Para uma franquia que se chama Star Wars, o mínimo que podemos esperar são algumas batalhas com naves espaciais, certo? E Star Wars é um dos grandes pioneiros no que diz respeito a criação desse tipo de sequências, com o trabalho revolucionário na criação de miniaturas e modelos na trilogia original, e também na revolução digital com a trilogia prequel.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Tendo isso em mente, decidimos reunir aqui as melhores cenas de ação da saga que envolvam naves ou veículos voadores (ou seja, nada de dragão gigante de Obi-Wan em Utapau), sejam eles espaciais ou dentro de planetas, envolvendo batalhas ou perseguições.

Confira:

17. Invasão à Base Starkiller

Star Wars: O Despertar da Força

“Então… é grande”, diz Han Solo ao observar a projeção holográfica da gigantesca Base Starkiller. E, realmente, não há absolutamente nada demais na arma bélica da Primeira Ordem, simplesmente uma cópia menos inspirada da Estrela da Morte. Temos a clássica perseguição de X-Wings e TIE Fighters, assim como uma corrida contra o tempo para desativar o escudo e destruir a instalação. Tudo feito às pressas, com efeitos visuais borrachudos e sem muito envolvimento.

16. Perseguindo Dookan

Star Wars: Episódio II – Ataque dos Clones

As Guerras Clônicas têm início! Durante um breve período no ar, as poderosas Gunships do exército Clone perseguem o fugitivo Conde Dookan, à bordo de uma speeder bike pelas dunas de Geonosis. Não é uma grande cena, mas entretém pela destruição do exército dróide pelo caminho, além da bela paisagem desértica.

15. Batalha sobre Naboo

Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma

Encerrando o primeiro filme da trilogia prequel com uma obrigratória batalha espacial, o grande diferencial é termos uma criança no comando da ação, com o pequeno Anakin Skywalker lutando para aprender a controlar sua nave, e encontrar uma forma de destruir a estação espacial que mantém o bloqueio sobre Naboo. Uma cena que impressiona pela qualidade dos efeitos visuais, e – arrisco dizer – pelo tom divertido de ver Anakin interagindo com a situação. Pena que os outros pilotos sejam completamente descartáveis, e não saibamos nada sobre eles.

14. Fuga do Finalizador

Star Wars: O Despertar da Força

O início de uma grande amizade, e um dos principais pontos de partida do Episódio VII. Após ajudar o prisioneiro Poe Dameron a fugir de sua cela no destroier Finalizador, o stormtrooper FN-2187, agora batizado de Finn, se junta ao piloto da Resistência em um TIE Fighter. É uma fuga desajeitada e onde Abrams consegue explorar não só o modo cooperativo dos dois, onde um atira e o outro pilota, mas também a física dos movimentos – o caça da Primeira Ordem preso por um cabo no início é um aspecto divertido. Mesmo que curta quando acaba saindo para o espaço, é uma bela sequência que agrada pela dinâmica e a direção; sem falar no desfecho inusitado, com a dupla sendo abatida por mísseis.

13. Corrida de Pods

Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma

Uma das cenas mais adoradas de A Ameaça Fantasma, a corrida de Pods em Tatooine garantiu diversos brinquedos e, principalmente, videogames. É uma sequência engenhosa, sendo admirável observar a ausência de música e a dependência em fantásticos efeitos sonoros para conduzir a ação, assim como a inspiração de Lucas na decupagem de cenas de corrida. É uma cena que acaba se alongando mais do que deveria, mas tem bons momentos, especialmente quando Anakin e Sebulba disputam o primeiro lugar de igual para igual.

12. A Batalha de Crait

Star Wars: Os Últimos Jedi

Grande clímax de Os Últimos Jedi, é uma das batalhas mais bem fotografadas e com poderio visual da saga: com um solo de terra vermelha coberto por grãos de sal, é um verdadeiro deleite para os olhos. Felizmente, Rian Johnson aproveita o cenário para entregar uma sequência explosiva, com a Resistência usando speeders de mono ski literalmente caindo aos pedaços, para enfrentar poderosas novas versões dos AT-ATs e um pelotão de caças TIE Fighters. Com o auxílio da Millennium Falcon, temos uma excelente cena de ação, especialmente pela interação dos personagens e por representar a primeira grande ação de Kylo Ren como Líder Supremo.

