Obs: lista organizada por nosso colaborador, Daniel Moreno.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Nessa quinta-feira teremos a estreia da adaptação de Lights Out, famoso curta de 2013 que causou grande furor na internet. Assim como todos os longas da nossa lista, Quando as Luzes se Apagam foi feito com recursos limitados: apenas 5 milhões de dólares.

Obviamente, as nossas indicações não somente enaltecem a quantia limitada de recursos de cada filme, mas também apontam as suas grandes qualidades. Ou seja, é amante do terror? Então não perca tempo e procure todos esses filmes o quanto antes!

10 – O Massacre da Serra Elétrica (1974)

massacre da serra eletrica

Orçamento: US$ 83.532 (estimado)
Bilheteria: US$ 30,9 milhões (domésticos)

Quem nunca ouviu alguma história sobre esse clássico slasher do horror? Leatherface é até hoje um dos vilões mais icônicos e assustadores que já vimos em tela. Inspirado por diversos episódios de violência, Tobe Hoper juntou os limitados recursos e colocou sua inspiração ao trabalho. O resultado disso tudo, todos nós sabemos.

9 – Morte ao Vivo (1996)

morte ao vivo

Orçamento: 721.214 euros (estimado)
Bilheteria: US$ 3,5 milhões

Um dos longas mais importantes sobre a discussão acerca dos snuff movies, vídeos nos quais são registradas mortes reais de pessoas ou animais. Nesse trabalho de ouro, Alejandro Amenábar apresenta a história de Ángela que trabalha numa tese sobre violência. Em sua pesquisa, assiste a um vídeo onde matam uma garota, não uma qualquer, mas sim uma antiga aluna desaparecida de sua faculdade.

8 – Holocausto Canibal (1980)

holocausto canibal

Orçamento: US$ 100 mil
Bilheteria: ESP 133,432,635 pesos espanhóis. Equivalentes a US$ 800.000

Definitivamente um dos filmes mais polêmicos que se tem notícia. Tendo sido preso após dez dias da estreia de seu filme, o diretor Ruggero Deodato entrava para a História. O longa de estilo misto que transita entre a narrativa clássica e o found footage, mostrava um grupo de documentaristas sendo mortos e comidos por canibais sul americanos. O diretor só conseguiu deixar a prisão após seus atores aparecerem nos tribunais alegando sua inocência. Entretanto, o longa, até hoje, possui dois cortes.

O mais polêmico, além de mostrar a forte violência gráfica, também possui diversas sequências onde alguns animais são mortos no momento das filmagens.

7A Vingança de Jennifer (1978)

CREATOR: gd-jpeg v1.0 (using IJG JPEG v62), quality = 91

Orçamento: US$ 650 mil
Bilheteria: desconhecida

Um clássico cult. Muito antes de ter a versão conhecida através do remake de 2011, Day of the Woman foi um dos primeiros longas a ter em sua narrativa uma protagonista que sofre estupro coletivo. Abandonada e ferida, Jennifer persegue os quatro homens que a estupraram matando um a um. Ótimo longa!

6 – Cronos (1993)

cronos

Orçamento: US$ 2 milhões
Bilheteria: US$ 620 mil (doméstico)

Um dos primeiros longas de Guillermo Del Toro. Mesmo sendo considerado um dos filmes espanhóis mais caros já feitos, perto dos grandes orçamentos Hollywoodianos, a produção de Del Toro é notória pelo gerenciamento dos recursos.

O filme estabelece uma mitologia intrigante a respeito de um dispositivo que garante a vida eterna para seu dono. Ressurgindo após 400 anos, em vez de oferecer a imortalidade, acaba trazendo um rastro de sanguinolência.

