Tem muita coisa boa na Netflix. Porém, a organização de seu catálogo muitas vezes deixa pequenas pérolas completamente escondidas. Por isso, trazemos aqui 5 dicas para a nossa primeira edição de uma lista que sempre será renovada aqui no site!

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Manhattan Murder Mystery

Este é um dos mais divertidos e subestimados filmes dirigidos e estrelados por Woody Allen. Por trás da trama policial está a química irresistível dos quatro protagonistas (Diane Keaton, Alan Alda e Anjelica Huston). Uma vizinha pode eventualmente ter sido assassinada: é o bastante para que um quarteto atrapalhado de detetives amadores aventure-se em busca da verdade. Destaque para o trabalho de câmera no ombro e iluminação de Carlo Di Palma, que referencia o cinema europeu dos anos 1970.

A Costa do Mosquito

Um inventor maluco e ativista antissistema leva os filhos à beira da loucura? Muito antes de “Capitão Fantástico”, este filme dirigido por Peter Weir apresentava premissa semelhante. É curioso comparar os dois filmes e perceber – pelo desfecho – como muita coisa mudou na indústria de cinema em três décadas. Enquanto a versão recente é simplória e esquemática, esta é mais complexa e não permite conclusões fáceis. Roteiro do célebre Paul Schrader (“Taxi Driver”) e foto do vencedor do Oscar John Seale.

Hope

O cinema sul-coreano é hoje uma indústria sólida com forte presença em diversos gêneros. Este é um drama delicado e comovente, pouco conhecido no Brasil, mas que vale a pena ser visto. O estupro de uma garotinha traz à tona as contradições de uma sociedade altamente preocupada com aparências. Mas os laços familiares falam mais alto. Também conhecido como “So-won” (http://www.imdb.com/title/tt3153634/?ref_=nm_flmg_dr_3).

Para Maiores

É até provável que você deteste esta comédia muito esquisita que apresenta episódios independentes estrelados por nomes do primeiro time de Hollywood (http://www.imdb.com/title/tt1333125/?ref_=nv_sr_1). Se você, entretanto, é daqueles que gostam de comédias provocativas e despudoradas, vai rir muito. Destaque para os segmentos do time de basquete e da adolescente (Chloë Grace Moretz) tendo uma experiência desconfortável na casa de um amigo. Entretenimento barato, incompreensível, grosseiro, mas muito engraçado.

Cloclo

Nem todo mundo que cantarola “My Way” sabe que a canção na verdade é uma versão de música francesa do cantor Claude François. Esta é sua caprichada biografia cinematográfica. Destaque para a belíssima sequência em que ele compõe a faixa enquanto literalmente persegue uma garota pela qual está apaixonado. Lançado no Brasil com o título “My Way – O Mito Além da Música”. Romântico, trágico e inspirador.

Ocho Apellidos Vascos

A Espanha parece ser um país onde até o vizinho de porta é estrangeiro e ninguém nunca é “nativo” o suficiente. Esta produção brinca com as rivalidades entre bascos e andaluzes, uma entre tantas cultivadas no território espanhol. O sucesso do filme gerou uma continuação, “Ocho Apellidos Catalanes”, desta vez tirando sarro das bizarrices de outra comunidade autônoma. O filme é diversão leve, charmosa e a protagonista é deslumbrante (Clara Lago).

Comente!