A rapper Negra Li esteve no programa Morning Show da Jovem Pan na última segunda-feira (26). A cantora esteve presente para falar de seu novo disco Raízes. Mas aproveitou para bater um longo papo sobre outros assuntos relacionados a música e sobre a cultura em geral. Falou sobre apropriação cultural, além de dizer que o cantor Elvis Presley teria tido mais destaque na música por ser branco e que o cantor norte-americano ocupou o lugar de negros de muito talento.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Ainda sobre o cantor americano contou que na época em que Elvis surgiu a ideia era a de lançar um cantor branco com uma voz e ritmo negro. Também falou sobre o racismo que predominava nos EUA no período e que esse preconceito fazia com que os discos lançados por negros fossem censurados e lançados sem o rosto desses cantores na capa. 

Perguntada se Elvis Presley não teria aproximado a música de famílias tradicionais brancas a um novo estilo popular entre os negros em vez de causar uma divisão a cantora respondeu (dizendo como alguém na época pensava) “acostumou mal, para que a gente vai pegar negro se a gente tem Elvis Presley”.

Negra Li não falou apenas sobre Elvis Presley na entrevista. Também comentou sobre a cantora inglesa Joss Stone e que a voz dela era igual a de uma cantora negra (da qual não lembrava o nome) e que ninguém fala sobre essa cantora que veio muito antes da cantora britânica e por Joss ser linda e maravilhosa falam mais dela que sobre essa cantora mais tradicional e que veio muito antes. 

Comente!