Nove anos, dezessete filmes. O Universo Cinematográfico da Marvel é uma das maiores franquias do cinema atual e a maior de super-heróis atualmente. Com tanta estrada já percorrida, não é difícil encontrar grandes momentos em suas obras. Aproveitando o gancho da recente liberação do primeiro trailer de Vingadores: Guerra Infinita, filme que, além de marcar dez anos do Universo, também servirá como a primeira parte do fim de todo esse a gama de filmes, que terá seu encerramento com Vingadores 4, último filme da Fase Três dos filmes da editora, nada melhor do que uma lista relembrando as vinte e cinco melhores cenas que o MCU já teve!

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Feito com a colaboração de Raphael Klopper.

Confira:

25. “EU SOU O HOMEM DE FERRO”

Homem de Ferro (2008)

O momento que definitivamente lançou o universo cinematográfico da Marvel para sempre no cinema, ao mesmo tempo em que mudou algumas regras convencionais do gênero, ao vermos o herói revelando sua identidade secreta de forma escancarada, sem medo de ser feliz. Não só ditando o tom que o MCU tomaria ao integrar seus heróis como marcas estrelas da sociedade, como também é um grande realce final da personalidade excêntrica e transgressora de Tony Stark. Para com suas responsabilidades como herói sem medo algum de mostrar o gênio bilionário, playboy e filantropo que também é. Robert Downey Jr. é Tony Stark e é o Homem de Ferro!

24. A INTRODUÇÃO DO SENHOR DAS ESTRELAS

Guardiões da Galáxia(2014)

Guardiões da Galáxia é o filme mais descolado de todo o resto do MCU, assim como sua sequência. Divertido, leve, carismático, o filme claramente não se leva a sério, embora o diretor James Gunn consiga segurar os momentos de drama sem deixar o humor interferir. Todo esse jeito diferente, essa personalidade que o filme tem, nos é apresentada logo na exibição dos créditos iniciais. Lembrando Caçadores da Arca Perdida, temos um início calado, misterioso. Buscando o orb, Peter Quill chega em um planeta desolado, onde a sensação de que algo está para acontecer paira no ar. Até o momento em que este põe o seu fone de ouvido, e liga seu walkman. Ocorre a explosão. Ao som Come and Get Your Love, temos uma introdução que diverte e já delineia todo o clima do filme, além de nos dar uma prévia da ótima trilha sonora que está por vir. Merece um lugar em nosso top 25.

23. VALQUÍRIAS VS HELA

Thor: Ragnarok (2017)

Thor: Ragnarok conseguiu se provar como um dos filmes mais visualmente ricos do MCU e não foi à toa! E a melhor cena que comprovou sua rica textura de cores e enquadramento de cenas em épica escala, foi o rápido flashback onde vimos o trágico passado da personagem de Valquíria e seu confronto com as outras guerreiras Valquirias contra Hela. Uma breve cena que termina em segundos, mas o efeito slow motion à la Zack Snyder e a riquíssima fotografia saturada deu a cena uma textura perfeita de um quadrinho em movimento. E transpôs em puro silêncio os poderes irrebatíveis da vilã Hela e o trágico destino das bravas guerreiras.

22. DESTRUIÇÃO DA CASA EM MALIBU

Homem de Ferro 3 (2013)

Ainda que Homem de Ferro 3 tenha seus problemas, é fato que toda a cena envolvendo a destruição da mansão do herói é visualmente bela e muito bem construída, com efeitos visuais que, salvo uma ou outra exceção, são bem superiores aos vistos nos filmes mais recentes do estúdio. O diretor Shane Black acerta na condução de toda a sequência, nos proporcionando momentos onde vemos símbolos da imagem do herói sendo afundados no mar, como a mansão que ia caindo aos poucos ou seus carros, além da destruição de muitas de suas armaduras. Foi onde Tony Stark começou a ver que o mais importante era o homem por trás da armadura.

