Nessa semana, Bob Iger revelou que séries (no plural) de Star Wars estão sendo desenvolvidas para o serviço de streaming da Disney, afirmando que o serviço não necessariamente irá apostar no volume e sim nas suas marcas (Star Wars, Marvel, dentre outras). O CEO da Disney explicou:

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

“Isso não quer dizer que teremos pouco conteúdo. Mas quando você entra no mercado com Star Wars, Marvel, Disney… usando propriedades intelectuais bem conhecidas – estamos fazendo séries baseadas em Monstros S.A.High School Musical, Star Wars –  vai nos dar a habilidade de, provavelmente, gastar menos do que gastaríamos se tivéssemos entrado nesse mercado sem tais marcas.”

Além disso, foi revelado que as séries da Netflix e Hulu continuarão nos respectivos canais de streaming e que o serviço da Disney não irá contar com material para maiores de 18 (R-Rated), portanto nada de séries que sigam o estilo de Deadpool ou Logan, por exemplo. Fora isso, os orçamentos das séries serão baixos, variando entre 25 milhões a 35 milhões de dólares para dez episódios – com poucas exceções chegando até 100 milhões.

Comente!