Em setembro de 2016, a Warner Bros. e a Globo fecharam um acordo milionário para transmissão dos filmes do panteão conhecido como DCEU. Dessa forma, a emissora brasileira transmitiu, como início do contrato entre as duas companhia, O Homem de Aço, pontapé inicial do Universo Estendido e que conta a origem de Superman (Henry Cavill), bem como fornece uma perspectiva mais sombria para suas aventuras,

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

À época, o filme atingiu uma audiência significativa – 17 pontos na Grande São Paulo (mais de 3,2 milhões de pessoas) -, superando até mesmo o público de Os Vingadores, uma das mais conhecidas produções da Marvel que traz em seu elenco a reunião de super-heróis muito conhecidos. Este filme, apesar de ter se tornado uma das bilheterias mais rentáveis da história do cinema norte-americano, não fez o mesmo sucesso na retransmissão no Brasil, tendo quase um ponto de desvantagem em relação ao seu concorrente.

No dia 19 de novembro, último domingo, a Globo passou mais uma vez O Homem de Aço, alguns meses depois de retransmitir Os Vingadores (fevereiro de 2017). A veiculação mais uma vez quebrou recordes e inclusive trouxe mais audiência para os programas anteriores e posteriores, enquanto o outro filme trouxe um prejuízo de público. A emissora inclusive criou uma chamada especial para Liga da Justiça, nova produção da DC Studios e Warner.

Liga da Justiça atualmente está em diversas salas de cinema brasileiras.

Comente!