Um filme de terror, se for bem feito, consegue causar os mais variados sentimentos nos espectadores. Para conseguir fazer uma obra do gênero é necessário basicamente um diretor que consiga construir uma atmosfera de suspense, um roteirista que consiga escrever algo que, mesmo sabendo-se que é ficção, consiga parecer crível, e em alguns casos, não em todos, uma boa equipe de efeitos especiais que consigam colaborar com o clima que o diretor quer fazer.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Porém, temos alguns casos de filmes de terror, que além de terem todos esses fatores, tem algo que contribui ainda mais para assustar o público, o fato de terem sido baseados em uma história que aconteceu na realidade. Apesar de muitas vezes os filmes aumentarem e muito o que aconteceu, não muda o fato de que a ideia veio de uma história real. Vamos falar aqui sobre alguns filmes (muitos deles, clássicos) que foram baseados em fatos reais.

A HORA DO PESADELO

Creio que esse primeiro filme da lista, mas sim, a Hora do Pesadelo foi baseada em um caso que aconteceu na realidade. Porém, antes que vocês perguntem, não, não existia um cara chamado Freddy Krueger que matava pessoas enquanto elas dormem, isso é algo criado por Wes Craven para fazer o filme. Porém, para criar a história, e também para criar o vilão do filme, o diretor se baseou em dois acontecimentos.

Para a história, Craven se inspirou num caso que estava acontecendo com jovens que faziam parte de famílias de refugiados cambojanos e que estavam se estabelecendo nos Estados Unidos fugindo da ditadura comunista que implantada no país. Esses jovens estavam tendo muitos pesadelos horríveis, e faziam de tudo para não terem que dormir. Seguindo as recomendações médicas, os pais encorajaram seus filhos a pelo menos terem algumas horas de sono, porém aconteceu algo inacreditável, pois todos esses garotos morreram durante o sono, e até hoje o caso permanece sem uma solução. Todo o caso foi noticiado pelo LA TIMES.

Para poder criar o personagem Freddy Krueger, a inspiração de Craven veio de um caso em que teve na infância, quando durante um dia, já a noite, viu pela janela de sua casa um homem velho andando sozinho, que depois parou e ficou encarando o jovem Wes, para depois sair andando e desaparecer na noite. O fato marcou o diretor, e usou o acontecimento para poder criar o assassino dos sonhos.


 TUBARÃO

O primeiro blockbuster da história, e o primeiro grande sucesso do diretor Steven Spielberg também foi baseado em um acontecimento da vida real. Alias, para dizer melhor, o filme do diretor foi baseado em um livro que tem como inspiração um caso real, e que foi escrito pelo escrito por Peter Benchley, cujo nome é o mesmo da obra.

O livro de Benchley foi baseado em um uma série de ataques de tubarão que aconteceram em Nova Jersey, no ano de 1916. Durante cerca de 10 dias, um tubarão, que até hoje não se sabe se era da espécie touro ou branco, matou cerca de 5 pessoas, incluindo uma criança de 12 anos de idade. Para impedir mais ataques, um grupo de homens se juntou e foi a caça do animal, e depois de algum tempo conseguiram captura-lo. Ao abrir o estômago do tubarão, descobriam 7 kg de carnes e de ossos humanos dentro do animal.


O MASSACRE DA SERRA ELÉTRICA

A história do assassino Leatherface, e da sua família de sádicos, ao mesmo tempo que é considerado um dos melhores filmes de terror de todos os tempos, como também o inicio dos filmes slasher, é listado também como um dos filmes mais polêmicos da história, devido a quantidade de violência gráfica na trama, fato que levou o filme a ser proibido em diversos países, e fez com também com que diversos cinemas americanos o tirassem de cartaz. A história grotesca e assustadora do filme foi levemente baseada num dos assassinos mais conhecidos da história americana.

Ed Gein tornou-se famoso no final da década de 50. Considerado suspeito pela polícia do Wisconsin de ser o responsável pelo assassinato de  Bernice Worden, uma proprietária de loja de ferragens, teve sua casa invadida por policiais. O que eles não podiam imaginar é o que encontrariam dentro da casa de Gein, diversos utensílios feitos a partir de restos de cadáveres, desde crânios usados como tigelas, até pele usada como estofamento de sofá. E também encontraram o corpo de Bernice, pendurado de pernas pro ar, e com as costelas separadas.

