões aparecesse de surpresa certamente teria matado a todos sem perder um soldado se quer.

1. Batalha dos Bastardos

6ª Temporada – Episódio 9

É quase unanimidade que a Batalha dos Bastardos seja a principal cena de luta em Game Of Thrones. O embate entre Jon Snow e Ramsay Bolton por Winterfell foi épico em todos os sentidos. A gravação da cena foi inspirada em batalhas medievais antigas, entre elas está a Batalha de Azincourt, o filme de Akira Kurosawa (Ran) também influenciou a cena na parte do ataque da cavalaria. As filmagens levaram cerca de 25 dias e utilizaram 80 cavalos, 500 figurantes e mais de 60 dublês, totalizando mais de 600 pessoas trabalhando na cena. O melhor de tudo é que parece que a luta entre os dois é muito parecida com um episódio histórico que aconteceu na Inglaterra chamada de a Batalha de Bosworth Field (Guerra das Duas Rosas) que colocou de um lado Ricardo III, então Rei da Inglaterra contra Henrique Turdor.

Atualizada 10/08/2017

Comente!