Os últimos meses do ano normalmente são dedicados para o circuito de premiações, com inúmeros filmes sendo lançados para entrarem na consideração da crítica e do júri oficial da Academia para a temporada que se inicia com os Golden Globes em janeiro. Normalmente, blockbusters não costumam entrar na seleção oficial, visto que são obras de acesso mais generalizado por parte do público e não são especificamente feitos para o circuito – entretanto, a Disney parece não se importar muito com isso e declarou hoje, 11, que irá realizar campanhas para indicar dois nomes muito conhecidos dentro de seu macrocosmos.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

De acordo com Clayton Davis, jornalista do site AwardsCircuit.comStar Wars: Os Últimos Jedi recebeu uma gama extensa de categorias pelas quais poderia ser indicada. Além das categorias técnicas, que já marcaram presença na cerimônia do Oscar do ano passado por O Despertar da Força, os estúdios estão apostando suas fichas em dois dos personagens principais: Mark Hamill, que interpreta o icônico Luke Skywalker na franquia, e Daisy Ridley, que encarna a heroína jedi Rey. Acreditava-se que Adam Driver também surgiria como um possível nome, visto que interpreta o antagonista Kylo Ren na nova trilogia, mas a Disney resolveu mudar de foco.

Apesar do apoio, Ridley declarou recentemente em entrevista ao site ComicBook.com que não gostou muito de sua performance em Despertar, tornando-se uma de suas próprias críticas. Entretanto, ela sentiu que sua atuação no novo filme foi bem melhor. “Não acho que fui bem no primeiro filme, estava lidando com isso”, ela disse. “Acho que fiz o primeiro desse jeito porque não sabia no que estava me metendo […] Mas logo depois, no segundo filme, eu percebi que estava funcionando”.

Hamill e Ridley poderão ser vistos em Os Últimos Jedi no dia 14 de dezembro.

Comente!