Guy Ritchie é um diretor que assim como muitos outros tem no seu forte o cinema de gangsteres, crimes e espiões. Diretores como Tarantino e Scorsese já trabalharam esse mundo da máfia em diferentes aspectos e Guy, ao seu modo inglês, não fez diferente. Seus longas contam com boa fotografia, personagens realistas e ótimas histórias. Essa lista tende a colocar os 5 melhores produções do ex da cantora pop Madonna.

5. O Agente da U.N.C.L.E.

Ambientado na época da Guerra Fria, Guy Ritchie colocou lado a lado um agente da CIA (Henry Cavill) e um agente da KGB (Armie Hammer). Nessa história muito bem amarrada e muito bem caracterizada Guy fez algo impensável que é juntar um agente russo com um americano contra uma organização criminosa. Agente da U.N.C.L.E. é uma adaptação da série de mesmo nome que teve duas temporadas em 1964 e 1965. Apesar do esforço de Guy Ritchie a produção foi um fracasso de público e gerou prejuízo nos EUA. Tem uma continuação em andamento para 2018.

4. Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes

Primeiro filme do diretor inglês não poderia ser diferente. Ambientado no submundo dos jogos ilegais e da máfia trata com toques de humor e ótimos personagens. Esse é o primeiro longa de Jason Stathan como ator profissional. Jogos e Trapaças… lembra bastante Cães de Aluguel de Tarantino, claro que ao modo britânico. Nele, quatro amigos que participam de jogos de cartas e apostam todas suas economias em seu amigo que é especialista no jogo. O problema é quando perdem todo o dinheiro e um gângster ameaça cortar um dedo por dia caso não o paguem. É um longa bem simples em sua concepção e com muitas reviravoltas durante a trama. 

3. RocknRolla – A Grande Roubada 

Guy Ritchie vinha de dois fracassos de público e crítica com Revolver e Destino Insólito quando entrou em cartaz sua nova produção chamada de RocknRolla. Essa produção faz uma transição da carreira dele que se consolidaria em Sherlock Holmes e mudaria o rumo de seus filmes. Se analisar friamente a história é parecida com Snatch e Jogos e Trapaças…, mas não fala diretamente de gângsters e sim sobre o mundo dos empresários “malandros”. Era uma época em que prosperava a compra de clubes de futebol na Inglaterra por magnatas russos e de outros países e o personagem do empresário russo que aparece é claramente inspirado em Roman Abramovich, dono do clube inglês Chelsea. Quem gosta de assistir histórias realistas e muito bem dirigida não deve perder RocknRolla.

2. Sherlock Holmes

Com Sherlock Holmes Ritchie entrou em uma nova fase de sua carreira profissional. O detetive inglês mais conhecido da literatura já teve várias adaptações para o cinema e TV, mas essa versão com Robert Downey Jr. no papel de Holmes e Judd Law como Watson marcou uma virada no estilo dele. Seus filmes sempre foram feitos com um teor sério, mas com doses de muito humor. Antes de Sherlock, seus longas eram sobre mafiosos e tudo era muito louco e realista, além de dividirem o público entre os que gostavam de seus filmes e quem não gostava. Sherlock conseguiu unir os dois, foi sucesso de crítica e de público tanto que teve uma continuação dois anos depois

1. Snatch – Porcos e Diamantes

Clássico absoluto é o segundo longa na carreira de Guy Ritchie que pouco depois das gravações se casou com a cantora Madonna. A alma dele são os personagens icônicos e caricatos como o boxeador cigano vivido belamente por Brad Pitt e Franky Four Fingers interpretado por Benicio del Toro. Ambos mostram muita competência em seus papéis. A trama é recheada de humor negro e cheia de reviravoltas que surpreendem a todos. Esse é com toda certeza o melhor filme já feito por Guy. Uma pena que seguido a ele veio o péssimo Destino Insólito.

Comente!