21. ABUTRE E PETER CONVERSAM

Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017)

O Abutre de Michael Keaton poderia facilmente se considerar um dos melhores vilões do MCU só por essa cena! E sem dúvidas a melhor cena do filme, onde vemos o clássico confronto mocinho e vilão, só que dessa vez em uma surpreendente troca de diálogos afiada e com uma ótima construção de tensão no espaço enclausurado dentro do carro. Uma cena digníssima da trilogia original do Homem-Aranha de Sam Raimi, e que conseguiu meter calafrios na espinha do Peter e do público!

20. “EU VIM BARGANHAR”

Doutor Estranho (2016)

Confesso que, ao ver essa sequência no cinema, um sorriso, que continha um misto de surpresa e admiração, surgiu em meu rosto. Após dominar o uso do olho de Agamotto, Stephen Strange, para salvar seus amigos e o mundo, adentra na dimensão negra, domínio de Dormammu, com o intuito de…barganhar. Vendo que não havia como enfrentar esse ser em combate direto, o personagem o coloca em um loop temporal, onde, enquanto o vilão não aceitasse sua barganha, reviveria o momento em que assassinava o herói, sem nunca conseguir progredir. Com isso, não resta outra alternativa senão aceitar a barganha. Uma solução original e criativa, de um nível poucas vezes visto nos blockbusters em geral. Você pode achar bobo, mas não dá pra negar que é uma saída, no mínimo, curiosa.

19. O PRIMEIRO ENCOLHIMENTO DO HOMEM-FORMIGA

Homem-Formiga (2016)

Nada mais nostálgico no gênero dos super-heróis do que ver quando o herói descobre seus poderes. E o MCU conseguiu levar isso para um novo nível aqui com o Homem-Formiga, onde o púlico é colocado a encolher junto com o personagem e ver o mundo em sua perspectiva nanica, em uma sequência visualmente grandiosa e mirabolante, quando Scott se vê tendo que fugir de um rato, sobreviver a um aspirador de pó e não se afogar dentro da banheira.

18. NASCIMENTO DO VISÃO

Vingadores: Era de Ultron (2015)

Tendo causado uma pequena briga interna entre os Vingadores, relacionada a sua criação, que só foi possibilitada pela intervenção de Thor, Visão tem em seu nascimento um dos momentos mais marcantes do MCU, tanto por seu visual, quanto pelo momento de contemplação do personagem frente as janelas da torre dos Vingadores, onde ele começa a entender o que é agora. Pequenos momentos que valem a inserção nessa lista.

17. HOMEM-FORMIGA VS JAQUETA AMARELA

Homem-Formiga (2015)

A luta de pequenina escala mais épica já feita! No mesmo ano em que vimos os Vingadores enfrentando um robô psicopata e seu exército de minions em uma cidade flutuante, foi extremamente refrescante e até inovador vermos o clímax final de Homem Formiga ser em uma escala tão pequena. Em uma pancadaria franca entre herói e vilão, que vai desde uma luta dentro de uma mala para dentro de um quarto de uma criança, arremessando trens de Thomas e seus amigos um no outro. No final vemos Scott tendo que entrar em um loop infinito de encolhimento para entrar dentro da armadura do vilão para derrota-lo, em uma sequência digna de 2001 – Uma Odisseia no Espaço.

16. FUGA DA CAVERNA

Homem de Ferro (2008)

O nascimento do Homem de Ferro. Após ser capturado por terroristas, Tony Stark desenvolve a sua primeira armadura, a Mark I, construída com partes de peças, que serviriam para a construção do míssil, que os terroristas visavam ao sequestrá-lo. Imponente e irrefreável, Stark, em uma armadura claramente experimental, avança em direção à saída da caverna, com rifles e terroristas tentando, em vão, pará-lo. Tudo isso com inserções pontuais da guitarra presente na marcante trilha sonora do herói. Mesmo com a morte de Ynsen, a fuga e destruição da aldeia do grupo é um sucesso, tanto para o herói quanto para o espectador.