11. Batalha sobre Scariff

Rogue One: Uma História Star Wars

Mesmo que a porção mais interessante esteja acontecendo em terra, a batalha espacial sobre o planeta Scariff é sensacional. Misturando com habilidade a decupagem da trilogia clássica, ao nos dar detalhes das naves e enquadramentos na cabine dos pilotos (incluindo imagens de arquivo de Uma Nova Esperança), temos uma agitada batalha onde a Aliança Rebelde tenta perfurar o escudo do Império sobre o planeta. Inclua aí pilotos kamikazee, naves hammerhead sendo usadas como alavancas e um visual incrível, e o clímax de Rogue One está servido.

10. Batalha sobre Endor

Star Wars: Episódio VI – O Retorno de Jedi

Mais uma Estrela da Morte, mais uma missão desesperada para explodi-la antes que o Império aniquile toda a Aliança Rebelde. Assim como no original, o trabalho de miniaturas das naves e da gigantesca Estrela da Morte é de cair o queixo, e a presença da Millennium Falcon como nave principal da ação também ajuda a tornar as perseguições diferentes da do original. Claro, temos um envolvimento menor por ela estar sendo entrecortada com as outras batalhas (em Endor e Luke contra o Imperador), mas ainda é um belo feito. O Star Destroyer colossal caindo, o tiro surpresa da estação, e Lando gritando ao escapar por pouco da explosão são apenas alguns dos grandes momentos desta grande sequência.

9. Batalha sobre Coruscant

Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith

Isso é o que eu chamo de começar um filme com o pé na porta. Em uma demonstração incrível de efeitos visuais realistas e repletos de detalhes, acompanhamos a missão de Anakin e Obi-Wan de resgatar o Chanceler Palpatine, sequestrado pelo General Grievous e mantido como refém em seu gigante cruzador espacial. Assim, os Jedi atravessam um campo de batalha intenso, mostrando o que as Guerras Clônicas têm de mais perigoso… E radical. A ação é realmente fantástica.

8. A Batalha de Hoth

Star Wars: Episódio V – O Império Contra-Ataca

Marcando a primeira grande derrota dos rebeldes em tela, a Batalha de Hoth é uma conquista monumental. Especificamente para essa lista, a batalha dos snowspeeders contra os poderosos andadores AT-ATs garante alguns dos momentos mais icônicos de toda a saga. Novamente, o trabalho de miniaturas é soberbo, assim como a direção que mantém o padrão de Uma Nova Esperança, colocando o espectador dentro da cabine dos pilotos enquanto executam as ações. A sacada de usar um cabo para amarrar as “pernas” dos AT-ATs, porém, é a grande genialidade da cena.

7. Perseguição em Coruscant

Star Wars: Episódio II – Ataque dos Clones

Imaginem uma perseguição de carros dentro do universo de Blade Runner. É basicamente isso que esta ótima cena nos entrega, com Anakin e Obi-Wan usando um belíssimo speeder amarelo para perseguir e capturar a caçadora de recompensas Zam Wesell, em uma corrida em alta velocidade para metrópole futurista de Coruscant. É uma cena intensa, divertida e que explora bem esse universo, com o trânsito das diferentes naves, os outdoors holográficos, e o pequeno “halo jump” de Anakin para interceptar o speeder de Zam. Como sempre os efeitos sonoros (o foley do motor do speeder de Zam é incrível) e a trilha de Williams dão o tom certo.

6. Speeders na floresta de Endor

Star Wars: Episódio VI – O Retorno de Jedi

Pela primeira vez na trilogia original, tivemos uma perseguição em alta velocidade. Perseguindo stormtroopers espiões, Luke e Leia usam as velozes speeder bikes para cruzar as árvores da estreita floresta de Endor. Essa mudança radical no estilo da ação garante um dos momentos mais empolgantes de O Retorno de Jedi, sendo mais um exemplo de uma cena de ação sem a presença de trilha musical – e chegaremos a mais um deles em alguns instantes.