5 – Vampyros Lesbos (1971)

vampyros-lesbos1

Orçamento e bilheteria: desconhecido

Um dos sexploitations mais conceituados do gênero, além de ser dirigido por Jesús Franco, um cineasta de recursos sempre limitados, embora confeccione um charme quase indescritível para seus filmes. Além de contar com a beleza estonteante de Soledad Mirando, a trilha sonora do longa é tão boa a ponto de Quentin Tarantino utilizar uma das faixas em seu longa Jackie Brown.

A história é tão simples quanto seu orçamento. Trata-se das investidas sexuais de uma vampira ao seduzir diversas mulheres para saciar sua fome de sangue. Certamente uma expressão artística que está muito acima do que a história pode oferecer para o espectador.

4 – Mártires (2008)

martires

Orçamento: US$ 6,5 milhões
Bilheteria: desconhecida

Possivelmente a pérola do novo século, Mártires é uma das obras mais chocantes que já vi em anos. Tratando de temas pertinentes ao traçar sua narrativa intrincada com religião, fé, seitas, tortura, filosofia, vingança e psicologia, não resta dúvidas que o filme merece figurar nessa lista.

A história acompanha Anna buscando vingança das pessoas que a torturam intensamente durante a infância. Porém o longa é muito mais do que isso ao contar com diversas reviravoltas que mudam totalmente o rumo da narrativa. É o equivalente de Psicose para os dias atuais com as escolhas narrativas muito corajosas.

3 – Incubus (1982)

incubus

Orçamento: 5,1 milhões de dólares canadenses
Bilheteria: desconhecida

Outro clássico cult, dessa vez estrelando John Cassevetes. A história muito interessante acompanha os sonhos de um jovem adolescente. Porém, não se tratam de sonhos normais, mas sim pesadelos com diversas jovens sendo estupradas e mortas. Perturbado, procura a ajuda de um doutor e do xerife local. Juntos, descobrem que os sonhos do garoto se tratam de acontecimentos reais.

2 – A Bruxa de Blair (1999)

blair

Orçamento: US$ 60.000
Bilheteria: US$ 140,5 milhões

Quem nunca ouviu falar das histórias por trás da produção de A Bruxa de Blair? Um revival do formato found footage que aposta muito no terror psicológico e nada na violência gráfica. Para atingir o realismo desejado, a produção do filme abandonou o trio dos atores no meio das gravações na sombria floresta que servia de locação. Em diversos momentos, os atores sentem medo real ao escutarem barulhos sinistros na floresta que na verdade era apenas a produção pregando peças neles. A sorte é ter tudo registrado no vídeo.

Na história, um grupo de jovens tenta provar a existência de uma bruxa na macabra floresta que circunda a cidade local. Obviamente, as coisas começam a dar errado já na primeira noite.

1 – Parque Macabro (1962)

carnival

Orçamento: US$ 30.000
Bilheteria: desconhecida

Feito muito à frente de seu tempo em termos de direção e narrativa, Parque Macabro merece o primeiro lugar. Contar o final do longa certamente é um baita spoiler, mas digamos que essa característica de personagem só foi resgatada com M. Night Shyamalan em O Sexto Sentido.

Na história, após um acidente de trânsito muito violento, uma mulher sobrevive sem algum arranhão. Ao explorar as redondezas, descobre um circo abandonado. Para seu terror, ela não é a única visitante do macabro local.

Hors Concours – A Orgia da Morte (1964)

orgia da morte

Orçamento: filme do Roger Corman = menor custo de produção possível
Bilheteria: desconhecida

Roger Corman ainda trabalha com os filmes mais baratos possíveis, mesmo já com seus 90 anos de idade. Em 1964, já estava acostumado com sua característica autoral. Em A Orgia da Morte, um príncipe europeu humilha a plebe local enquanto faz um cerco em seu castelo para se proteger da praga da morte vermelha. Nisso, organiza bailes para a realeza. Durante uma das polêmicas festas, observa um convidado misterioso usando uma máscara vermelha. Acreditando que se trata do próprio Diabo em pessoa, o príncipe resolve perseguir o convidado.

Comente!