15. O DEUS DO TROVÃO

Thor: Ragnarok (2017)

Demorou hein? Levou mais de quatro filmes com o Thor para podermos ver finalmente o personagem liberando seus poderes de Deus do Trovão para fora. Depois de ter o olho arrancado e subjugado por sua irmã Hela, Thor invoca finalmente seus poderes de deus, arremessando a vilã para longe e começa a matar todos os minions mortos-vivos dela, enquanto protege a fuga de seu povo, intercalado com o seu velho amigo Hulk combatendo o lobo gigante Fenrir, de Hela. Tudo ao épico som de Immigrant Song ecoando no fundo. Sem dúvidas a melhor cena solo que o Deus do Trovão já teve!

14. ULTRON APARECE

Vingadores: Era de Ultron (2015)

Embora seja um personagem que acabe perdendo força com o decorrer do filme, Ultron tem uma entrada que com certeza deixou muitos sem desviar a atenção. Ver aquele robô avariado, proferindo metáforas como estar em um sonho terrível, preso por cordões, reutilizando palavras ditas por Stark anteriormente, para então revelar sua missão, “paz para o nosso tempo”. É uma cena que não marca tanto pelo embate que ocorre a seguir, mas sim pelo seu surgimento, suas palavras, ditas pelo assombroso trabalho vocal de James Spader, o qual, em conjunto ao seu texto, trouxe um magnetismo sem igual para a cena, que garantiu uma vaga em nossa lista.

13. FUGA DA PRISÃO

Guardiões da Galáxia (2014)

A cena que reuniu os tão amados Guardiões da Galáxia pela primeira vez como o infalível grupo. Depois de se unirem contraditoriamente e tentarem bolar um plano de fuga, Groot não resiste em querer ajudar os amigos e põe o plano em imediata ação. Com todos tendo que improvisar, Groot e Rocket matam tudo que vem pela frente; Drax se junta à confusão; Gamorra corre para a saída e Quill vai roubar uma perna. Tudo ao épico som da trilha de Tyler Bates e os anti-heróis, mesmo com sua imensa loucura, trabalham juntos de forma mirabolante em uma das melhores fugas de prisão que o gênero já teve!

12. VINGADORES VS ULTRON

Vingadores: Era de Ultron (2015)

Montar uma lista dessas e não incluir ao menos um momento da sequência final de qualquer filme dos Vingadores (no caso, dos dois) obviamente seria uma heresia. E aqui temos o momento do terceiro ato onde vemos todos os Vingadores, acrescidos da Feiticeira Escarlate, Visão e Mercúrio, contra todos os robôs de Ultron. Com o objetivo de proteger o dispositivo que mantém Sokovia nos ares, os heróis iniciam um confronto com as forças do inimigo, que tem como ponto alto o plano sequência em volta dos heróis, onde vemos cada um usando suas habilidades para defender o objeto, com direito a acrobacias do Capitão e o Homem de Ferro destruindo um robô que estava sob controle da feiticeira.

11. QUILL DESCOBRE A VERDADE SOBRE SUA MÃE

Guardiões da Galáxia Vol. 2 (2017)

A cena à la O Império Contra-Ataca do MCU. Depois de um filme inteiro tão relaxante e divertido como foi a subestimada segunda aventura dos Guardiões, temos a grande revelação de Ego, o pai de Quill / Senhor das Estrelas. Um ser que aparentava tão carismático e legal, faz uma vil e crua revelação de que ele havia botado um tumor na cabeça da mãe de Quill quando ele ainda era criança. Nem precisa dizer o trauma e raiva que estoura dentro de Quill, que começa a atirar em Ego sem o deixar de terminar de falar. Uma das cenas de maior pulso emocional trágico que o MCU já teve!

10. CENA DO ELEVADOR

Capitão América 2: O Soldado Invernal (2014)

Dando início ao nosso top 10, uma das cenas mais comentadas de Capitão América 2: O Soldado Invernal. O que parecia ser um simples “passeio” de elevador acaba, pouco a pouco, se mostrando algo bem mais sério. Pessoas vão chegando cada vez mais, incluindo vários membros da SHIELD, que posteriormente mostram-se aliados da Hydra. Uma mudança na atmosfera do local ocorre, o herói e o público percebem. Então, Rogers profere uma simples frase. “Antes de começarmos, alguém quer sair?”. Uma eletrizante luta começa, com o Capitão América enfrentando, sozinho, vários inimigos, dos quais agentes altamente treinados e até executivos faziam parte. O espaço reduzido e a necessidade de, por alguns minutos, estar com um dos braços presos, poderiam contribuir para a derrota do herói. Mas ele ainda assim derrota a todos e consegue fugir. Não poderíamos começar de maneira melhor o nosso top 10.