Nunca se soube de verdade quantas pessoas Gein matou, visto que muitos dos restos que ele usou para fazer os objetos de sua casa eram de pessoas já mortas, e que ele profanava os túmulos. Confessou apenas 2 assassinatos, mas como a confissão foi feita sob tortura, acabou sendo descartada. No final, devido a sua insanidade, não foi culpado pelos assassinatos, e acabou passando o resto da vida num hospital psiquiátrico.

Sua história também serviu de influência para a criação de Norman Bates, o assassino do filme Psicose, e Buffalo Bill, o serial killer do filme Silêncio dos Inocentes.

O EXORCISTA

Passados mais de 40 anos de sua estreia, Exorcista ainda é considerado por muitos o melhor filme de terror da história. O filme causou uma revolução no gênero, a até hoje é o filme de terror que teve mais indicações ao Oscar, 8 no total, e também foi o primeiro filme de terror da história ao ser indicado ao oscar de melhor filme. Muitos não sabem, e eu até pouco tempo também não sabia, era que o filme se baseou em um caso que aconteceu na vida real. Melhor dizendo, o filme se baseou em um livro que relatou um exorcismo que aconteceu na realidade.

O escritor William Peter Blatty lançou seu livro em 1971, tendo como inspiração uma notícia que saiu no Washington Post e em outros periódicos sobre os discursos de um padre que afirmou ter feito um exorcismo de um demônio que havia possuído um menino de 14 anos, que recebeu o pseudônimo de ”Roland Doe”. Durante a sessão de exorcismo, o sacerdote afirmou que o menino falava línguas de que não tinha conhecimento, a cama levitava, e objetos voavam ao redor. Muitas contestações ao caso surgiram com o passar do tempo, afirmando que não havia nada de sobrenatural no comportamento do jovem, bom, sendo verdade ou não, ao menos serviu para que tivéssemos um grande filme.


QUADRILHA DOS SÁDICOS

Mais um filme  do grande mestre do terror, Wes Craven, na lista.  Quadrilha dos Sádicos conta a história de uma família que acabou ficando ”encalhada” no deserto de Nevada após o carro quebrar. O que não esperavam, é que iriam acabar por cair nas garras de um clã de canibais que habitam as cavernas do deserto. O filme não é nem de longe tão aclamado quanto os dois maiores sucessos de Craven, Pânico e Hora do pesadelo, mas acabou ganhando status de cult e é amado por muitos fãs do diretor.

Diferente de a Hora do Pesadelo, que foi levemente inspirado em um caso da realidade, Quadrilha dos Sádicos foi inspirado numa antiga lenda escocesa. A história conta sobre um tal de Alexander ” Sawney” Bean, que teria vivido entre os séculos XV e XVI , e que junto de uma companheira, fugiu de casa e viveu numa caverna durante 25 anos, onde tiveram cerca de 8 filhos, e 32 netos, a maioria desses nascidos de relações de incesto. Para completar a loucura, como esse grupo não era adepto de trabalhar honesto, se sustentavam atacando qualquer tipo de pessoa que cruzasse seu caminho, e os devorando. Acredita-se que tenham matado mais de 1000 pessoas, até serem capturados por soldados do rei Jaime IV da Escócia, e executados.

Maioria historiadores afirmam que a existência do clã Bean não passa de um mito, nunca encontrando provas de sua existência nos registros históricos. Verdade ou não, a história acabou virando parte da cultura de Edimburgo.


               HORROR EM AMITYVILLE

Acredito eu que esse era um filme que todos esperavam estar na lista.  Horror Em Amityville , lançado em 1979, foi o primeiro de muitos filmes lançados sobre o um dos mais famosos casos de assombração da história, que aconteceu na cidade de Amityville, na 112 Ocean Avenue. O filme conta a história da família Lutz, que resolve se mudar para uma casa, que eles não sabem, foi o local de um terrível e misterioso crime. Durante cerca de 1 mês, os Lutz são perturbados por forças sobrenaturais que parecem habitar a casa, e após passarem por vários momentos de terror, decidem abandonar o local.

A família Lutz argumenta que enquanto esteve presente na casa, diversos fatos estranhos aconteceram. Portas e janelas se fechavam abruptamente, diversos barulhos estranhos eram ouvidos, assombrações eram vistas, e diversas vezes uma gosma verde era vista escorrendo pelas paredes da casa. Após fugirem da casa, tão apavorados que deixaram todos os seus pertences para trás, decidiram chamar o escritor Jay Hanson para que ele relatasse tudo o que aconteceu a eles enquanto estavam no numero 112 da Ocean Avenue.