5. O Voo da Falcon em Jakku

Star Wars: O Despertar da Força

Arrisco a dizer que nunca tivemos uma cena de naves tão realista nos quesitos físicos quanto esta. Os movimentos, o voo desajeitado de uma Millennium Falcon sem uso há anos e toda a geografia são elementos extremamente acertados. Não só a perseguição é incrível, mas a cena torna-se ainda mais envolvente por mostrar como Rey e Finn, dois estranhos, vão se ajudando para sobreviver, e a relação dos dois vai se fortalecendo. Uma verdadeira aula de fotografia virtual, e também de montagem, que intercala com perfeição as câmeras nas cabines de Rey, Finn, os stormtroopers e os planos gerais.

4. Ataque ao Encouraçado

Star Wars: Os Últimos Jedi

Rogue One pode ser o filme de Star Wars com mais estética de guerra de todos, mas o que Rian Johnson entrega logo na abertura de Os Últimos Jedi é facilmente o melhor retrato de uma batalha naval que já vimos na franquia. Com um Poe Dameron quase suicida liderando um ataque com seu X-Wing minúsculo, a Resistência enfrenta os poderosos Encouraçados da Primeira Ordem, criando uma divergência enquanto os demais soldados possam escapar de sua base. É uma sequência intensa, e que trabalha visualmente a estratégia de ambos os lados para formar um ataque e defesa, ganhando fôlego quando os bombardeadores da Resistência entram em jogo, rendendo uma cena digna de um longa da Segunda Guerra Mundial. 

3. Millennium Falcon no Campo de Asteróides

Star Wars: Episódio V – O Império Contra-Ataca

“Você não está pensando em atravessar um campo de asteróides, certo? Seria loucura nos seguirem”. Uma simples frase já nos cria a antecipação para o perigo que a Millennium Falcon, fugindo dos caças imperiais após a derrota em Hoth, está prestes a enfrentar. Em uma execução magistral, vemos as habilidades de Han Solo como piloto, usando a nave coreliana para desviar dos asteróides e confundir os caças TIE Fighters, revelando também o trabalho do departamento de efeitos especiais em criar uma sequência tão bem feita e empolgante com miniaturas, e que hoje se sustenta melhor do que muitos efeitos CGI por aí.

2. Obi-Wan foge da Slave I

Star Wars: Episódio II – Ataque dos Clones

E por falar em asteróides, vamos continuar falando de rochas espaciais naquela que é uma das melhores cenas a sair da trilogia prequel. Quando a caça torna-se o caçador, Obi-Wan Kenobi precisa usar suas melhores habilidades como piloto de sua Starfighter para sobreviver ao incrível poder de fogo da Slave I, nave do caçador de recompensas Jango Fett. Seja pelos gadgets inventivos da Slave, os efeitos visuais acertados ou o sensacional trabalho de Ben Burtt na sonoplastia, que novamente dispensa a trilha de Williams para criar uma perseguição quase “silenciosa”, essa cena é um grande feito. O mais “realista” retrato que Star Wars já fez do espaço.

1. Assalto à Estrela da Morte

Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança

Não tinha outra. O clímax de Uma Nova Esperança talvez seja o melhor momento de toda a saga Star Wars, representando toda a influência de George Lucas pelos filmes antigos da Segunda Guerra Mundial, em um retrato incrível da missão da Aliança Rebelde em se infiltrar nas trincheiras da Estrela da Morte e atingir o alvo que garantirá sua destruição. Tem suspense, ótimos efeitos e uma série de reviravoltas, especialmente no resgate de última hora de Han Solo, que deixa qualquer um com os cabelos arrepiados de adrenalina. A Força é muito forte com esta sequência magistral, meus amigos.

O que acharam da lista? Deixamos alguma cena de fora? Comente!

Leia mais sobre Star Wars

Comente!