9. HULKBUSTER VS HULK

Vingadores: Era de Ultron (2015)

O tão esperado confronto que concretizou os sonhos molhados de tantos nerds e fãs ao redor do mundo. Se houve uma cena unânime e memorável de Era de Ultron foi essa épica luta entre o Hulk descontrolado pela Feiticeira Escarlate e o Homem de Ferro usando sua Hulkbuster especial para essas ocasiões. Atravessando paredes, arremessando elevadores um no outro, destruindo um prédio abaixo, um combate realmente memorável.

8. LUTA NA AVENIDA

Capitão América 2: O Soldado Invernal (2014)

Aqui a melhor sequência de luta do final. Com o filme tendo seus momentos ação claramente inspirados na trilogia Bourne, utilizando cortes rápidos e muita câmera na mão, o primeiro confronto direto “oficial” entre o Capitão América e o Soldado Invernal é algo de tirar o fôlego. Após quase matar a Viúva Negra, o Soldado Invernal tem sua atenção chamada por Steve. O que vemos a seguir é festival de cenas de combate muito bem coreografadas, com direito a combate de curto alcance entre o escudo de Steve e os tiros do vilão, além do perigo constante da faca utilizada pelo Soldado Invernal.

7. FUGA DOS RAVAGERS

Guardiões da Galáxia Vol. 2 (2017)

Fugas não ficam mais estilosas do que isso! James Gunn conseguiu construir uma excelente cena atrás da outra em Guardiões 2 e uma das mais incríveis fica a cargo dessa épica fuga da nave dos cruéis Ravagers. Com Yondu invocando sua flecha através do assovio, fazendo a limpa de tudo que vê pela frente, como um perfeito flautista de Hamelin da morte. Seguido por um Rocket bem relaxado matando as sobras e o furioso Baby Groot se vingando da humilhação que passou nas mãos de um dos Ravagers, o trucidando com seus galhos. Tudo em uma soberba câmera desacelerada com timing perfeito e com Come a Little Bit Closer tocando no fundo. Impossível não assistir a essa cena com um enorme sorriso no rosto.

6. PRIMEIRO ENCONTRO CONTURBADO

Os Vingadores (2012)

“Tua mãe sabes, que usas a cortina dela?”. Em nossa sexta posição, um dos momentos mais divertidos de Os Vingadores. Após tomar Loki da nave onde Tony e Rogers o levavam como prisioneiro, Thor é procurado por Tony, o que dá início ao confronto entre o homem de metal e o deus nórdico. Marteladas, disparos de feixes da armadura, raios, socos, chutes e afins…um confronto onde claramente nenhum dos dois heróis estava se poupando, que é interrompido pela chegada do Capitão, o que acaba gerando um final no mínimo interessante ao confronto, onde temos o encontro do martelo de Thor com o escudo do Capitão América. Várias árvores ao redor acabam sendo destruídas por conta do impacto. “Já acabamos?”.

5. STEPHEN STRANGE CONHECE O MULTIVERSO

Doutor Estranho (2016)

Com fortes inspirações nos visuais psicodélicos das HQs do herói desenhadas por Steve Ditko, temos aqui um dos momentos visuais mais impressionantes do MCU. Passeando por vários mundos diferentes, temos um verdadeiro show de cores e luzes, que chegam em certo momento a afetar o próprio espectador. O que dizer das várias mãos que começam a surgir dos dedos do herói, e logo o envolvem por completo? Agoniante. Um início digno para o nosso top cinco.

