Ame-o, odeio-o, mas seja sincero: não há diretor na atualidade como Christopher Nolan.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Com total liberdade criativa em suas produções, o cineasta mistura o que há de melhor do entretenimento para o grande público com ambições artísticas e conceitos complexos, sempre fincando uma marca notável em suas contribuições para a cultura pop. Agora, vamos para a parte mais difícil envolvendo a carreira de um bom diretor: definir o ranking perfeito.

Confira:

10. Following

O primeiro filme de Nolan geralmente figura em último nos rankings de sua carreira. Não é um filme ruim de forma alguma, oferecendo uma trama instigante e original sobre um sujeito que tira prazer e injeta ânimo em sua vida ao seguir pessoas anônimas pela rua. Uma ótima premissa e bem executada pelo curto tempo de duração, ainda que seja um Nolan experimental e que viria a aprimorar essas caracaterísticas futuramente. Um início promissor.

9. Insônia

Primeiro filme com um grande estúdio, Nolan foi contratado pela Warner para tocar o remake de um célebre filme sueco. Com Al Pacino, Robin Williams e Hilary Swank, Nolan comanda um suspense incisivo e atmosférico, com a fotografia fabulosa de Wally Pfister ajudando a colocar o espectador na pele de um policial atormentado pela falta de anoitecer no Alaska, que o impede de dormir por dias. Uma direção segura, um bom roteiro e excelentes performances – em particular do sinistro Williams – ajudam a tornar Insônia um ótimo suspense.

8. Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge

Injustamente criticado por muitos após sua estreia bombástica, a conclusão de Nolan para sua ambiciosa trilogia do Cavaleiro das Trevas tinha sapatos enormes para preencher. Não só o anterior foi o maior longa do gênero até então, mas também precisava de um antagonista à altura da performance de Heath Ledger. Dessa forma, O Cavaleiro das Trevas Ressurge foca muito mais na cidade de Gotham City em uma história grandiosa e épica, com ecos de Charles Dickens e uma ação da escala que só Nolan é capaz de fazer hoje, de aviões pendurados até a luta de herói e vilão mais perturbadora do gênero. Mesmo que imperfeita, é uma tremenda conclusão.

7. Interestelar

Projeto mais ambicioso do diretor, Interestelar foi a investida de Nolan no arriscado gênero da ficção científica, e as expectativas certamente foram imensas quando o diretor apontou para 2001: Uma Odisseia no Espaço como uma de suas inspirações. No fim, o longa impressiona por sua escala e escopo sem precedentes, tanto pela riqueza visual das imagens capturadas em IMAX ou as liberdades que a história toma ao apresentar conceitos e elementos científicos nunca antes explorados no cinema. É certo que o roteiro tenha suas deficiências com exposição e suspensão de descrença, mas o investimento emocional e o espetáculo fazem a viagem valer a pena, ainda mais com a fabulosa trilha musical de Hans Zimmer.

6. Batman Begins

A primeira imersão de Nolan no mundo dos blockbusters e filmes de super-herói, em uma viagem que mudaria toda a indústria do entretenimento por dentro. Sua adaptação sombria e realista do Cavaleiro das Trevas ditou uma nova regra em Hollywood, impressionando por sua abordagem diferente e que enfim explorava a psique de Bruce Wayne e detalhava cada detalhe de sua transformação no vigilante de Gotham City. Com um universo rico, um elenco fenomenal (Christian Bale ainda é meu Batman, perdão) e um ótimo roteiro, Batman Begins permanece como um dos melhores filmes do gênero.

5. Amnésia

O filme que enfim catapultou Nolan para o estrelato, seu filme sobre um homem com perda de memória recente deu um nó na cabeça dos espectadores, e continua até hoje. Utilizando de uma estrutura ao contrário, Amnésia é um inteligente e complexo jogo de gato e rato, onde essa escolha narrativa acaba proporcionando reviravoltas e uma atmosfera completamente desconfortável. E pensar que já estão tendo conversas sobre remakes…

4. O Grande Truque

Um dos filmes mais subestimados e menos comentados de Christopher Nolan, O Grande Truque é um belo experimento cinematográfico. Ao narrar a rivalidade entre dois mágicos na Londres do século XIX, temos uma história intensa, assustadora e completamente inesperada, oferecendo uma das reviravoltas mais imprevisíveis e fantásticas de sua carreira, contando com a narrativa intrincada e não linear que marcam a especialidade do diretor. Além da história e atmosfera envolventes, temos um elenco impecável liderado por um intenso Hugh Jackman e um brilhante Christian Bale, fazendo do filme uma experiência que só fica melhor a cada revisão.

3. A Origem

Que milagre esse filme ter sido aprovado pelo estúdio. Um blockbuster ambicioso e que parte de uma ideia original, temos um dos ápices supremos da carreira de Nolan, que nos apresenta a um intrincado mundo onde ladrões invadem sonhos para roubar informações e implantar ideias, tudo isso em meio a um poderoso estudo de personagem e cenas de ação impressionantes. Sem falar que o filme foi um daqueles raros eventos que provoca a audiência e a deixa debatendo por muito tempo.

2. Dunkirk

Um grande ponto fora da curva para Nolan. Baseado em uma história real, sem apostar em elementos de mistério ou grandes ambições, seu suspense de guerra marca seu ponto mais maduro como diretor. Dunkirk é um exercício de tensão e escala, onde o espectador acaba sendo transportado para a evacuação que foi um dos eventos decisivos da Segunda Guerra Mundial, rendendo uma experiência que oscila entre silenciosa e barulhenta, sendo ao mesmo tempo assustador e catártico. Todo grande diretor faz um filme de guerra, e Nolan não é exceção.

1. Batman: O Cavaleiro das Trevas

O filme que mudou o gênero de super-heróis para sempre. Na realidade, podemos até dizer que é um dos pontos mais importantes do cinema blockbuster de todos os tempos, transformando a indústria e mostrando que quadrinhos podem sim ser tratados com respeito, e devem. Partindo de uma trama inteligente e sofisticada, temos um thriller policial movido por um dos maiores antagonistas que a História do Cinema já viu: o Coringa de Heath Ledger. O melhor filme do gênero, um clássico moderno.

Ufa, conseguimos.

Concorda com a nossa lista? Qual o seu filme preferido de Christopher Nolan? 

Especial Christopher Nolan