Aqui nos bastidores do Bastidores, há um ditado toda vez que um novo filme de desastre se aproxima do lançamento nos cinemas: quando o pessoal de computação gráfica precisa se formar, testam os conhecimentos com os efeitos de filmes desse sub-gênero que sempre ressurge ao decorrer dos anos.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Nos últimos anos, é a Warner quem anda investindo em lançamentos do tipo com os medianos No Olho do Tornado e A Falha de San Andreas. Nesse ano, é a vez de vermos Tempestade: Planeta em Fúria trazendo Gerard Butler descendo a porrada contra satélites que controlam o clima terrestre. Com essa… tempestade perfeita, decidimos listar nossos dez filmes-catástrofe favoritos.

10. O Dia Depois de Amanhã

Rolland Emmerich se diverte com esse filme que embarcou na onda do frisson apocalíptico envolvendo o aquecimento global nos anos 2000. Como na grande maioria desses filmes, a narrativa é bem simples justificando com alguns malabarismos o estado atual do mundo retratado castigado por tsunamis, nevascas e tornados diversos. Não é nem de longe o melhor que o gênero pode oferecer, mas é bastante divertido além de ter marcado uma geração inteira.

9. Twister

Um dos maiores clássicos noventistas que fizeram história na Sessão da Tarde. Apesar de ser mais lembrado pela nostalgia do que pela qualidade, Twister consegue trazer uma boa história em meio a um festim de efeitos visuais com tornados e vacas esvoaçantes. Aqui, Helen Hunt precisa lidar com as diferenças em meia a um divórcio com Bill Paxton para que os dois unam forças e partam para o epicentro de um dos maiores tornados da história para estuda-lo a fim de desenvolver uma nova tecnologia de previsão dessas forças.

8. Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo

Um dos filmes mais agradáveis e eficientes com Keira Knightley, além de trazer uma das melhores atuações de Steve Carrell. Essa dramédia traz o retrato da vida de um homem comum durante os dez dias finais da Terra que sofrerá um impacto tremendo de um asteroide gigantesco que dizimará toda a vida no planeta. Tanto a direção e o roteiro elaboram um doce estudo de personagem que consegue redescobrir o sentido e a beleza da vida durante uma jornada transformadora durante uma viagem cheia de reviravoltas.

7. Contágio

Steven Soderbergh consegue te fazer ficar bem mal com esse daqui. Contágio também traz uma narrativa multi-facetada trazendo diversas frontes diante o colapso momentâneo da humanidade por conta de uma infecção aguda de um vírus mutante mortal. Com as coisas indo de mal a pior, vemos um estudo sobre os comportamentos das massas e das forças governamentais perante uma tragédia que pode não ter solução. O elenco é cheio de nomes fortes como Matt Damon, Kate Winslet, Jude Law e Bryan Cranston.

6. Impacto Profundo

Não, não se trata de Armageddon. Impacto Profundo sofre com essa confusão desde sua estreia muito aproximada com o épico insano de Michael Bay. O filme de Mimi Leder é muito mais contido trazendo o ‘desastre’ somente para o final da obra. A narrativa também visa propor um estudo sobre a força do espírito humano diante da certeza de uma tragédia inevitável trazida pelo impacto certeiro de um cometa contra a Terra. Nos meses finais da nossa existência, acompanhamos diversas vidas lidando com a iminência do acontecimento e outras tentando desesperadamente salvar o mundo. Obviamente, o final guarda grandes surpresas.

5. Terremoto

Outro clássico. Dessa vez de 1974 estrelando Charlton Heston tentando se salvar de um terremoto gigantesco em Los Angeles. E depois, se salvar das consequências do desastre que parece ter despertado o pior do instinto de sobrevivência nos habitantes que restaram.

4. O Destino de Poseidon

Esse longa praticamente definiu o estilo narrativa de todo o subgênero. Trazendo as horas finais dos tripulantes do SS Poseidon após o navio ser condenado por um maremoto, vemos um grupo liderado por Gene Hackman tentando driblar os mais diversos desafios para chegar em uma ponta segura do navio, abandonando a embarcação. Porém, o caminho é pautado por perigos que trazem os sacrifícios mais tristes do cinema.

3. O Impossível

Essa lista foi iniciada já com o lugar de O Impossível garantido. Mesmo sendo o filme menos pipoca da lista, temos uma das jornadas mais belas pela sobrevivência de uma família durante os dias que devastaram a Tailândia no final de 2004 após a costa ser castigada por diversos tsunamis. Do luxo ao lixo, o diretor Bayona conta como a vida humana é frágil enquanto solidifica as relações amorosas dos personagens que notam como toda a riqueza pode desaparecer num piscar de olhos.

2. Inferno na Torre

Impossível fazer uma lista de filmes catástrofe e não mencionar Inferno na Torre. O clássico dos anos 1970 também formou estilos narrativos para os filmes posteriores ao trazer uma história com diversos protagonistas lutando para escapar do prédio “mais alto do mundo” quando a construção inteira é condenada por um incêndio voraz em sua inauguração. Trazendo Steve McQueen, Paul Newman, Fred Astaire, Robert Wagner, Faye Dunaway e William Holden, Inferno na Torre conseguiu impressionar a tal ponto que até foi indicado ao Oscar de Melhor Filme.

1. Titanic

Não tem como. James Cameron não sabe brincar. E Titanic é um desses ápices artísticos que conseguem transgredir gêneros e dominar diversas listas. Mesmo trazendo a poderosa história de amor entre Jack e Rose, o filme evidentemente se trata também do naufrágio mais famoso do mundo: do navio “infundável” Titanic. Cameron é tão engenhoso a ponto de focar mais da hora final de seu épico para construir o avanço do naufrágio desde o momento do impacto contra o iceberg.

Culminando em cenas cruéis de desespero, Cameron mostra tanto os lados sombrios e iluminados da hora final do Titanic aliando fatos reais com a emoção ficcional do amor impossível do casal protagonista que tenta driblar a natureza e o destino para ficarem juntos até o fim.

Hors Concours – Independence Day

Mas é óbvio que não esqueceríamos desse clássico insano de Rolan Emmerich trazendo um retrato fascinante sobre seus protagonistas nas horas decisivas da batalha da humanidade contra uma invasão alienígena nada amigável. Conseguindo desenvolver seus personagens com estilo e bastante humor, além de trazer as setpieces que marcaram a era do blockbuster nos anos 1990 e também o melhor discurso motivacional da História do Cinema, Independence Day é uma obra-prima a não ser subestimada de modo algum.

Esses são os nossos filmes-catástrofe favoritos. Cite os seus nos comentários abaixo!

Comente!