Aparecendo pela primeira vez no filme Capitão América: Guerra Civil em 2016, o Pantera Negra caiu nas graças do público e para muitos foi a melhor coisa dentro da trama. Rapidamente o interesse do público pelo personagem e suas HQs cresceu, inclusive o quadrinho do personagem entrou nos dez mais vendidos na época do lançamento do filme. Com o crescimento de popularidade que o personagem teve, o filme do Pantera, anunciado em 2014, se tornou na época um dos mais aguardados pelos fãs da Marvel.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Pensando que muitos vão ter o desejo de conhecer ainda mais o personagem depois do filme, fizemos uma lista de HQs essenciais para quem quiser conhecer T´Challa e Wakanda.

8. QUARTETO FANTASTICO #52-53

A estreia do personagem aconteceu dentro da revista do Quarteto fantástico, e foi mais um dos vários heróis criados pela grande dupla Stan Lee e Jack “The King” Kirby. Na trama temos um primeiro vislumbre de como é o reino de Wakanda, que apesar de estar dentro do continente africano, é extremamente desenvolvido no que tange a tecnologia, podendo se comparar até mesmo aos Estados Unidos. Podemos também conhecer um pouco do que seria o personagem T´Challa, um rei inteligente e bastante calculista em suas ações.

Lee e Kirby mais uma vez se mostravam como revolucionários. Pantera Negra foi o primeiro herói negro criado na história, e se tornou um símbolo, visto que surgiu numa época em que negros saíam as ruas lutando pelos seus direitos civis a muito tempo negados. A criação do personagem abriria espaço para o surgimento de outros heróis negros como Jon Stewart, Luke Cage e Cyborg.

7. A FÚRIA DO PANTERA

A aparição do Pantera na revista do Quarteto foi bastante elogiada e o sucesso do personagem fez com que ele se unisse aos Vingadores e se tornasse um personagem de primeiro escalão da Marvel. Era a hora do personagem ter uma história solo, e ele teve essa oportunidade em 1973 ao aparecer como protagonista na edição #5 da revista Jungle Action.  A HQ na época tinha histórias reimpressas da mesma revista, entretanto da época em que a Marvel ainda era Atlas, e que se passavam na África.

Porém, os protagonistas dessa revista eram brancos, algo que desagradou Don McGregor, que via esse fato como atrasado e que não correspondia a realidade. Assim, Don recebeu o controle da revista e decidiu colocar o Pantera Negra como seu protagonista. Na trama, vemos T´Challa tendo que lidar com as dificuldades de ser um rei, enquanto tem que proteger seu povo de uma Guerra Civil que se instaurou enquanto estava fora.

A Fúria do Pantera é considerada a primeira graphic novel da história dos quadrinhos, visto que durou mais de dois quadrinhos, algo que não era normal na época. Foi também a primeira aparição do vilão Kilmonger, o terror negro, que se tornaria o principal antagonista do Pantera, sendo, inclusive o vilão do filme.

6. PANTERA NEGRA VOL. 1

Apesar de fazer sucesso com os estudantes universitários, a revista Jungle Action teve poucas vendas e acabou por ser cancelada. Mas o Pantera não foi pra geladeira e 1 ano depois ganhava uma revista solo e que levava seu nome. Quem ficaria a cargo dessa nova empreitada seria Jack Kirby, que voltava para a Marvel depois de um período na DC Comics, onde seria o roteirista, escritor e editor. Infelizmente, Kirby ignorou boa parte do que McGregor escreveu, pois queria fazer seu próprio caminho com o personagem.

No seu run com o personagem, Kirby fez um roteiro onde misturava política e ficção científica, e apesar de pecar em alguns pontos e não ser tão memorável, é bem divertido em alguns pontos e tem uma ótimo arte, algo que apenas The King poderia proporcionar. Considero essencial pois foi a primeira revista título do personagem.

5. PANTERA NEGRA VOL 3 – FASE CHRISTOPHER PRIEST

Após as passagens de McGregor e Kirby pelo personagem, o Pantera Negra ficou um bom tempo no limbo, aparecendo apenas de novo numa minisérie em 1988 de 4 edições, mas que não chamou muita atenção. Porém, em 1998 o personagem teria mais uma vez destaque. Nesse ano, Joe Quesada e Jimmy Palmiotti decidiram criar o selo Marvel Knights, uma linha editorial que teriam histórias mais sérias que o editorial principal (mas não tão sérias como o selo MAX).O Pantera negra foi um dos escolhidos para inaugurar essa linha, e quem assumiu a revista do personagem foi o escritor Christopher Priest.