4. CAPITÃO AMÉRICA E BUCKY VS TONY STARK

Capitão América – Guerra Civil (2014)

Colaboração de Steve e Bucky no uso do escudo, enquanto combatiam a curto alcance Stark, referência à capa de Guerra Civil #7. Outra referência a HQ homônima, é a armadura de Stark analisando o estilo de luta do Capitão para contra-atacar. Só por esses momentos, essa sequência já poderia ser considerada memorável. Porém, há algo que a envolve por completo, sendo o que faz com que ela figure na quarta posição de nossa lista: peso emocional. É nítido que, embora os heróis se enfrentem na batalha do aeroporto, não há exatamente um peso emocional que circunde a cena. Porém, aqui é diferente. Após Stark descobrir que Bucky, sob controle da Hydra, foi o responsável pela morte de seus pais, inicia-se uma batalha extremamente bem coreografada, intensa, urgente, com o herói claramente ansiando obter vingança. O Capitão, por decidir defender seu amigo para que ele pudesse fugir, acaba envolvendo-se na luta, que culmina no rompimento não só da amizade com Tony como da própria figura do Capitão América, abandonando seu escudo que por tanto tempo foi seu símbolo.

3. BATALHA DO AEROPORTO

Capitão América: Guerra Civil (2016)

Eis uma sequência que é uma forte candidata à maior, e porque não melhor, cena de ação não só do MCU, mas como de todo o gênero dos super-heróis. Nada menos que 12 heróis em campo, 6 de cada lado, em uma batalha contra o tempo e contra os ideias e motivações que o separam na luta. O espetáculo é um manjar de pura diversão de alto nível. Cada herói tem a chance de extravasar suas habilidades de combate e poderes, onde vemos o Homem-Formiga pela primeira vez ficando gigante de forma inesperada e a perfeita introdução do Homem-Aranha de Tom Holland no MCU com seu altíssimo carisma e agilidade inusitada na luta, podendo trocar golpes com o próprio Capitão América. O resto é indescritível, só assistindo para ver o divertidíssimo espetáculo que se cria nessa inesquecível sequência!

2. AS LUZES DE OGORD

Guardiões da Galáxia Vol. 2(2017)

É com certo peso no coração que essa cena teve de parar na segunda colocação da nossa lista. Ao saberem qual é a primeira colocada, vocês logo entenderão que não havia como ter outra cena em seu lugar. Porém, caso ela não existisse, essa cena sem sombra de dúvidas ocuparia esse cargo com mérito. Todo o arco de Peter Quill no filme resume-se na seguinte frase: pai não é o que te fez, mas sim o que te criou e que, acima de tudo, te ama e daria a própria vida em troca da sua. Após encontrar seu tão sonhado pai biológico, o personagem aos poucos vai percebendo que ele não era o que esperava e que Yondu era quem o amava como um filho. Ao dar a sua vida para salvar a de Quill, o personagem encontra sua redenção, e tem um funeral mais do que digno. Ao som de Father and Son, de Cat Stevens, temos uma sequência bela, contemplativa, puramente emocional. As luzes de Ogord o saúdam. Em uma aula de respeito a atmosfera que o momento exige, James Gunn conclui o seu excelente filme da melhor maneira possível.

1. VINGADORES REUNIDOS

Os Vingadores (2012)

E havia como ser outra? Esse momento apenas entrou rapidamente para a história quando vimos, pela primeira vez no cinema, seis super-heróis, devidamente pré-estabelecidos, dividindo a cena juntos de forma épica! A clássica luta do bem contra as forças do mal, herói vs capangas, a luta para salvar o mundo, tomando um formato icônico ao vermos Os Vingadores reunidos pela primeira juntos e lutando lado a lado em perfeita e divertidíssima sincronia. Explosões e destruição maciça; frases de efeito atrás da outra (“Hulk, smash!”); salvando civis inocentes; porrada no vilão; um mirabolante plano sequência mostrando cada herói lutando e trabalhando em conjunto. Lutas de super-heróis ficam difíceis de superar!

 

E aí, concorda com nossa lista? Comente abaixo qual seu momento preferido do MCU, e qual cena está faltando em nossa seleção.

Leia mais sobre Marvel Studios