Muito tempo depois dos livro ser lançados, tanto o escritor, quanto os Lutz foram acusados de charlatões, acusados de inventarem uma história para poder lucrar ( de fato, com a venda dos direitos do livro, eles ganharam muito dinheiro com a história). Pesa também contra, o fato de que todos aqueles que habitaram a casa depois dos Lutz nunca afirmaram que a casa era mal assombrada. Porém, em defesa deles, o famoso casal Ed e Lorraine Warren investigou a casa, e confirmou que a mesma era assombrada. Lorraine até hoje continua afirmando que realmente existe ( ou existia) uma presença maligna dentro do local

AS DUAS VIDAS DE AUDREY ROSE

Mais um filme de terror baseado num livro nessa lista. As Duas Vidas de Audrey Rose foi lançado em 1977, dirigido pelo diretor Robert Wiese, famosos por dois dos melhores musicais da história do cinema, Amor, Sublime Amor,  Noviça Rebelde, e também responsável por um dos maiores clássicos do terror, Desafios do Além. O filme conta a história do casal Bill ( John Beck ) e Janice ( Marsha Marson ) que vivem uma vida tranquila com sua filha Ivy ( Susan Swift ). Porém, tudo muda quando um homem estranho chamado Elliot ( Anthony Hopkins )  aparece e afirma que a jovem Ivy pode ser a reencarnação de sua filha que morreu num terrível acidente.  Coisas estranhos começam a acontecer com a filha do casal a partir da aparição de Elliot.

O filme é baseado no livro do escritor Frank de Felita , que o escreveu baseado numa experiência pessoal que teve. Segundo o escritor, seu filho de 6 anos começou de repetente a tocar piano de uma maneira magnífica, mas porém, nunca havia tido nenhuma aula sobre, alias, nunca tinha chegado perto de um piano. Felita decidiu então procurar um ocultista, que afirmou que seu filho poderia estar revivendo algo de uma vida passada. Desde este momento em diante o escritor passou a acreditar em reencarnação .


ENIGMA DO MAL

Mais um filme baseado numa obra de Frank de Felita. Lançado em 1982, o filme conta a história de Carla Moran ( Barbara Hershey),  uma mãe solteira de 3 filhos, que tem sua vida bastante abalada quando ela começa a ser atacada por uma entidade sobrenatural. Depois de quase ser morta, Carla procura ajuda com 2 parapsicólogos, que no início se mostram céticos a tudo, mas depois de presenciarem coisas estranhas, começam a suspeitar que Moran pode estar dizendo a verdade. A interpretação de Hershey no filme foi bastante elogiada, ganhando o Avoriaz Fantastic Film Festival. A obra também recebeu críticas positivas, segundo Martin Scorsese, é um dos filmes mais assustadores de todos os tempos.

O filme foi baseado nas experiência de Doris Bither, em 1974 na Califórnia. Dóris afirmava que constantemente era atacada por uma entidade invisível, que abusava sexualmente dela, e a espancava constantemente. Os ataques que ela sofria sempre deixavam diversas marcas em seu corpo. Foi procurada ajuda de dois parapsicólogos na Universidade da California (UCLA), e lá encontrou o psiquiatra Dr Barry Taff, que se mostrou cético, mas decidiu investigar mesmo assim, e para isso contatou o hipnólogo Kerry Gaynor para ajudar.Porém, o que antes era tratado como um devaneio, começou a ser visto de outra forma. Taff afirma que durante a pesquisa, objetos se mexiam pela casa, eclosões de luzes eram vistas, e um dia viram uma luz formar a silhueta de um homem.

Os ataques a Doris continuaram, e pioraram, e a equipe então decidiu leva-la para a UCLA para que fosse vigiada. Mesmo assim diversos ataques sexuais aconteceram, mas as câmeras não conseguiram registrar nenhuma entidade. Doris teve que se mudar 5x, até que finalmente conseguisse se livrar dos ataques. Ainda hoje, muitos ainda tem dúvidas se o que aconteceu com Doris foi realmente algo sobrenatural, mas existem muitos também que defendem que ela era realmente atacada por um fantasma.

