O Cinema já nos entregou alguns finais inesquecíveis, mas nem sempre essas emblemáticas histórias terminariam exatamente dessa maneira, muitas delas contando com cenas finais cortadas, ou roteiros alternativos, que mudariam o desfecho completamente.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Pensando nisso, decidimos elaborar uma lista trazendo cinco finais alternativos que teriam mudado seus filmes completamente. Alguns melhorariam essas obras, outras chegam perto de estragar a experiência como um todo!

Vamos lá!

Corra!

Assistir um filme de terror com final feliz é uma raridade. Por mais que a final girl sobreviva ao assassino (ou similar), costumamos ver uma ponta solta, que revela que os dias de sofrimento das vítimas ainda não acabaram. Corra!, de Jordan Peele, no entanto, foi uma exceção – o protagonista conseguiu escapar e tudo ficou bem (exceto o racismo ainda presente na sociedade e os anos de terapia pelos quais o coitado vai ter de passar depois dessa experiência).

Mas nem sempre foi assim. De acordo com o Indiewire, o final original de Corra! mostrava a polícia chegando e não Rod e, com isso, Chris acabou sendo preso. Mas esse nem é o final mais sombrio da história.

Um outro desfecho, revelado por Jordan Peele ao THR, mostrava que Chris nunca conseguiu sair e que, no fim, Chris não é mais o Chris!

Interestelar

Interestelar foi duramente criticado pela sua linearidade e sua ciência “for dummies”, fruto de uma narrativa para lá de didática. E tudo isso poderia ser bem diferente se Nolan tivesse mantido o final original do filme.

Ao invés de sair do Buraco Negro e encontrar sua filha já crescida, no final alternativo, o protagonista morreria ainda no Buraco Negro, sem saber se a informação que ele passou chegou na Terra. Descobriríamos isso através do arco de sua filha.

Homem de Ferro

O primeiro Homem de Ferro ainda é um dos melhores filmes da Marvel (o melhor em minha humilde opinião). Mas seu final emblemático com “eu sou o Homem de Ferro”, nem sempre foi assim.

Em entrevista ao Deadline, Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, revelou que, originalmente, Stark negaria ser o Homem de Ferro. Mas, graças a Downey Jr., que decidiu improvisar, recebemos o icônico final que conhecemos hoje em dia.

Laranja Mecânica

Stanley Kubrick nos entregou inúmeras pérolas cinematográficas, obras que merecem ser estudadas centenas de vezes. Laranja Mecânica, no entanto, poderia ter um final bem diferente.

O final que conhecemos, do filme, mostra Alex voltando a ser violento, mesmo após o seu “tratamento”. Isso ocorre porque Kubrick decidiu cortar o último capítulo do livro original, que mostrava Alex abandonando seus métodos antigos. Certamente teríamos um filme com uma “moral” melhor assim.

Mas quem precisa de moral? O final de Kubrick é muito melhor!

O Homem de Aço

Um dos pontos que gerou mais controvérsia em O Homem de Aço, de Zack Snyder, foi o fato do Superman matar Zod quebrando seu pescoço. O final original, porém, acabaria com essa controvérsia, já que, ao invés disso, Zod seria enviado para a Zona Fantasma de novo.

A alteração ocorreu, de acordo com o ScreenRant, por vontade de Snyder, enquanto que Christopher Nolan e David S. Goyer pretendiam enviar Zod para a Zona fantasma. Infelizmente, Snyder acabou ganhando a discussão.

Comente!