É inegável que o império construído pela Disney já vem construindo sua histórias desde as primeiras décadas do século XX. Desde seu início, dúzias e mais dúzias de filmes foram produzidos e distribuídos através dos cinco continentes, firmando sua capacidade de envolver públicos e audiências de todos os gêneros e idades. E para celebrar sua contínua ascensão – e aproveitando o lançamento do remake em live-action de A Bela e a Fera, estrelado por Emma WatsonDan Stevens – separamos as dez melhores animações dos estúdios.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Confira nossa lista abaixo e não se esqueça de deixar seu comentário!

10. A BELA ADORMECIDA (1959)

Resultado de imagem para sleeping beauty 1959 scenes

Em 1937, a Disney lançou Branca de Neve e os Sete Anões, cujas técnicas de ilusão de profundidade foram um marco para a animação. Mas o experimentalismo com lâminas de vidro não perduraria por muito tempo e, mais de vinte anos depois, A Bela Adormecida chegou aos cinemas, representando o ápice destas escolhas artísticas. Desde o escopo de seus cenários suntuosos e expressionistas até a concepção dos personagens – nos introduzindo a uma das maiores vilãs de todos os tempos, Malévola -, a animação envelheceu de modo espetacular, influenciando remakes e releituras diversos (incluindo o recente Malévola, protagonizado por Angelina Jolie).

9. 101 DÁLMATAS (1961)

Resultado de imagem para 101 dalmatians 1961 scenes

Na década de 1960, a Disney resolveu optar por se afastar das criações fantasiosas e medievais que acompanharam seus trabalhos e focar numa história escrita quase dez anos antes cuja ambientação era a cidade de Londres e a crescente polêmica do uso de peles de animais em roupas. Assim, surgiu 101 Dálmatas, um semi-musical fashion que tem, como já é de se esperar, filhotes de cachorros como protagonistas. A construção técnica da animação é de uma sutileza incrível, e os movimentos dos personagens contrastam com a caracterização exacerbadamente modernizada do cenário industrializado. Assim como as músicas, o filme trouxe à vida personagens icônicos – principalmente uma das vilãs mais cruéis deste império cinematográfico, Cruella de Vil.

8. TARZAN (1999)

Resultado de imagem para tarzan 1999 scenes

Diferentemente de outros trabalhos dos estúdios Disney, Tarzan não é um musical, e sim uma animação com bases de estudo antropológico e social atemporais e cuja essência vai muito além de uma narrativa de romance. A história gira em torno de um garoto órfão abandonado na selva que é encontrado por uma macaca e criado como um semelhante. À medida em que cresce, o protagonista percebe suas limitações e como nunca será exatamente parte daquele grupo, entrando em constante crise identitária. As técnicas narrativas e as transições cronológicas são muito bem demarcadas, e sua essência arquetípica abrange todos os públicos-alvo – sem mencionar a catártica e apaixonante trilha sonora composta por Phil Collins.

7. MOGLI – O MENINO LOBO (1967)

Resultado de imagem para Mogli o menino lobo disney animação

Mogli: O Menino Lobo foi um projeto de suma importância para Walt Disney. Inclusive, Mogli marca a última participação direta de Disney em uma animação de seu estúdio, já que faleceu quando o filme já estava em processo de finalização. Mogli adapta livremente o livro clássico de Rudyard Kipling e, sinceramente, consegue transformar a fábula em um conto realmente atemporal tanto que já tivemos um remake mais preocupado em exibir poderio visual do que manter a essência brilhante da amizade imaculada entre Mogli e Balu. Abandonando os vícios clássicos do estúdio, Disney acertou em cheio ao apostar em dubladores amadores como Phil Harris e Louis Prima, ambos cantores de jazz que contribuíram ativamente na trilha excepcional de George Bruns, um dos músicos mais geniais que já passaram pela história do estúdio. Para entender mais a importância histórica de Mogli: O Menino Lobo, recomendo veementemente a nossa crítica. (Matheus Fragata)

6. HÉRCULES (1997)

Resultado de imagem para hércules 1997 scenes

O refinamento e descobertas das técnicas de animação surgidas por volta do final dos anos 1980 atinge um ápice significativo com Hércules, outro clássico instantâneo dos estúdios Disney. Uma das últimas obras da fase seguinte ao renascimento provocado por O Rei Leão A Bela e a FeraHércules é uma animação memorável ao conseguir adaptar tão bem o pesado mito envolvendo a figura do herói. Apesar de ser consideravelmente curto, a narrativa emplaca canções memoráveis como De Zero a Herói, além de conseguir marcar na memória a doçura e perversidade de diversos personagens como Hades, Mégara e Hércules (aliás, é um dos primeiros a apresentar uma variação inteligente do romance até então obrigatório). (Matheus Fragata)