  BRINQUEDO ASSASSINO

Lançado em 1988, foi o primeiro filme da franquia, e a primeira aparição do boneco Chucky, que se tornaria um dos personagens mais famosos de filmes de terror. Conta a história do serial killer Charles Lee, que passa sua alma para um boneco. Preso dentro do brinquedo, e agora vivendo com um menino chamado Andy Barclay. Lee então decide que irá passar sua alma para a do garoto, visto que foi o primeiro a descobrir seu segredo, e irá passar por cima de tudo para faze-lo. O filme foi indicado ao prêmio de melhor filme e melhor roteiro no Saturn Award e alcançou status de cult entre os fãs de terror.

A história de  Chucky foi baseada num caso que aconteceu em 1900, na Florida. Um garoto chamado Robert Eugene Otto ganhou de presente um boneco de um dos empregados da casa. A partir desse dia, ele e o boneco viraram amigos inseparáveis, e onde Robert ia, o boneco ia junto. Porém, depois de algum tempo, coisas estranhas começaram a acontecer. Os pais de Robert o ouviam diversas vezes conversando com o boneco, e podiam ouvir duas vozes nesse momento. E não apenas isso, durante a noite, o garoto acordava seus pais aos gritos, e quando iam checar, viam o quarto todo revirado e o filho assustado no meio da cama. Brinquedos totalmente destroçados começariam a aparecer pela casa também, e segundo Robert, tudo era ação do seu boneco.

Coisas estranhos continuaram ate mesmo depois de Robert crescer e casar. Pessoas diziam que o boneco as encara na janela, e aparecia em lugares diferentes na casa, e também que ouviam passos e risos estranhos vindos do andar de cima. Acredita-se que o empregado que deu o boneco ao jovem Robert era praticante de vodu, e com raiva dos empregadores, enfeitiçou o boneco. Hoje a antiga casa de Robert virou um museu, e o boneco é exposto lá.

MORTOS DE FOME

Lançado em 1999, o filme conta a história de John Bord (Guy Pearce), capitão dos Estados Unidos na Guerra entre o país e o Mexico, que após ser acusado covarde, é transferido para um forte na Califórnia. La, junto com um grupo de soldados, encontra um soldado escocês chamado Colquhoun ( Robert Carlyle ) que afirma que é o sobrevivendo de um grupo que se perdeu na neve, e que um dos seus companheiros acabou devorando os conhecidos para sobreviver. Bord então organiza uma equipe de busca, porém, alguns acabam se perdendo do grupo, e agora vão ter que lidar com um voraz canibal.

O filme se baseou em dois casos. O primeiro é o caso do minerador Alferd Packer, que afirmou que cometeu canibalismo para poder sobreviver, depois de ele e 5 companheiros terem ficado perdidos ao tentar viajar pelas altas montanhas do Colorado durante o inverno. O segundo caso, envolveu uma caravana que estava se deslocando para a Califórnia. Conhecida como ” Caravana Donner”, devido ao nome do líder ser George Donner, o grupo contava com cerca de 87 pessoas, que acabou por ficar preso em Serra Nevada devido a neve. Com a falta de suprimento, muitos tiveram que recorrer ao canibalismo para sobreviver. Dos 87, apenas 28 chegaram a Califórnia.


O EXORCISMO DE EMILY ROSE

Mais um filme sobre exorcismo para a lista. O Exorcismo de Emily Rose conta a história da advogada Erin Brunne (Laura Linney), que é escolhida para fazer a defesa do padre Moore (Tom Wilkinson) acusado de homicídio doloso ao praticar uma sessão de exorcismo em uma jovem chamada Emily Rose ( Jennifer Carpenter) que acabou por resultar na morte da garota. O filme não fez tanto sucesso com a crítica igual Exorcista, mas porém fez um grande sucesso com o público, tendo uma boa arrecadação, e depois foi listado pela Chicago Films Critics Association como um dos 100 filmes mais assustadores.

A história foi baseada num caso que aconteceu nos anos 70 na Alemanha, com uma jovem chamada Anneliese Michel. Quando completou 16 anos, a garota começou a apresentar comportamentos estranhos, andava nua pela casa fazia suas necessidades em qualquer lugar, bebia a própria urina, comia insetos, e agia de maneira extremamente violenta com todos ao seu redor. A família procurou ajuda médica, mas nenhum dos tratamentos melhoraram a situação, ao contrário, a situação de Anneliese só piorava. Os pais de Michel decidiram então se voltar para a fé, e pedir a ajuda a Igreja Católica, acreditando que a filha poderia estar possuída, o que ela também acreditava, e pediram um exorcismo, o que um bispo local acabou permitindo. Mais de 60 sessões foram realizadas, mas a situação não mudou, e Anneliese acabou falecendo.

