Uma arma elegante, para tempos mais civilizados…

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Mesmo que a frase de Obi-Wan Kenobi para o jovem Luke Skywalker seja uma bela mensagem de sabedoria, todos que assistiram os filmes de Star Wars sabem que toda a civilidade é botada de lado quando dois lutadores sacam sabres de luz. Geralmente o ponto alto de qualquer filme da saga, esses embates marcaram gerações e renderam ótimas cenas na longa trajetória da história dos Jedi no cinema.

Aqui, resolvemos ranquear, do pior para o melhor, todas as lutas com sabres de luz dos filmes – e limitamo-nos ao cinema. Porém, uma observação: entram nesta lista apenas os duelos que envolvam sabre contra sabre, então lutas como a de Obi-Wan Kenobi contra Jango Fett em Ataque dos Clones ou o massacre de Darth Vader contra os rebeldes em Rogue One não são válidas aqui.

Dito isso, confira a seleção:

13. Qui-Gon Jinn vs Darth Maul

Star Wars: Episódio I – Ameaça Fantasma

A primeira luta de sabres de luz em A Ameaça Fantasma não é necessariamente uma cena ruim, mas é muito curta e apressada para termos algum tipo de envolvimento. Agrada pelo mistério de Darth Maul, e pela linda música de John Williams, porém, como fica claro, é apenas uma cena de transição. O melhor ainda estava por vir…

12. Obi-Wan vs General Grievous

Star Wars: Episódio III – Vingança dos Sith

O esquenta para essa luta prometia entregar a melhor coisa do mundo: O General Grievous saca nada menos do que quatro sabres de luz com seus múltiplos braços robóticos, e ameaça o Mestre Jedi Obi-Wan Kenobi com hélices mortais. Como dar errado? Simples, uma luta com uma coreografia simplória, planos fechados que mal permitem acompanhar a ação, e uma duração curta demais. Que pena, Grievous era um badass na animação Clone Wars.

11. Obi-Wan vs Darth Vader

Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança

O primeiro duelo de sabres de luz da História do Cinema. Considerando todas as limitações técnicas e também a idade dos lutadores envolvidos, não era de se esperar grande coisa do embate entre o velho Obi-Wan e seu antigo aprendiz, agora o maléfico Darth Vader. É uma luta simples, sem muita empolgação, mas que encanta por ser, justamente, a primeira de todas.

10. Anakin e Obi-Wan vs Conde Dookan

Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith

Rematch da luta que encerrou o Episódio II, mas agora com Anakin e Obi-Wan concordando em enfrentarem juntos o Lorde Sith de Christopher Lee, é um confronto bem coreografado e dirigido, e que ganha mais fôlego quando Dookan e Anakin acabam lutando sozinhos. Não é tão empolgante quanto aquela vista no filme anterior, e parece algo apressado para avançar a trama de uma vez, mas o encerramento de Anakin, com uma curiosa “tesourada” de sabres de luz, vale a posição.

9. Mace Windu e os Jedi vs Darth Sidious

Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith

Samuel L. Jackson em um duelo de sabres de luz, é isso. O grupo de Mestres Jedi que o portador do único cristal Kyber roxo da galáixa reúne para combater Darth Sidious em seu escritório no Senado não passa de um bando de incompetentes, sendo facilmente subjulgados pelo poderoso Lorde Sith. Porém, quando Mace e Sidious se enfrentam pelo escritório, temos uma luta intimista, violenta e que demonstra bem as habilidades de ambos os lutadores. Poderia passar sem aquele rosto digital de Ian McDiarmid, mas a briga é boa.

8. Anakin e Obi-Wan vs Conde Dookan

Star Wars: Episódio II – Ataque dos Clones

Não dava pra esperar muita coisa de Conde Dookan como um grande vilão, mas a forma como elegantemente derrota Obi-Wan e Anakin no clímax de Ataque dos Clones é memorável, e realmente acrescenta peso e perigo ao antagonista. Dividida em duas etapas, com Obi e Anakin separados, a porção com o aprendiz é mais interessante, especialmente pelo jogo de luzes e o suspense induzido pela escuridão do local. E, claro, ver o orgulho e ego de Anakin sendo frustrados ao ter seu braço cortado cruelmente, é clássico.

7. Yoda vs Darth Sidious

Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith

Depois de vermos Darth Sidious enfrentando Mace Windu, nada como ver o grande Lorde Sith enfrentando o maior Mestre Jedi da galáxia. É uma luta breve, mas que impressiona pela habilidade de ambos os mestres, assim como o uso insano do espaço da luta, que envolve diversas plataformas do Senado sendo arremessadas uma contra o outro. Ouvir Duel of the Fates novamente é sempre bom, aliás.

