Robin Williams se tornou uma lenda da comédia e do drama por conta da sua versatilidade impressionante como ator. Qualquer papel que conquistasse, por mais desafiador que fosse, ele conseguia oferecer detalhes únicos que enriqueciam a experiência geral do filme. Claramente, um dos seus personagens mais clássicos é a Sra. Doubtifire, de Uma Babá Quase Perfeita.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Trazendo um retrato criativo do divórcio e da guarda dos filhos, o longa mostra como o personagem de Robin Williams está disposto a tudo para ficar perto dos filhos, incluindo se travestir como uma senhorinha que faz a faxina na casa da ex-mulher. Sendo um verdadeiro clássico e um filme bastante completo, a nostalgia que gera até hoje impulsiona essa lista de curiosidades que conta diversas histórias dos bastidores do filme.

Câmeras no Williams

Como Williams adorava improvisar inesperadamente criando versões únicas a cada tomada, o diretor do longa, Chris Columbus, já estava preparado para não perder um mísero detalhe da interpretação do ator protagonista.

Para isso, Columbus ordenou que ao menos duas câmeras estivessem 100% focadas em capturar a performance de Williams em todas as cenas. Isso quando não havia mais uma câmera adicional. Apesar da falta de planejamento na decupagem para tornar o visual do filme mais criativo, Columbus conseguiu capturar umas das melhores criações de Williams.

Podia ter sido um filme depressivo

Nas cenas deletadas do longa, havia momentos realmente pesados e tristes para a reviravolta do filme na qual a ex-mulher de Daniel descobria seu disfarce como sra. Doubtfire. Nessa cena em particular, Daniel e Miranda discutem fervorosamente enquanto seus filhos choravam escondidos no andar de cima, escutando tudo. No fim, ambos desciam e falavam que odiavam o pai. Felizmente, esse ápice dramático foi cortado, pois não combinava mesmo com o clima do filme.

Roteirista Demitido, mas nem tanto

Randi Singer experimentou um processo estranho enquanto escrevia Uma Babá Quase Perfeita. Seu final original desobedecia às ordens do estúdio, deixando de unir Daniel e Miranda no fim do filme e preservando o divórcio com uma guarda equilibrada. O estúdio acabou demitindo Singer, mas depois reconsiderou o texto e o readmitiu, permitindo algumas alterações bem-vindas para o final.

Expulsa da Escola

A vida de jovens atores e atrizes é sempre complicada pela dificuldade de alinhar os estudos com a profissão. Com Lisa Jajub, as coisas foram bastante intensas já que foi expulsa da escola que estudava por conta dos cinco meses que ela precisava retirar para interpretar a filha mais velha de Daniel e Miranda. Robin Williams até mesmo escreveu uma carta para a escola da atriz para reconsiderarem da decisão, mas a expulsão permaneceu.

O Poder da Maquiagem

Como muitos sabem, Uma Babá Quase Perfeita ganhou o Oscar de Melhor Maquiagem em 1994. A transformação de Robin Williams para Sra. Doubtfire é mágica. Os truques de maquiagem foram tão eficientes que nem mesmo o filho do ator, Zak, reconheceu seu pai quando o viu caracterizado pela primeira vez.

Sequência Frustrada

Em 2013, a sequência de Uma Babá Quase Perfeita estava praticamente confirmada, porém Mara Wilson, a eterna Matilda, recusou veementemente reprisar o papel o que deixou a produção em hiato enquanto tentavam convencê-la. Entretanto, os planos para a sequência foram totalmente enterrados quando Robin Williams acabou cometendo suicídio.

Queremos Tim Allen

Em alta nos anos 1990, Tim Allen estava em alta. Tanto que era a primeira escolha do estúdio para interpretar Doubtfire ou o papel do namorado de Mirando de Pierce Brosnan. Felizmente o ator descartou seu interesse no filme, permitindo que a gente recebesse performances divertidas de Brosnan e um show de Williams.

Repetição na TV Aberta

Não é só no Brasil que temos uma repetição inacreditável na programação das emissoras abertas. No ano de 2013, Uma Babá Quase Perfeita foi transmitido por 66 vezes em um ano. Ou seja, era possível ver o filme ao menos duas vezes por semana na TV aberta nos EUA!

Inspirado na Vida Real, em parte

Em entrevistas para a imprensa, Robin Williams admitiu que havia se inspirado na sua babá de infância, Lolly, para criar Doubtfire. Evidentemente que isso causou um furor na mídia que rapidamente caçou a velhinha para conquistar uma exclusiva. Com algum tempo, encontraram a sra. Lolly no Michigan em um asilo. Porém, para o desespero dos repórteres, a velhinha não estava interessada em conversar com ninguém.

Para vocês, Uma Babá Quase Perfeita também é um clássico? Para a gente, sim! Conte sua opinião nos comentários.

Confira nossa lista de curiosidades dos Bastidores de Matilda!

Comente!