O Cinema já nos entregou alguns emblemáticos exemplos de Inteligência Artificial – uns assustadores, outros extremamente poderosos e alguns outros completamente amáveis. Pensando nisso, decidimos elaborar uma lista elencando os dez melhores filmes que lidam com essa temática importante para a ficção científica e que já é a nossa realidade. Confiram abaixo esses 10 filmes imprescindíveis e nos digam, nos comentários, quais os seus favoritos!

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

10. A.I.: Inteligência Artificial

A.I.: Inteligência Artificial é várias coisas em uma, uma ficção científica que ousa explorar o que realmente nos torna nosso ser e existência humana realmente especiais em um mundo governado pela injustiça, ignorância e ódio; um retrato de auto destruição de nossa espécie pela nossa arrogância intelectual; ao mesmo tempo que é uma fantasia com caráter de epopeia épica sobre a busca de um ser pela razão de sua existência; e também, uma história de amor entre a mãe e um filho onde nem o fim do mundo os podia separar.

9. Ela

Spike Jonze chamou a atenção de todo o mundo com seu inusitado romance entre um humano e uma Inteligência Artificial, que conhecemos única e exclusivamente através da voz (de Scarlett Johansson). Temos aqui um filme que perfeitamente define os relacionamentos virtuais e explora a fundo a diferença entre a I.A. e os seres humanos – evidenciando o quão superiores elas podem ser. Um longa imperdível e uma das melhores atuações da carreira de Joaquin Phoenix.

8. Wall-E

Em suma, WALL-E é mais uma pérola atemporal. Seus deslizes por vezes gritam mais alto que a pureza de suas intenções, mas ainda é inegável que os espectadores passem os cento e poucos minutos em frente à tela torcendo para que os dois adoráveis robôs protagonistas encontrem um pouco de paz em meio a tantas turbulências humanas – e até mesmo divinas.

7. Matrix / The Animatrix – The Second Renaissaince

Originalmente eu incluiria somente Matrix (o primeiro) nesta lista, mas não havia como não incluir The Second Renaissance, um dos curtas, divididos em duas partes, da coletânea The Animatrix. O primeiro filme não requer apresentações e apresenta uma I.A. sofisticada que basicamente utiliza os seres humanos como gado, um filme que mistura o virtual e o real de tal forma que nos faz questionar a nossa própria existência.

Já The Second Renaissance é a história de origem de Matrix, como as máquinas se rebelaram e tomaram o planeta, chegando a mostrar como os humanos escureceram o céu. É uma curta e assustadora animação, que apenas aumenta o peso da trilogia das irmãs Wachowski e que merece ser visto por qualquer fã de ficção científica.

6. O Gigante de Ferro

É comum vermos a I.A. representada como um grande risco à humanidade, mas aqui vemos o exato oposto. O Gigante de Ferro é uma grande história de amizade, um longa em animação sobre um robô e seu amigo humano que querem ser super-heróis. Só aviso o seguinte: preparem os lenços quando forem assistir essa maravilha!

5. O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final

No grande pavilhão das grandes sequências do cinema, O Exterminador do Futuro 2 merece um lugar de honra. Assim como mudou completamente a fórmula e o estilo de Alien com sua empolgante continuação, James Cameron faz o mesmo com este filme muito especial, que não deve em nada àquele que é seu projeto de entrada em Hollywood. Acerta na ação, no roteiro e na bela e simplificada discussão sobre a natureza da humanidade. Um alto nível que todo blockbuster pipoca deveria almejar, e que deve ser motivo de orgulho para seu implacável realizador.

4. Ghost in the Shell (1995)

Estabelecendo uma identidade visual e tornando-se um exemplo de seu gênero para diversos títulos, Ghost in the Shell é um clássico atemporal que não só irá agradar aos fãs do gênero mas que traz à tona temas de identidade e existencialismo em uma sociedade onde a tecnologia e informação são consideradas a nova forma de proliferação da cultura e identidade humana. Ghost in the Shell trata do passado, presente e futuro.

3. Ex Machina: Instinto Artificial

Ex Machina: Instinto Artificialé uma inteligente e questionadora ficção científica, capaz de iniciar um instigante debate sobre a evolução da inteligência artificial e sua relação com o Homem. Um baita começo para Alex Garland, que desde já mostra-se uma aposta promissora.

2. Blade Runner / Blade Runner 2049

Não há como falar de Inteligência Artificial sem falar sobre Blade Runner, uma das obras mais influentes da ficção científica e uma das definidoras do subgênero cyberpunk. Temos aqui o verdadeiro questionamento sobre o que é ser humano e o quão diferentes realmente somos da I.A. Mais importante ainda, é o que faz de nós seres vivos e essas máquinas não? Seja o original ou sua continuação, temos aqui duas peças obrigatórias para qualquer fã de ficção científica.

 

1. 2001: Uma Odisseia no Espaço

A obra-prima de Stanley Kubrick não é essencialmente sobre Inteligência Artificial, mas não há como não colocarmos 2001: Uma Odisseia no Espaço em primeiro lugar por uma única razão: HAL 9000, um dos maiores vilões da História do Cinema.

É a beleza de 2001: Uma Odisseia no Espaço, um filme homérico que dispensa explicações e impressiona com suas ideias,que o torna naquele que é, sem sombra de dúvida, o filme mais ambicioso do gênero.

Comente!