Em entrevista para a Variety, Ted Sarandos, chefe de conteúdo da Netflix, revelou que não irá mais exibir os filmes do canal de streaming no Festival de Cannes deste ano. Sarandos criticou a postura do Festival, que recentemente anunciou que filmes que não estreassem nos cinemas franceses não poderiam competir em Cannes. Dito isso, as obras da Netflix e de outros serviços poderiam ser exibidas, sem concorrer a qualquer prêmio, no Festival.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

“Queremos que nossos filmes estejam em pé de igualdade com o de qualquer outro cineasta. Existe o risco de exibirmos os filmes e vermos eles e nossos realizadores sendo tratados de forma desrespeitosa no festival. Eles definiram o tom. Não acho que seria bom para nós estarmos lá.”

“É que o festival escolheu celebrar a distribuição ao invés da arte do Cinema. Somos 100% sobre a arte do Cinema. E, a propósito, qualquer outro festival no mundo é também.”

Sarandos ainda mandou uma mensagem para os realizadores ao redor do mundo durante a entrevista:

“Esperamos que eles mudem as regras. Esperamos que eles modernizem. Mas continuaremos a apoiar todos os filmes e cineastas. Encorajamos Cannes a se juntar novamente à comunidade cinematográfica mundial, eles são bem-vindos. Thierry disse, quando ele anunciou sua mudança, que a história da Internet e a história de Cannes são coisas distintas. Claro que são coisas distintas. Mas estamos escolhendo ser o futuro do Cinema. Se Cannes está escolhendo ficar preso na História do Cinema, então tudo bem.

Enquanto Cannes continua sua postura conservadora e atrasada, a Netflix apenas aumenta seu catálogo, junto de outras gigantes do streaming.

Comente!