Liam Sharp, ilustrador dos quadrinhos da Mulher Maravilha, irá escrever e ilustrar seis novas iterações da colaboração entre a heroína e o Batman na colaboração The Brave and the Bold, conforme declara o jornal The Washington post. A série, lançada na década de 1950, ganhará um reboot, visto que permaneceu esquecida pelo público desde a última publicação em 2009.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Depois de participar do renascimento da Mulher Maravilha com Greg Rucka, Sharp simplesmente não conseguiu deixar a personagem para trás, desejando continuar a história e incluindo novas perspectivas para sua origem, além de sentir que não seria certo colaborar com outro artista. Recentemente, a DC também confirmou a notícia, postando em sua página oficial uma incrível capa com os super-heróis:

O que o ilustrador desejava para a heroína como próxima aventura dentro do panteão da DC foi uma mistura de suas origens amazonas com a mitologia irlandesa e celta, reflexo da fascinação do autor com os mitos e as lendas nórdicos que ainda fazem parte dessa cultura. E ele também encontrou uma forma genial de colocar Bruce Wayne no meio da história: seguindo a morte de um misterioso deus, Diana invoca a presença do Batman para investir o que pode ou não ter sido um assassinato.

E apesar de ter confirmado que a Mulher Maravilha e Steve Trevor ainda estão namorando, ele não conseguiu deixar de dizer em entrevista ao Comic Riffs que haveria sim uma tensão atrativa entre os dois, a qual existe há eras.

Brave and the Bold: Batman and Wonder Woman será lançado no dia 21 de fevereiro de 2018.

 

Comente!