5. FANTASIA (1940)

Resultado de imagem para fantasia 1940 night on bald mountain

Walt Disney era um visionário como nenhum outro. A sacada brilhante de criar Fantasia veio a partir de uma ideia simples: popularizar ainda mais Mickey Mouse através de um pequena série de curtas compilados em um longa metragem. Entretanto a ideia floresceu e Mickey ficou restrito apenas ao segmento hoje histórico e antológico do Aprendiz de Feiticeiro. Basicamente, Fantasia é a primeira animação verdadeiramente adulta do estúdio, mesmo que funcione como uma brilhante introdução para a música clássica para diversas crianças. Nudez, morte e constante violência marcam as micro narrativas divididas em oito curtas brilhantes. Se ainda não viu, veja. (Matheus Fragata)

4. MULAN (1998)

Resultado de imagem para mulan 1998

Há um senso comum muito irritante sobre o quão conservadora a Disney é, além da reação igualmente irritante de intolerantes ou histéricos que embarcam nas típicas provocações da mídia. Mulan é a prova viva de que a Disney aceita correr riscos quando bem orientadas. Quase encerrando os anos 1990 que mostraram uma diversidade estupenda de histórias animadas, a Disney traz um longa que não é de princesa e nem é sobre animais falantes, mas sim sobre uma guerreira travestida de guerreiro para preservar a honra de sua família quando o pai já idoso é convocado para o fronte de batalha. Trazendo uma história nada convencional, Mulan apresentou uma revolução narrativa que quebrou quase todos os paradigmas do estúdio. Novamente, o pedigree Disney se faz presente com canções excelentes, além de personagens memoráveis como Grilo, Mushu e a protagonista. (Matheus Fragata)

3. ALADDIN (1992)

Resultado de imagem para aladdin 1992 scenes

Aladdin é talvez um dos filmes com maior identidade da Disney. Perscrutado por elementos da cultura pop e com uma trilha sonora memorável que mistura a cultura do oriente médio com tons híbridos de jazz, o longa vencedor do Oscar de Melhor Canção Original conta a história do personagem-título, um jovem ladrão que encontra uma lâmpada mágica e vê uma oportunidade de ser o que sempre quis e conseguir realizar seus sonhos. Com personagens memoráveis – incluindo uma soberba performance de Robin Williams – e técnicas de animação em 3D bem modernas para a época, Aladdin entrega exatamente o que promete: uma noite mágica nas areias escaldantes da Arábia.

bela e a fera animação

2. A BELA E A FERA (1991)

O primeiro lugar no coração dos fãs de longa data da Disney certamente deve ficar entre O Rei Leão A Bela e a Fera e acredite, definir esses dois lugares foi extremamente difícil. Como bem explorado na nossa crítica, A Bela e a Fera é um conto atemporal, além da própria linguagem do filme não ter envelhecido nada. A belíssima história sobre o amor repleto de desafios entre uma bela moça a frente de seu tempo com uma fera inescrupulosa e irritadiça conquista gerações até hoje. Marcada como uma animação que possui o melhor rol de canções da história do estúdio, A Bela e a Fera é um filme tão fantástico que até mesmo a Academia se rendeu a sua qualidade e dedicou uma indicação ao prêmio de Melhor Filme para a obra. 

Entre as muitas adaptações de contos infantis clássicos, A Bela e a Fera provavelmente é o mais alterado e distante da obra original da literatura. Personagens fantásticos como Gaston, LeFou, Lumiére, Horloge, Samovar e todos os habitantes enfeitiçados do castelo são originais da adaptação animada. É uma obra de suma importância não somente para o estúdio, mas provavelmente marca um belo auxílio no alicerce da ética e moral construída durante a infância através dos valores da obra. (Matheus Fragata)

1. O REI LEÃO (1994)

Não é nenhuma surpresa que uma das melhores releituras contemporâneas de William Shakespeare também tenha sido nossa escolha como o melhor filme dos estúdios Disney. Em O Rei Leão, acompanhamos a vida e o império de uma família marcada pela traição e que tem como protagonista Simba, um leão africano que, após ser exilado com o homicídio do pai, deve retornar às suas origens para livrar seu clã do governo tirânico de seu tio, Scar. Ganhadora do Golden Globe de Melhor Musical/Comédia, a animação é uma adaptação infanto-juvenil de Hamlet, e sua narrativa comovente e cativante se mostra muito popular e adorada pelo público até hoje.

Comente!