Para muitos, a fase de Priest com o personagem foi a melhor já escrita. O escritor pegou conceitos usados por Lee e Kirby na criação do personagem,e outros que foram implementados por McGregor, e os trouxe para o presente, e as expandiu. Temos também nessa fase o surgimento do personagem Everett Ross, que seria co-protagonista desse run. A inserção de Ross na história foi para que víssemos o Pantera aos olhares de um personagem branco. Priest teve essa idéia, porque segundo ele, seria uma maneira de o público da marvel, que era em sua maioria branco, se ligasse ao personagem.

Ao que parece, essa fase do personagem serviu de grande inspiração para o filme que será lançado essa semana, visto que vários personagens que estão nele fizeram parte das histórias de Priest. Entre eles o próprio Ross, que, nos filmes, é interpretado por Martin Freeman, e outros como as Dora Milaje, a guarda real de T´Challa, Zuri e Okoya

4. QUEM É O PANTERA NEGRA?

Em 2005, Reginald Hudlin assumiu a primeira história do novo volume do Pantera Negra. Hudlin acreditava que o personagem não tinha tido todo o seu potencial explorado nos anos anteriores, e desejava fazer algo a altura do Pantera. Acompanhado do desenhista John Romita Jro diretor nos traz uma história onde explora o passado de Wakanda, que desde os tempos mais antigos era um reino desejado, mas que nunca fora conquistado, e o passado do manto do Pantera, que foi aqui mostrado como existente desde os primórdios e que era passado de geração a geração.

Com uma história muito bem escrito, que tem contornos bem épicos e críticos políticas e religiosas, e também muito bem desenhada por Romita Jr, Quem é o Pantera Negra é para muitos a HQ definitiva do Pantera, que apresenta muito bem o mito que envolve o personagem, e mostra o quão poderoso é o reino de Wakanda, um reflexo do seu líder.

3. O CASAMENTO DO PANTERA NEGRA

A primeira história de Hudlin foi tão aclamada, que o diretor ficou a frente do personagem até 2008. Durante a sua fase, ele fez um pequeno retcon, no qual mostrou que T´Challa, quando jovem, se apaixonou por outra personagem da Marvel, Ororo Munroe, a Tempestade, mas os dois acabaram se distanciando. Hudlin então faz com que T´Challa se declarasse para Ororo e a pedisse em casamento, o que ela aceita.

O evento do casamento dos dois foi um evento grandiosos, não apenas porque uniu os dois maiores personagens negros da histórias das HQS, mas também porque aconteceu no meio da Guerra Civil que estava acontecendo entre os heróis, devido ao Ate de Registro. Por um breve momento o conflito foi esquecido e os personagens foram até Wakanda prestigiar o rei e sua nova rainha. Até mesmo o Capitão América e o Homem de Ferro, os grandes rivais do conflito, marcaram presença. Porém se retiraram quando viram a presença um do outro.


2. VEJA WAKANDA E MORRA

As últimas 3 edições do Vol 4 do Pantera não foram escritas por Houdlin, que saiu e deu lugar a Jason Aaronque ficou a cargo das 3 últimas edições do volume. Aaron pegou a revista no meio da saga Invasão Secretaonde os Skrulls se infiltraram por dentro de vários grupos de super heróis e dentro de várias estruturas governamentais. É claro que Wakanda seria um dos alvos.

Os Skrulls subestimam Wakanda, e consideram que será uma fácil invasão, um erro crasso e que vai lhes custar muito caro. A história de Jason Aaron é muito bem escrita e nos mostra um confronto épico entre dois povos de grande poder. E nos mostra porquê até hoje o reino do Pantera nunca foi dominado.

1. UMA NAÇÃO SOB NOSSOS PÉS

Após o fim da elogiada saga Guerras Secretas, o Pantera ganhou uma nova revista solo, que ficaria nas mãos de Ta-Nehisi Coatesum conceituado jornalista e autor de não-ficção com livros bastante elogiados. Na trama, vemos o Pantera sendo questionado pelo seu povo, visto que os abandonou para se juntar aos Illuminati para tentar salvar o universo. Wakanda acabou sendo atacada pela Ordem Negra de Thanos, e a irmã de T´Challa, Shuri, acabou falecendo. O Pantera deve tentar reconquistar a confiança do seu povo, além de lutar contra uma organização terrorista que quer derruba-lo, e ainda contra as Dora Milaje, que se revoltam contra a corrupção das tribos africanas e saem derrubando todos os governantes.

Com uma trama política bem escrita, que aborda questões fortes como a dificuldade de ser um monarca e o uso de cidadãos comuns como massa de manobra em revoltas violentas, com fortes doses de tensão e também muita ação, Uma Nação Sobre Os Nossos Pés é  uma das melhores histórias da All New All Different da Marvel e é uma leitura essencial para o filme que está para sair.

***

Então, o que achou? Deixamos alguma revista de fora? Comente abaixo e nos diga qual a sua história preferida do Pantera Negra.

Texto escrito por Raphael Aristides

Comente!