6. Yoda vs Conde Dookan

Star Wars: Episódio II – Ataque dos Clones

Ninguém imaginaria que o velho sábio de O Império Contra-Ataca fosse o melhor espadachim de toda a galáxia. Quando os Jedi são derrotados por Dookan, Yoda chega logo em seguida para enfrentar o Lorde Sith, com direito a um embate sobre conhecimentos da Força, e um bom e velho duelo de sabres de luz. Com os saltos e piruetas do Mestre Jedi, é um embate que impressiona pelo fator surpresa.

5. Rey e Finn vs Kylo Ren

Star Wars: O Despertar da Força

Único duelo de sabres de luz que tivemos na saga desde A Vingança dos Sith, J.J. Abrams sabiamente aposta em uma luta menos elaborada no quesito coreografia, e mais robustada no belíssimo visual. Nenhum dos três lutadores está apto para segurar uma arma Jedi, com Kylo Ren ferido por um tiro de blaster, Finn sendo um stormtrooper e Rey sem ter um certo treinamento com a arma – além de seu bastão. São duas lutas brutais e que envolvem mais uma fuga do que qualquer outra coisa, e ver a fúria de Kylo e Rey descobrindo seu poder são elementos preciosos, além da bela fotografia de Dan Mindel, que faz um bom uso de uma nevasca no meio da noite.

4. Luke Skywalker vs Darth Vader

Star Wars: Episódio VI – O Retorno de Jedi

O mais intimista e emocional confronto da saga. É uma batalha entre pai e filho, mas onde ambos têm consciência do parentesco, e a tentação de Luke pelo Lado Sombrio torna a luta ainda mais interessante, especialmente quando o jovem Skywalker abraça um poder obscuro. A fotografia escura e azulada, a trilha sonora silenciosa de John Williams e o olhar sempre malicioso do Imperador, manipulando os eventos, tornam esta cena poderosíssima. Não apenas uma batalha por sobrevivência, é a luta pela alma de Anakin Skywalker.

3. Anakin Skywalker vs Obi-Wan

Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith

A luta mais épica e gigantesca de toda a saga. O fim da amizade entre Anakin Skywalker e seu mestre Obi-Wan Kenobi, que resulta em um duelo espetacular pelo planeta de Mustafar, oferecendo um palco verdadeiramente infernal para um dos momentos mais trágicos de A Vingança dos Sith. Dito isso, a coreografia da luta é bem elaborada, a forma como Lucas utiliza o ambiente e suas possibilidades é criativa, com erupções, saltos sobre um rio de lava e até cipós! Sem falar que o desfecho trágico com a imolação de Anakin é uma das cenas mais pesadas de todos os filmes. Chover no molhado, mas – como de praxe – a música de Williams aqui é adequadamente épica.

2. Luke Skywalker vs Darth Vader

Star Wars: Episódio V – O Império Contra-Ataca

Depois do morno confronto entre Obi-Wan e Darth Vader em Uma Nova Esperança, finalmente O Império Contra-Ataca nos mostraria todo o potencial de um duelo de sabres de luz. Movido pelo suspense e a atmosfera incerta, o primeiro confronto direto entre Luke Skywalker e Vader é um primor cinematográfico. Com excelente fotografia, uma condução assustadora que nos faz temer pelo destino do protagonista, um Jedi em treinamento contra o grande vilão do filme, essa luta só não é melhor que seu desfecho, que entrega uma das maiores reviravoltas de todos os tempos. Inesquecível.

1. Obi-Wan e Qui-Gon Jinn vs Darth Maul

Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma

Que me perdoem os puristas, mas nada supera esse embate! Como diabos George Lucas poderia inovar a maior arma da História do Cinema? Isso mesmo, com um sabre de luz duplo. Mesmo que A Ameaça Fantasma tenha seus (muitos) problemas, o duelo final com os Jedi Obi-Wan Kenobi e Qui-Gon Jinn enfim lutando contra o sith Darth Maul é um dos grandes momentos da saga. A coreografia elaborada para sustentar a luta entre os Jedi e a arma dupla é bárbara, assim como a fantástica trilha sonora de John Williams. A forma como a luta vai assumindo diferentes níveis, à medida em que os persoagens vão avançando por dentro do Palácio de Naboo também é criativa. E, claro, a forma como Maul é derrotado.

O que acharam da lista? Deixamos alguma cena de fora? Comente!

Leia mais sobre Star Wars

Comente!