Para celebrar a nova edição da Copa do Mundo na Rússia, selecionamos um time de 11 filmes, entre filmes de ficção e documentários, sobre o esporte que vive no coração de milhões, com destaque para aqueles que buscam outros prismas para analisar essa paixão inexplicável por sua própria natureza. Gostando de futebol ou não, com certeza, algum desses longas tocará o coração do bom cinéfilo.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Garrincha – Alegria do Povo (1963)

Nas mãos de Joaquim Pedro de Andrade, muito lembrado por obras como O Padre e a Moça e Macunaíma, o lendário Garrincha ganha um documentário dos mais brilhantes. Com poucas dúvidas, compete entre os melhores do gênero. No país do futebol, onde o esportistas ganham traços heroicos de maneira ímpar, comovendo o público mais diferente, a poesia floresce desses contrastes tão marcantes. Nesse filme, a Alegria dos Homens de Bach converte-se  em som dos mais latino-americanos. – Henrique Artuni

Perigo Negro (trecho de Oswaldianas, 1992)

Em Oswaldianas, diversos cineastas se reuniram para fazer uma grande cine-antropofágicomenagem a um dos grandes modernistas da literatura brasileira. Pelas lentes de Rogério Sganzerla, acompanhamos um segmento amargo dessa compilação, com a história de Perigo Negro, jogador dos maiores para os que tiveram a sorte de testemunhar seu espetáculo. Perigo Negro é perigoso porque é artista dos grandes, assim como Oswald e Sganzerla. – HA

Boleiros – Era Uma Vez no Futebol (1998)

Dirigido por Ugo Giorgetti – um dos diretores mais paulistanos do Brasil – essa comédia conta a história dos Boleiros, veteranos do futebol que se encontram em bares para falar sobre suas histórias. Destaque para a clássica frase do técnico vivido por Lima Duarte que conversa com os torcedores de futebol paulistas: “Você não sabe o que é um Palmeiras e Corinthians”. Recebeu uma continuação em 2006, “Boleiros 2 -Vencedores e Vencidos”. – João Pedro Gibran

O Milagre de Berna (2003)

O chamado “Milagre de Berna” que dá nome ao filme se refere à vitória da seleção alemã de futebol sobre a Hungria por 3 x 2, na final da Copa do Mundo de 1954. Para muitos historiadores, esse fato representa a fundação da Alemanha do pós-guerra. Nessa bela reprodução de época dirigida por Sönke Wortmann nos é contada a história pela perspectiva de um garoto, enquanto ocorrem os jogos da Copa do Mundo. – Gabriel Danius

Pelé Eterno (2004)

Documentário dirigido por Aníbal Massaini Neto é super recomendado para quem gosta de futebol. Todos os lances do rei Pelé estão ali, desde os tempo em que se destacou no Santos á seus milagres quando foi para a Seleção Brasileira. Para quem gosta de relembrar os velhos tempos do futebol, é recomendado. – JPG

O Casamento de Romeu & Julieta (2005)

Essa deliciosa comédia dirigida por Bruno Barreto conta com uma história simples e funcional: Romeu (Marco Ricca) é um corintiano fanático que tem um caso com Julieta (Luana Piovani), torcedora fiel do Palmeiras. Como ambos torcem pelos seus times por conta do orgulho de suas famílias, Romeu decide fingir que é palmeirense pelo seu amor a Julieta. É uma ótima comédia de situações, que conta com um ótimo desempenho de Luis Gustavo, como o pai de Julieta. – JPG

Gol! – O Sonho Impossível (2005)

Esse é, provavelmente, junto com Linha de Passe (2008), uma das produções que melhor falam sobre o sonho de ganhar a vida jogando futebol. Aqui encontramos um jovem de grande talento que por uma série de fatores acaba sendo contratado pelo Newcastle United, time da 1ª divisão inglesa. O melhor dele é que mostra a beleza do futebol e sua emoção pelos olhos daqueles que estão no gramado e não apenas pela visão dos torcedores que acompanham esse esporte apaixonante. Há aparições de jogadores como Steven Gerrard e Milan Baros, além da presença do técnico Sven-Goran Eriksson do Manchester United. – GD

Fora de Campo (2010)

Esqueça o luxo que o gramado parece exalar nas televisões. Fora de Campo mostra uma realidade bem diferente. Acompanhando jogadores da 2ª divisão, Adirley Queirós e Tiago Mendonça mostram as diversas dificuldades enfrentadas por diferentes jogadores e ex-jogadores; as misérias de indivíduos sonhadores, mas que se encontram em um ciclo de desesperança, quando não em queda livre. Nessa mistura de emoção e sociologia, resta um filme bom para soprar o fino pó que ronda o futebol. – HA

United (2011)

United é um grande filme produzido pela BBC e dirigido por James Strong (Downton Abbey). Nele é revivida a tragédia do desastre aéreo de Munique que matou quase todo o time do Manchester United no ano de 1958. Os jovens jogadores do clube inglês eram chamados de “Busby Babes” e fizeram história ao serem os primeiros a ganhar a liga. O longa se destaca pela reprodução do que ocorreu após o acidente e quando toda a cidade se uniu para remontar o time. – GD

Heleno (2012)

Dirigido por José Henrique Fonseca , o longa conta a história de Heleno de Freitas (1920-1959), ídolo do Botafogo, considerado um dos primeiros craques problemáticos do futebol brasileiro por conta do seu temperamento explosivo. Apesar do filme ser irregular, tem uma belíssima fotografia em preto e branco e uma excelente atuação de Rodrigo Santoro. – JPG

O Futebol (2015)

Sérgio Oksman já realizou diversos documentários sobre figuras notáveis do futebol. Porém, nesse longa, vencedor do Festival É Tudo Verdade, vem mostrar o esporte sobre o prisma de outra grandeza. Importa aqui menos o que ocorre na tela e mais o que medeia, preenche, ou simplesmente é: o laço entre um pai e um filho. Oksman realizou um belo filme sobre as regras do jogo da vida e da importância dos 45 do segundo tempo. – HA

 

Comente!