Com a compra da Lucasfilm pela Disney, a companhia optou por reduzir o número de sequências filmadas exclusivamente em estúdios com chroma key, revertendo Star Wars para suas origens, nas quais os sets eram, de fato, construídos através de pinturas mate, miniaturas, etc. Claro que o CGI ainda se faz presente, mas em conjunto com efeitos práticos, algo que fora deixado mais de lado na trilogia prelúdio, comandada por George Lucas. O criador desse universo, no entanto, não pareceu impressionado quando visitou o set de Os Últimos Jedi, ainda durante a produção.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

“Por que vocês estão construindo todos esses cenários?” – perguntou Lucas durante a visita, para o qual Rick Heinrichs, designer de produção, respondeu: “bem, porque é o que você gosta, não é?”

A opinião de George Lucas, de acordo com entrevista de Heinrichs para o THR, é que para coisas grandes, como planetas, espaçonaves voando, quando você não está perto o suficiente para ver os atores ali, não tem muito sentido efetivamente construir algo.

Heinrichs ainda comentou que o roteiro inicial pedia uma quantidade ridícula de 160 sets, algo que ele e o diretor Rian Johnson conseguiram reduzir para 125 – ainda assim um número gigantesco.

De toda forma, Lucas disse que gostou de Os Últimos Jedi – mais sobre isso, aqui.

 

Comente!