Deve ser difícil achar um herói que sofreu mais bullying do senso comum do que o Aquaman.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Chamado desde Aquamarica a Aquamanha, o rei de Atlântida vira chacota com facilidade. Justamente por conta disso, muitos leitores de quadrinhos acabam deixando as histórias desse super-herói em escanteio, nunca descobrindo que há sim ótimas histórias protagonizadas pelo protetor dos oceanos.

Para jogar mais mérito e respeito ao Aquaman, agora finalmente retratado nos cinemas com uma ferocidade única de Jason Momoa, trazemos essa lista com algumas de suas melhores histórias.

Aquaman: Tempo e Maré

 

Peter David. Já vá se preparando para ler muitas vezes esse nome na lista. David praticamente escreveu a melhor fase do Aquaman até hoje e essa minissérie de quatro edições é só uma parte dela. Em Tempo e Maré, David conta uma breve história de Atlântida antes do nascimento de Arthur Curry, já preparando narrativas que mais tarde seriam retomadas em sua fase que durou 47 edições de muita qualidade.

Aquaman: Maré Americana

 

Essa HQ define um momento um momento decisivo na vida de Aquaman: virar o protetor de uma cidade americana. Assim como Batman, Flash e Superman, Aquaman acaba protegendo parcela de San Diego, mas não antes de uma mudança bizarra que ele precisa investigar. Parte de San Diego foi completamente submersa pelo oceano e, todos os residentes que lá viviam acabaram se adaptando e conseguindo respirar debaixo d’água. Enquanto lida com crimes comuns, Aquaman busca compreender o motivo de uma mudança totalmente sobrenatural.

Aquaman: A Busca por Mera

A poderosíssima esposa de Aquaman sumiu sem deixar qualquer traço ou pista. Temendo pela sua mulher, o herói parte em uma investigação pelos sete mares, contando apenas com a ajuda de Aqualad, Aquagirl e Vulko. Porém, ao deixar Atlântida abandonada, um político corrupto do círculo da realeza se prepara para dar um golpe de Estado, tirando Aquaman do trono.

O Dia Mais Claro

Em 24 edições, Geoff Johns também busca reformular Aquaman depois de sua ressurreição em A Noite Mais Densa. Como sabemos sobre essa outra enorme saga DC, tudo se trata da jornada e o redescobrimento do propósito de viver. Uma ótima história.

As Crônicas de Atlantis

Outra grande minissérie de Peter David, voltada exclusivamente para contar a antiga história de Atlântida, de sua fundação até o nascimento de Aquaman. David foca bastante sobre os ancestrais da realeza de Atlantis e o faz com absoluta maestria. O que já nos leva ao próximo tópico.

Tudo do Aquaman de Peter David

Se for seguir nossas recomendações à risca, obviamente que as duas minisséries mencionadas já estão inclusas aqui. Essa é a fase pós-Crise que define o Aquaman bad-ass que usa um arpão para substituir uma mão esquerda mutilada. David escreveu o personagem por quase uma década e conseguiu firmar seu nome na história do herói como o melhor roteirista sobre o personagem. São muitas edições que, com o lançamento do filme solo do herói, a DC republicará em encadernados estrangeiros. Uma ótima oportunidade para mergulhar nas excelentes histórias de David.

Toda a fase do Geoff Johns nos Novos 52 – Incluindo o arco Trono de Atlântida

Por 23 edições, Geoff Johns teve a difícil tarefa de repopularizar o personagem depois do reboot conhecido como Os Novos 52. Já começando com o pé na porta, Johns traz Aquaman em um mundo que o ridiculariza constantemente, mas que logo se vê obrigado a clamar pela ajuda do herói quando criaturas abissais carnívoras começam a aterrorizar uma cidadezinha. A introdução é perfeita como um revamp fantástico para a mitologia de Arthur Curry que é cada vez mais expandida nessa fase que conta com a arte excelente de Ivan Reis.

Incluí aqui o arco de O Trono de Atlântida que foi encadernado recentemente pela Panini como parte da história de Liga da Justiça. Na mini-saga, vemos como a Liga reage quando Orm, irmão de Aquaman e também rei de Atlântida, jura guerra a uma cidade depois de um acidente subaquático que fere o reino atlante.

Aquaman: A Morte de um Príncipe

Ninguém esperava que o simpático herói dos oceanos sofresse um arco tão dramático e terrível. Mas David Michelinie e Jim Amparo queriam trazer mudanças drásticas que se tornaram tão famosas que acabaram alavancando a revista mensal do herói. Aqui, Arraia Negra consegue matar o filho ainda muito criança de Aquaman e Mera. Acompanhando os trágicos eventos que se sucedessem, os artistas trazem um poderoso retrato do luto, além de colocar mais peso na vida de Aquaman com as reações de Mera e dos atlantes sobre o acontecimento.

Essas são as dicas mais preciosas das histórias que todo fã do Aquaman deve ler ou procurar. Já para os recém iniciados nesse grande prazer que é a leitura em quadrinhos, já sabem que é imprescindível ler essas daqui para conhecer mais da mitologia rica do personagem que é sim bastante complexo e poderoso.

Leia mais sobre DC

Comente!