Com o sucesso arrebatador de One Piece no Japão e no mundo nos últimos 20 anos, muitos produtos foram lançados adaptando a história de Luffy e sua tripulação. E é claro que os games não ficaram de fora dessa. Apesar de não ter um catálogo de jogos tão bom quanto Dragon Ball ou Naruto, One Piece já recebeu vários títulos que adaptavam o mangá em gêneros completamente diferentes. De jogos de luta 2D até RPG’s por turno! Então vamos separar os 7 melhores títulos da série nos videogames e ver quem é o rei dos piratas quando se trata de jogabilidade.

Então peguem seu chapéu de palha e vamos para a lista!

7. Shonen Jump’s One Piece

Game Boy Advance

Começando a lista com um simpático game side scroller 2D onde controlamos Luffy através da primeira parte da história de One Piece, acompanhando fielmente a trama até a parte onde os mugiwaras seguem para a Grand Line em busca do tesouro de Gol D. Roger. No game, o jogador deverá atravessar os cenários 2D trocando socos com piratas e soldados da marinha até chegar no confronto com o boss da tela, como Buggy, Kuro, Don Krieg, Arlong e Smoker. Simples mas extremamente divertido e acessível para qualquer fã.

6. One Piece: Grand Adventure

Playstation 2, GameCube

A franquia Grand de One Piece foi provavelmente a primeira que começou a acertar o gameplay de um jogo da série, misturando um visual chibi com um sistema de luta 3D com visão isométrica parecida com jogos como Power Stone do Dreamcast. Grand Adventure tinha 24 personagens jogáveis e 51 personagens de suporte, acompanhando a trama da série no modo Adventure até a ilha de Skypiea. O jogo era um ótimo mix de luta com algo mais descontraído.

5. One Piece: Romance Dawn

PSP

Fora dos jogos de luta e aventura, Romance Dawn parte para o gênero de RPG por turno, um estilo bem diferente do que estávamos acostumados a ver na franquia. Controlando Luffy através de toda a trama da primeira metade da série, temos aqui um sistema de batalha por turno simplificada, mas ainda sim bem interessante, colocando lutas com até três personagens por partida. Infelizmente o game não saiu do Japão, então é difícil jogá-lo, especialmente em um gênero com ênfase em gerenciamento de menus e muitos textos por diálogo. Fica a dica para quem sabe ler japonês ou quem quer experimentar uma adaptação diferente mesmo assim.

4. One Piece: Burning Blood

PS4, Xbox One, PSVita, PC

O mais recente da lista, Burning Blood é o melhor jogo de luta 3D até agora por conseguir dar ênfase nas épicas batalhas que ocorrem no fim da primeira parte da série, mostrando sem enrolação no modo história a batalha de Marineford. O sistema de combate foca na habilidade individual de cada personagem, destacando as habilidades de akuma no mi e haki de cada lutador. Com 42 personagens desbloqueáveis e 65 de apoio, apesar de curto e sem muitos modos extras, o jogo é um prato cheio para fãs de jogos de luta, com belos gráficos cel-shaded e mecânicas bem implementadas.

3. One Piece: Pirate Warriors 3

PS3, PS4, PSVita, PC

A série Pirate Warriors é a que melhor adaptou a história original da franquia em um jogo no estilo musou (enfrentar hordas de inimigos em um estilo conhecido como “um contra mil”), com o terceiro sendo o mais completo pacote até agora. O game foi desenvolvido pela Bandai Namco e adapta a história da série até o final do arco de Dressrosa, onde Luffy deve enfrentar o Shichibukai Donquixote Doflamingo. Com telas cheias de inimigos para derrotar com os mais de 35 personagens jogáveis, o game adapta muito bem a mecânica do gênero para o mundo da série, entregando uma aventura que, apesar de repetitiva e talvez não atraia todos os tipos de jogadores, consegue ser um sólido título da série.

2. One Piece: Unlimited World Red

PS4, PS3, PSVita, 3DS, WiiU, Switch

Unlimited Cruise Red vem de uma série de jogos que se inspiram no sentimento de aventura e exploração que qualquer fã da série gostaria de ter no mundo de One Piece. Se iniciando no Wii com Unlimited Adventure, o terceiro título é o melhor da série por entregar quantidade e qualidade muito bem. O jogo recebeu um tratamento muito especial, com um mundo aberto explorável, lutas que recriavam batalhas tiradas da trama original e uma história completamente nova, misturando o estilo de musou de Pirate Warriors com uma exploração livre em uma ilha nova ao mundo de OP. O cuidado foi tanto que até os novos personagens apresentados no jogo foram desenhados pelo próprio Eiichiro Oda. O jogo originário do 3DS mais tarde recebeu a edição completa em 2012 para PS3 e Vita, e é prometido uma edição ainda mais polida para PS4 e Switch ainda este ano. Se você quiser se sentir parte das aventuras piratas de Luffy, essa é a melhor pedida da lista.

1. One Piece: Gigant Battle 2 – Shinsekai

Nintendo DS

Poucos gêneros nos videogames se encaixam tão bem com um mangá shonen como os jogos de luta. E Gigant Battle 2 – Shinsekai é até hoje o melhor título da série por justamente focar na porradaria desenfreada. Com lindos sprites em 2D para o Nintendo DS, o jogo ainda contém o maior host em um game da série, com 45 personagens jogáveis e mais de 100 de suporte. Focando na parte pós-arco de Marineford, as batalhas podiam ser realizadas com até 4 personagens em tela, customizando os golpes e finalizações de cada personagem. A animação única de cada um dava o senso de impacto do golpe. Disparar um Gomu Gomu No Mi Gatling Gun nos oponentes era extremamente satisfatório.

Apesar de ter recebido uma espécie de sequência para 3DS com Super Grand Battle X, o segundo ainda se mantém o melhor por conter uma jogabilidade mais bem trabalhada e gráficos em 2D polidos, além de surpreendentemente conter um elenco maior que sua sequência. Se as adaptações de One Piece continuassem seguindo a fórmula que Gigant Battle trouxe, não ficaríamos nem um pouco incomodados.

Menção Honrosa 

Jump Ultimate Stars

Nintendo DS

Se você achava que o crossover máximo nos games era a franquia Super Smash Bros., você irá repensar essa ideia quando conhecer Jump Ultimate Stars, o crossover definitivo da maior publicação semanal de mangás do Japão. Contendo mais de 40 séries de todas as épocas da revista, o sonho de colocar Goku, Naruto, Luffy e Ichigo no mesmo ringue de batalha foi possível, com um elenco de mais de 300 (!) lutadores. Em arenas que simulavam páginas de quadrinhos, os personagens podiam se enfrentar utilizando um skillset formado por quadrinhos que representavam suas habilidades na tela de baixo do portátil. Dinâmico, bonito e com um dos maiores hosts na história dos videogames, esse jogo é imperdível para não apenas quem é fã de One Piece, mas de mangás no geral.

E para você? Achou que faltou algum título da série que você jogou? Comente abaixo!

Comente!