O Universo Cinematográfico da DC (ou DCEU) tem uma trajetória conturbada e problemática em seus poucos anos de existência. A Warner Bros lutou para construir um universo coeso, mas peca pela falta de planejamento e as correções de curso bruscas que acabaram prejudicando muitos de seus filmes, e o futuro desses filmes agora é uma grande incógnita.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Então, com o lançamento de Liga da Justiça, vamos relembrar os cinco filmes desse universo lançado até então, montando nosso ranking do pior ao melhor.

Confira:

5. Esquadrão Suicida

Talvez o maior alento no desenvolvimento de futuros filmes da DC, é que os produtores devem pensar “bem, pelo menos não será pior do que Esquadrão Suicida”. Uma grande promessa com um elenco fantástico, o filme do grupo de super-vilões é uma verdadeira bomba, com um roteiro sofrível e uma direção equivocada, que desperdiça uma boa ideia e personagens icônicos em uma trama esdrúxula e ridícula. Ao menos Margot Robbie consegue se salvar.

4. Batman vs Superman: A Origem da Justiça

O filme mais polarizante da DC (e talvez de todo o gênero de super-heróis), Batman vs Superman trazia a complicada tarefa de continuar a mitologia introduzida em O Homem de Aço e expandir o universo para futuros longas e personagens do recém-estabelecido Universo Cinematográfico da DC. Por tentar fazer tudo o que a Marvel fez em cinco anos em quase três horas, é evidente que o filme de Zack Snyder tenha sérios problemas de ritmo, estrutura e roteiro, sendo uma experiência inchada e desequilibrada. Porém, acerta no estudo sobre seus protagonistas, um belo e simbólico visual e também uma atmosfera apropriadamente sombria.

3. O Homem de Aço

Uma poderosa e inventiva reinvenção do Superman nos cinemas, O Homem de Aço ditou o tom do DCEU e surpreendeu ao trazer um herói mais humano e inseguro quanto às suas responsabilidades. Henry Cavill mostra-se uma ótima escolha para encarnar o mais poderoso super-herói dos quadrinhos, e a visão de Zack Snyder para um mundo melancólico e cinzento é fascinante. É um filme imperfeito e quase esquizofrênico, que não consegue balancear bem o estudo de personagem intimista com a ação descontrolada, mas definitivamente é um experimento digno.

2. Liga da Justiça

Projeto que a Warner tanto quis tornar realidade, finalmente temos um filme sobre a maior equipe de super-heróis de todos os tempos. Infelizmente, diversos problemas acabaram interferindo no resultado final de Liga da Justiça, que acabou sendo finalizado por Joss Whedon após o afastamento de Zack Snyder por problemas pessoais. Liga é um filme apressado e que não traz tantas marcas autorais, além de ter um péssimo vilão e nenhum senso de ameaça. PORÉM, os acertos são maiores e fazem valer a pena graças ao trabalho excepcional com os personagens, tanto pelo elenco acertadíssimo quanto pela ótima interação entre todos eles, que agradam e impressionam durante as cenas de ação e os bem-vindos momentos de humor.

1. Mulher-Maravilha

É inegável que Mulher-Maravilha seja o filme mais redondo e menos problemático do DCEU. Já tendo roubado a cena em sua breve participação em BvS, Gal Gadot ganha uma aventura à moda antiga e sem muitos riscos em seu primeiro filme solo como a Princesa Amazona, sendo um filme que equilibra muito bem todos os temas sérios da DC com um senso de humor mais leve e quase próximo do romance. Patty Jenkins entrega uma ótima direção, com algumas das melhores cenas de ação da DC até então, e o futuro parece mais empolgante quando seguimos Diana Prince.

Leia mais sobre DC Comics

Comente!