No gigantesco hype para Homem-Aranha: De Volta ao Lar que estreia no dia 6 de julho deste ano, a Sony Brasil resolveu agitar ainda mais a expectativa dos fãs ao trazer Tom Holland, o novo Homem-Aranha/Peter Parker, e Laura Harrier que interpretará o primeiro interesse romântico do cabeça-de-teia (nos quadrinhos): Liz Allan.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Em coletiva fechada para a imprensa, os dois atores deram detalhes interessantes sobre seus personagens e da própria história do filme. Harrier e Holland chegaram ao Brasil ontem e já experimentaram um pouco das benesses que São Paulo oferece. O ponto mais badalado do turismo foi o Beco do Batman no qual o ator brincou que logo “ele se chamará o Beco do Aranha! ”. Após elogiarem a receptividade do povo brasileiro e receberem duas camisetas da Seleção Brasileira de Futebol customizadas com seus nomes, as perguntas foram iniciadas.

Rapidamente já fizeram a pergunta principal: o que Holland traria de novo para um personagem que foi bem encarnado por dois atores (Garfield e Maguire) anteriores a ele? Holland explicou que esse novo Homem-Aranha é consideravelmente distinto dos outros já apresentados nos longas anteriores.

“Acompanhamos a vida de um adolescente que ganha superpoderes do nada. Como De Volta ao Lar passa poucas semanas depois de Guerra Civil, ainda temos um Peter Parker muito deslumbrado com suas habilidades e que se diverte como vigilante, mas que ainda possui diversos deveres escolares do ensino médio, além de lidar com as próprias tribos do microcosmo do colégio como valentões, nerds, etc.

O filme trará uma narrativa de jornada de autoconhecimento. Fiz um Aranha muito entusiasmado e ingênuo que amadurecerá ao longo do filme. A minha sorte é que tive a ajuda regressa das duas performances excepcionais de Tobey e Andrew. Então, sim, me inspirei neles para criar algo novo. Peguei características do Peter do Tobey e algumas jogadas físicas de Andrew como Homem-Aranha. Acredito que consegui transportar o carisma do herói que conhecemos nos quadrinhos diretamente para as telas. ”, finalizou.

Harrier complementou dizendo um pouco mais de como Allan e o romance entre os personagens acontecerá. “Liz é muito focada e inteligente. O romance vem através de flertes espontâneos entre dois amigos que começam a se apaixonar”. Quando questionada se sua personagem contará com superpoderes já nesta versão do filme – a personagem no universo Ultimate é a heroína Firestar –, Harrier respondeu que não, mas que adoraria ver sua personagem ganhando mais relevância dentro do UCM.

Fotos: Sony/Divulgação

Humanos, não Deuses

Holland, para comentar um pouco mais sobre o Abutre (Michael Keaton), disse que esse pedaço do universo Marvel que acompanhará o Aranha mostra homens comuns adquirindo poderes de deuses, de certa forma. “São pessoas normais que possuem meios para mudar as coisas. O vilão do filme é similar ao Aranha neste sentido. Ambos são humanos, mas que contam com esses gadgets e inteligência que os distinguem dos demais. E ainda assim sofrem do mesmo modo como todos os outros, os heróis de todo dia. ”.

Outro destaque da coletiva foi uma pergunta envolvendo um namoro entre Homem-Aranha e Deadpool (?). Holland riu, negou e disse que gostaria de ver o Mercenário Tagarela contracenando com o cabeça-de-teia formando uma bela amizade. Quando perguntados sobre quais são os heróis da Marvel favoritos, Harrier destacou sua preferência pela Viúva Negra e Holland louvou a ferocidade do Wolverine.

Nos Bastidores

Harrier e Holland também compartilharam um pouco dos bastidores da produção de De Volta ao Lar. Disseram que mesmo com uma escala menor, o filme ainda é extremamente épico, além de elogiarem bastante o trabalho dos roteiristas que criaram reviravoltas surpreendentes e dedicaram atenção para o desenvolvimento do Abutre. Segundo Holland, os trailers (muito criticados) não chegaram a mostrar parcela significativa na trama do filme e que os fãs vão se surpreender. “Tem uma reviravolta que nem eu sei direito o que irá acontecer! ”, exclamou para os jornalistas.

O maior desafio para o ator não foram as acrobacias e proezas que teve que realizar nos sets para as cenas de ação, mas sim a enorme dificuldade de passar tanto tempo dentro do traje. “Fiquei quase 11 horas sem ir ao banheiro para não ter que tirar toda a roupa e colocá-la novamente. É muito trabalhoso. ”. Também disse que não esperava conseguir o papel e que se surpreendeu ao descobrir primeiro através do Instagram. “O processo de casting foi muito cansativo e estressante, mas tudo valeu a pena no final. Me diverti muito e espero que todos também gostem, pois dei o melhor de mim. Também aprendi muito com gênios como Downey Jr. que é um ator completo e com o Keaton que fez o melhor vilão dos filmes do Aranha até agora”. Além disso, destacou seu trabalho para dominar o sotaque americano (Holland é inglês). “Me infiltrei em alguns colégios de Nova Iorque para entender como é a dinâmica da vida de um estudante de ensino médio para transportar um pouco disso para as telas. Queria um pouco de realismo nisso.”, concluiu.

Para finalizar, Holland destacou que a jornada de Peter será descobrir que seus poderes valem muito mais do que o auxílio prestado por outros heróis como o Homem de Ferro. “É uma jornada de amadurecimento que todos podem se relacionar e identificar. ”.

Ainda hoje, Holland e Harrier estarão presentes no Auditório Ibirapuera para um bate-papo descontraído com fãs do teioso às 20 horas.

Comente!