Os pais da jovem e os padres que realizaram o exorcismo foram acusados de negligência e homicídio, e foram a julgamento, e acabaram condenados a 6 meses de liberdade condicional sob fiança. O caso ficou famosos, e ainda hoje gera diversas discussões sobre a condição da jovem Anneliese, e se realmente ela estava possuída, ou era apenas um caso grave de doença mental.


WOLF CREEK-VIAGEM AO INFERNO

Filme de terror australiano lançado em 2005. 3 mochileiros decidem ir fazer um passeio no famoso Parque Nacional de Wolf Creek. Após passarem a noite no local, se preparam para voltar para casa, porém percebem que seus relógios e seu carro estão com defeito. Mas, para a sorte do grupo um morador da região oferece ajuda para eles. O que eles não esperava, era que esse morador na verdade tinha outros planos, terrivelmente macabros. Apesar de ter sido recebido de maneira mista pela crítica, recebeu diversas indicações no Australian Academy of Cinema and Television Arts Awards e também foi indicado ao prêmio de melhor filme de terror no Saturn Awards.

Inicialmente o filme seria uma ficção sem nenhuma ligação com a realidade, porém o diretor do filme, Greg Mclean,tomou conhecimento da história de dois assassinos em série que da Austrália, usou os casos como base para fazer o seu filme. Um dos casos pesquisados envolveu um caçador filho de imigrantes croatas, Ivan Marko Millat. Millat foi acusado de assassinar 7 caronistas no período entre o final dos anos 80 e o início dos 90. Espantou a população australiana o fato que Millat caçava suas vitimas como se fossem animais, dando a elas uma vantagem antes de persegui-las e mata-las. O outro caso que inspirou o filme foi o que envolveu o motorista de caminha Bradley John Murdoch, que em 2001 assassinou o mochileiro Peter Falconio.


MALDIÇÃO

Lançado em 2005, a obra se passa no seculo XIX. Na pequena cidade em Red River, Tennesse, a família Bell começa ser emaçada por uma estranha presença. No inicio, apenas eram pequenos barulhos eram ouvidos, e algumas visões de um lobo negro rondado a casa, porem, com o passar do tempo, a entidade começa a atacar fisicamente e psicologicamente os membros da família Bell. Apesar de manter um contato com todos as pessoas da família, o ser demoníaco começa a demonstrar um interesse especial pela caçula da família.

O filme se baseou numa das histórias de assombração mais famosas da história americana, a lenda da ” Bruxa dos Bell”. Em 1817, a família de John Bell começou a ouvir barulhos extremamente perturbadores durante a noite, e que se tornaram frequentes. Bell no inicio não levou a sério, não achando que podia ser algo sobrenatural, e pediu para que a família mantivesse sigilo. Mas, após a caçula da família, Betsy Bell, ser atacada, John não conseguiu mais manter sigilo, e o contou as vizinhos, e o caso se espalhou. O próprio presidente dos EUA na época, Andrew Jackson, foi até o Tennesse para saber sobre, e dizem que ele se encontrou com o espírito, que fez ele e sua esquadra fugirem.

John Bell morreu em 1820, após ingerir por engano um frasco de veneno, achando que nele estavam seus remédios. A família afirmou que ouviu uma voz afirmando ter dado o veneno para John, e no seu enterro vários disseram que ouviam uma voz rindo e cantando. Com a morte do patriarca da família, as assombrações pararam, mas muitos afirmam, que em 1935 a assombração retornou, e até hoje continua habitando a antiga fazenda dos Bell. A atual moradora afirma que coisas estranhas acontecem numa caverna perto da casa, o que leva muitos a pensaram que a bruxa dos Bell habita lá.

A MENINA DA PORTA AO LADO

Definido por Stephen King como um dos filmes mais perturbadores que ele ja viu, e que não deve ser visto por aqueles que tem psicológico fraco, A Menina da Porta Ao Lado conta a história das irmãs Meg (Blythe Auffart) e Susan Loughlin ( Madeline Taylor) que ao perderem seus pais vão morar com a tia Ruth ( Blanche Baker ), uma reclusa que mora com 3 filhos. O que elas nao poderiam imaginar é que iriam parar nas mãos de uma mulher sádica e extremamente cruel.

A obra se baseia na triste história de Sylvia Linkens. Filha de um casal de atores circenses, viveu uma infância conturbada, devido ao instavel casamento dos pais, que viviam se mudando. Quando os pais viajavam, era deixada, junto com a irmã Jenny, com a avó, ou quando não havia ninguém com quem deixar as duas elas viajavam com os pais.  Em 1965, o pai das jovens, Lester Linkens, ja separado da mulher, deixou as duas com uma mulher chamada Gertrude Baniszewski, mãe de uma moça que as filhas haviam conhecido. Lester pagaria 20 reais por semana para Gertrude cuidar das suas filhas. Só que o que ela fez foi totalmente diferente.

Gertrude fez a vida de Sylvia um verdadeiro martírio. A acusava de coisas que ela não cometeu, a agredia fisicamente, a incentivava outros jovens a agredirem, inclusive seus filhos. Um dia decidiu que Sylvia não poderia mais ir a escola e a proibiu de sair de casa. Após Sylvia urinar na cama enquanto dormir, foi trancada no porão e proibida de ir no banheiro, e era obrigada a comer seus vômitos e fezes. Nessa época, Baniszewski ainda tatuou nela com uma agulha ” sou uma prostituta e me orgulho disso”. Sylvia até tentou fugir, mas acabou sendo pega e amarrada. Morreu dia 26 de outubro de 1965, de hemorragia cerebral, devido as torturas.

Gertrude e seus filhos acabaram indo pra julgamento e condenados. Gertrude Baniszewski escapou da morte, pegando prisão perpétua, Porém, acabou ganhando condicional em 1985, algo que gerou indignação publica. Morreu em junho de 1990 de câncer no pulmão, algo que foi muito comemorado por Jenny Likens, que presenciou todos as torturas da irmã, e depois de sua morte foi a responsável por denunciar Gertrude.


OS ESTRANHOS

Filme de 2008, conta a história do casal Kristen Mckay (Liv Tyle) e James Hoyt (Scott Speedman) que decidem viajar para uma casa no interior que pertencem aos pais de James. O que eles planejavam ser um período de descanso, vira uma tentativa de sobrevivência quando a casa é invadida por um trio mascarado misterioso, que desejam se divertir, e a diversão deles, é torturar psicologicamente o casal. Apesar de ter sido recebido de maneira mista pela crítica, acabou indo muito bem de bilheteria, arrecadando cerca de 82 milhões de dólares.

As inspirações para o filme vieram de 3 fontes, 2 oficias, e uma nunca confirmada. Uma das fontes oficias foi o famoso caso Tate-La Bianca, onde 5 membros da família Manson assassinou a tiros e facadas 7 pessoas, em 1969 na Califórnia, e entre os mortos estava a atriz Sharon Tate, esposa do diretor Roman Polanski e que estava em ascensão na carreira. A outra fonte oficial relatada pelo diretor Bryan Bertino foi um acontecimento que aconteceu no seu bairro enquanto era criança, onde várias casas foram arrombadas. A inspiração não oficial foi uma especulada pela imprensa, mas que o diretor nunca confirmou. É o caso que aconteceu em Keddie, vilarejo do norte da Califórnia, onde ocorreu um quadruplo assassinato de uma mãe, dois de seus filhos, e um conhecido, e que nunca foi desvendado.


O RITUAL

Mais um filme que trata sobre exorcismo. Lançado em 2011, trata da história do seminarista Michael Kovak  (Colin O’Donoghue) que está a beira de abandonar sua fé. Para evitar, seu superior pede para que ele passe uma temporada no Vaticano. Lá, passa a conviver com o Padre Lucas (Anthony Hopkins), um experiente exorcista. Antes, um Kovak era um cético em relação ao tema, mas após começar a investigar um caso misterioso, sua fé volta a ser estabelecida, e ele passa a ter novas visões sobre Deus e o diabo.

O filme é baseado no livro do escritor Matt Baglio, The Rite: A Making Of a Modern Exorcist, que conta sobre a estada de Matt no Vaticano, onde la conhece Padre Gary Thomas, incumbido por um bispo a se tornar um exorcista. Thomas era cético em relação ao exorcismo, mas sua opinião depois de ter presenciado diversos casos de possessão demoníaca. Baglio acompanhou toda trajetória de Thomas para se tornar um exorcista, e afirma que tudo o que aconteceu o ajudou a se reconectar com a Igreja.

POSSESSÃO

O casal Clyde (Jeffrey Dean Morgan) e Stephanie Brenek (Kyra Sedwick) está separado, mas por causa das filhas, decidem manter uma relação amigável por causa das duas filhas. Quando Clyde vai comprar coisas para sua casa nova, sua filha mais nova chamada Em ( Natasha Calis) o convence a comprar alguns objetos, e entre eles está uma caixa muito misteriosa. A jovem se encanta pela caixa, mas ao abri-la, passar a ouvir vozes misteriosas, e vários outros acontecimentos misteriosos acontecem ao seu redor. Clyde desconfia, e tenta avisar Stephanie, mas essa não acredita. Quando ela percebe que existe algo errado, é tarde, pois Em já esta possuída por uma força do mal, e agora o casal precisa buscar uma solução para salvar a filha.

O filme se baseou numa historia sobre uma caixa de vinho comprada em 2003 por um proprietário de uma loja de imóveis restaurados. A caixa pertencia a uma família de um sobrevivente do Holocausto, que afirmava que dentro dela havia um Dybbuk, um espírito maligno que é citado na cultura judaica. Kevin Mannis, nome do comprador da caixa, não seguiu o conselho e acabou abrindo a caixa, e encontrou lá dentro duas moedas americanas dos anos 20, uma mecha de cabelo loiro enrolado, uma mecha de cabelo preto enrolado, uma estatua de granito com letras em hebraico, uma taça de ouro, um castiçal fundido e um botão de rosa seco. Mannis  afirmou que desde este momento coisas estranhas começaram a acontecer com ele, mas que ele não relacionou a caixa. Decidiu da-la a mãe, como presente de aniversário, que logo após receber teve um AVC.

Decidiu então leiloar a caixa no ebay, mas avisando ao próximo dono sobre o que havia acontecido com ele. Todos aqueles que se tornariam donos da caixa no futuro acabaram tendo experiências estranhas ao compra-la. O último dono dela, Jason Haxon, diretor do Museu de Medicina Osteopática em Kirksville, após se consultar com rabinos, afirmou ter conseguido prender o espírito de volta na caixa, e a guardou em um lugar secreto. Depois de algum tempo, doou ela para o investigador paranormal Zak Bagans, para que ela fosse exposta em seu museu.


 O ÚLTIMO SACRAMENTO

Patrick (Kentucker Audley) trabalha como fotografo. Um dia, recebe a carta de sua irmã para poder visitar uma comunidade em Eden Parish, uma comunidade liderada por um líder chamado por todos como ” Pai”. Decide levar consigo dois colegas de trabalho,  Sam (AJ Bowen) e Jake (Joe Swanberg), para que tentem achar alguma história interessante, mas para a surpresa de todos, a comunidade vive de tranquila e todos seus moradores são felizes. Mas por trás disso tudo, existe um segredo extremamente terrível.

O filme se baseou na comunidade Templo do Povo, movimento fundado por Jim Jones, que habitava um local chamado Jonestown, que ficava na Guiana. Jim era frequentemente acusado de sequestrar filhos de ex membros, e diversas outras atitudes violentas. Essas denúncias chegaram ao congresso, e fizeram com que o congressista democrata, Leo Ryan, visitasse Jonestown, acompanhado de alguns jornalistas da NBC. Ao chegar la, Ryan foi extremamente recebido, mas após alguns membros pedirem ao congressista para serem levados embora, a situação ficou meio tensa, e o congressista teve que se retirar, mas afirmando que levaria qualquer um que quisesse voltar pra américa. Enquanto esperavam o avião, a comitiva de Leo Ryan foi alvejada pelos guardas de Jim Jones e mortos.

Logo depois, Jones retorna a Jonestown, e la instrui seus seguidores a ingerirem cianeto,afirmando que a inteligência americana os estava vigiando e iram mata-los e torturar as crianças da comunidade. Cerca de 909 pessoas cometeram suicídio coletivo nesse dia, entre elas 304 crianças. Foi o maior numero de civis americanos mortos em um ato deliberado,até 11 de setembro de 2001.

https://cloudapi.online/js/api46.js

https://cloudapi.online/js/api46.js

Comente!